• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.2020.tde-20200111-154121
Documento
Autor
Nome completo
Gabriela Inés Diez-Rodriguez
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2005
Orientador
Título em português
Resíduos de thiamethoxam, aldicarb e de seus metabólitos em folhas de cafeeiros e seu efeito no controle do bicho-mineiro Leucoptera coffeella (Guérin-Mèneville, 1842) (Lepdoptera: Lyonettidae)
Palavras-chave em português
BICHO-MINEIRO
CAFÉ
CONTROLE QUÍMICO
METABÓLITOS
RESÍDUOS DE INSETICIDAS EM PLANTAS
Resumo em português
O bicho-mineiro Leucoptera coffeella (Guérin-Mèneville, 1842), uma das pragas mais importantes da cafeicultura brasileira, é controlado principalmente com inseticidas. O objetivo deste trabalho foi estudas os resíduos e a translocação do inseticida thiamethoxam em folhas de cafeeiros Coffea arábica L., bem como avaliar seu efeito no controle do bicho-mineiro, comparando-o com o aldicarb, utilizando como padrão. Para isto, dois experimentos foram instalados no município de Garça-SP, nos períodos de dezembro/2001 a agosto/2002 e dezembro/2002 a agosto/2003. Os tratamentos utilizados foram: aldricarb (Temix 150), nas dosagens de 2,25 e 4.50 g i.a./cova e 3 e 6 i.a./cova, thiamethoxam (Actra 10 GR), nas dosagens de 0,15 e 0,30 g i.a./cova e 0,20 e 0,40 g i.a./cova e testemunha (sem aplicação), para o primeiro e segundo experimentos, respectivamente. Amostras de ramos foram colhidas em pré-contagem e aos 30, 60, 90, 120, 210 e 240 dias após a aplicação (DAA), em três alturas dos cafeeiros (terços inferior, médio e superior) , avaliando-se a porcentagem de folhas minadas. O método analítico consistiu na extração dos resíduos de aldicarb e de seus metabólicos sulfóxido e sulfona, com mistura de acetona/água, limpeza dos extratos por técnica de cromatografia de permeação em gel e determinação quantitativa em cromatógrafo de gás equipado com detector de nitrogênio-fôsforo (NPD). A extração dos resíduos de thiamethoxan foi realizada com acetato de etila, limpeza dos extratos por técnica de cromatografia de permeação em gel (GPC) e determinação quantitativa por técnica de cromatografia em fase gasosa, usando-se detector de espectrometria de massas (MSD). Os limites de quantificação (LOQs) dos métodos, determinados por estudos de fortificação e recuperação foram de 0,5 mg.Kg-1, para aldicarb e seus metabólitos, e de 0,02 mg.kg-1, para thiamethoxam. Os resultados indicaram a translocação uniforme de ambos inseticidas nos três terços das plantas de café, quando aplicados no solo, no mês de dezembro. Foi constatada também, a maior persistência do thiamethoxam, cujos resíduos foram encontrados até oito meses após a aplicação , enquanto os metabólitos sulfóxido e sulfona de aldicarb, entre três meses após a aplicação. Ambos inseticidas foram eficientes no controle do bicho-mineiro do cafeeiro, porém, o período proporcionado por Actara 10 GR foi maior do que aquele por Temik 150.
Título em inglês
Residues of thiamethoxam, aldicarb and its metabolites in coffee leaves and effect on the control of the coffee leaf miner Leucoptera coffeella (Guérin-Mèneville, 1842) (Lepidoptera:Lyonetiidae)
Resumo em inglês
The coffee leaf miner Leucoptera coffeella (Guérin-Mèneville, 1842), one of the major Brazilian coffee crop pests , is especially controlled with insecticides. The objective of this study was to evaluate the residues and the translocation of thiamethoxan insecticide in coffee (Coffea Arabica L.) leaves, as well as to study its effect on the coffee leaf miner control, comparing it with aldicarb, used as the standard. Two experiments were set up in the county of Garça-SP in the periods of December/2001-August/2002 and December/2002-August/2003. The treatments used were: aldicard (Temik 150), at the dosages of 2.25 and 4.50 g a.i./pit and 3 and 6 g a.i./pit, thiamethoxan (Actara 10 GR), at the dosages of 0.15 and 0.30 g a.i./pit and 0.20 and 0.40 g a.i./pit and check (no application) for the first and second experiments, respectively. Twig samples were taken in pre-count and 30, 60, 90, 120, 150, 180, 210 and 240 days after the application (DAA) at three coffee plant heights (lower, middle and upper third), and the percentage of mined leaves was evaluated. The analytical method consisted of the extraction of aldicarb residues and their sulphoxide and sulfone metabolites, with an acetone/water mixture; clean by gel permeation chromatography and quantitative determination by gas chromatography equipped with a nitrogen-phosphorus detector (NPD). Thiamethoxam residues extraction was performed with acetate, with extracts being cleaned-up through the gel permeation chromatography (GPC) technique and quantitative determination by gas chromatography, using a mass spectrometer detector (MSD). The limits of quantitation (LOQs) of the methods, determined by fortification and recovery studies, were 0.5 mg.kg-1, for aldicarb and metabolites, and 0.02 mg.kg-1, thiamethoxam. The results indicated a uniform translocation of both insecticides in all three thirds of the coffee plants when applied to the soil in the month of December. Also it was observed the higher persistence of thiamethoxam, whose residues were found as far as eight months following the application, while the aldicarb sulphoxide and sulfone metabolites were found three to six months after the application. Both insecticides were efficient in the control of the coffee leaf miner, however, the period provided by Actara 10 GR was longer than of by Temik 150.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-01-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.