• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.2019.tde-20191220-124102
Documento
Autor
Nome completo
Luis Francisco Angeli Alves
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1999
Orientador
Título em português
Desenvolvimento de formulação granulada de Bacillus sphaericus
Palavras-chave em português
BACTÉRIAS ENTOMOPATOGÊNICAS
CONTROLE BIOLÓGICO
FORMULAÇÃO
INSETICIDAS BIOLÓGICOS
Resumo em português
A formulação foi preparada impregnando-se o inerte com urna suspensão de esporos e cristais de Bacillus sphaericus, em conjunto com o adjuvante. O isolado utilizado foi o MS6 por ser o mais virulento e mais produtivo em meio de cultura CNY. O inerte empregado na formulação foi o sabugo de milho selecionado em função de suas propriedades físicas e do baixo custo de produção. Houve redução significativa da viabilidade dos esporos quando armazenados em temperatura elevada, principalmente quando não formulados. Os cristais também foram alterados pela alta temperatura, com redução de cerca de 50% na atividade larvicida do caldo não formulado. Em condições ambiente a viabilidade do formulado foi maior, porém, não houve relação com a atividade larvicida que não se alterou no caldo e foi reduzida em 60% na formulação, decorridos 12 meses de armazenamento. Nos criadouros artificiais a eficiência do produto formulado oscilou ao longo do período, havendo relação direta com a concentração utilizada, alcançando 95% de mortalidade após 18 dias da aplicação. Em condições naturais, embora o controle inicial tenha sido baixo (21 % de redução larval após 24 horas da aplicação) obteve-se 94% de redução larval, 15 dias após a aplicação.
Título em inglês
Development of granulated formulation of Bacillus sphaericus
Resumo em inglês
The formulation was prepared using the impregnation of the inert with a suspension of spores and crystals of Bacillus sphaericus and the adjuvant. The MS6 isolate was the most virulent and productive in NBY culture media. The inert for the formulation was the com cob, selected based on its physical properties and the low production cost. There was a significant reduction in the viability of the spores when stored at high temperature, mainly when they were not formulated. The crystals were also altered by the high temperature, 50% reduction in the larvicidal activity of the broth. Under environmental conditions, the viability of the formulated material was higher; however, there was no reduction in the larvicidal activity for the broth and 60% of redution in the activity was observed in the formulated material after 12 months of storage. ln the artificial breeding sites the efficacy of the formulated product varied throughout the time reaching 95% of mortality after 18 days of the application. Under natural conditions, although the initial control was low (21 % of larval reduction after 24 hours of the application), 94% of larval reduction was obtained 15 days after the application.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-12-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.