• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.2019.tde-20191220-143942
Documento
Autor
Nome completo
Gustavo Haralampidou da Costa Vieira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2005
Orientador
Título em português
Análise faunística de abelhas (Hymenoptera: Apoidea) e tipificação dos méis produzidos por Apis mellifera L., em área de cerrado no município de Cassilândia/MS
Palavras-chave em português
ABELHAS
ANÁLISE FAUNÍSTICA
CERRADO
MEL
PRODUÇÃO
Resumo em português
Objetivou-se com este trabalho determinar os padrões da comunidade de abelhas e tipificar o mel produzido por Apis melífera em uma área de cerrado no Campus da Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul, município de Cassilândia/MS (19°06'48”S; 51°44'03”W). Os in- setos, coletados quinzenalmente de março/2003 a fevereiro/2004, foram obtidos através da captura sistemática nas plantas em florescimento, ao longo de uma trilha com 3 km de extensão. As amostras de mel foram coletadas mensalmente de junho/2003 a maio/2004, em três colmeias de Apis melífera instaladas na mesma área. A comunidade de abelhas foi representada por 501 indivíduos pertencentes a 04 famílias, 07 subfamílias, 12 tribos, 22 gêneros e 34 espécies. A abundância de espécies seguiu o padrão encontrado nas comunidades neotropicais, caracterizada por apresentar um maior número de espécies raras e poucas espécies abundantes, sendo esta última representada por Apis melífera e Trigona spinipes. A flora apícola foi representada por 140 indivíduos pertencentes a 49 espécies, 41 gêneros e 25 famílias. A família Malpighiaceae apresentou o maior número de espécies visitadas (12,2%) e a família Sapindaceae o maior número de abelhas visitantes (18%). Com relação ao mel analisado, os valores médios obtidos encontram-se em conformidade com as normas estabelecidas pela legislação nacional. Através das análises polínicas verificou-se que as abelhas utilizaram uma grande diversidade de recursos florais, sendo considerado dominante nas amostras de mel o pólen do tipo Anacardiaceae, Fabaceae, Melastomataceae, Anadenanthera sp. (Mimosaceae), Eucalyptus sp. (Myrtaceae), Bidens sp. (Asteraceae), Chenopodium sp. (Chenopodiaceae), Mimosa scabrella (Mimosaceae) e nas amostras de pólen obtidas nos coletores instalados nas colmeias os tipos Schinus sp. (Anacardiaceae), Arecaceae, Vernonia sp. (Asteraceae), Crotalaria incana (Fabaceae), Tibouchina sp. (Melastomataceae), Anadenanthera sp.1 (Mimosaceae ), Mimosa scabrella (Mimosaceae), Arecaceae sp.2, Poaceae, Luehea sp. (Tiliaceae), Trema sp. (Ulmaceae), Tipo Myrcia e um tipo polínico não identificado.
Título em inglês
Faunal analysis of bees (Hymenoptera: Apoidea) and caracterization of the honey produced by Apis mellifera L., in the "savannah" area of Cassilandia county, State of Mato Grosso do Sul, Brazil
Resumo em inglês
This research aims to determine the bees community standard and the honey characteristic typifing produced by Apis mellifera from the savannah area in the Campus of Mato Grosso do Sul State University, Cassilandia county, State of Mato Grosso do Sul, Brazil. The bees occurring on flowering plants were randomly sampled every other week, from March/2003 to February/2004, along a 3 km track. The honey samples were collected monthly from June/2003 to May/2004, in three beehive of the africanized bees localized in the same area. The bees community were represented by 501 individuals, 4 families, 7 subfamilies, 22 genera and 34 species. The bee community of the savannah followed the general standard of the neotropical communities, presenting many species with few individuals and few species with many individuals. The most abundant species were Apis mellifera and Trigona spinips. The flora was represented by 140 individuals, 49 species, 41 genera and 25 families. The Malpighiaceae family presented the highest number of visited species (12,2%) and Sapindaceae family the highest number of bees collecting (18%). The analysed honey samples are in agreement to the present legislation. Through the pollen analyses was observed that the bees visited a great diversity of flower resources, being considered dominant, in the honey samples, the types Anacardiaceae, Fabaceae, Melastomataceae, Anadenanthera sp. (Mimosaceae), Eucalyptus sp. (Myrtaceae), Bidens sp. (Asteraceae), Chenopodium sp. (Chenopodiaceae); Mimosa scabrella (Mimosaceae) and in the samples of the pollen collector installed in the beehive the types Schinus sp. (Anacardiaceae), Arecaceae, Vernonia sp. (Asteraceae), Crotalaria incana (Fabaceae), Tibouchina sp. (Melastomataceae), Anadenanthera sp.1 (Mimosaceae), Mimosa scabrella (Mimosaceae), Arecaceae sp.2, Poaceae, Luehea sp. (Tiliaceae), Trema sp. (Ulmaceae), Type Myrcia and one pollen type not recognized.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-12-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.