• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191218-140415
Documento
Autor
Nome completo
Geraldo José Zenid
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1997
Orientador
Título em português
Identificação e grupamento das madeiras serradas empregadas na construção civil habitacional na cidade de São Paulo
Palavras-chave em português
CONSTRUÇÃO CIVIL
HABITAÇÕES
IDENTIFICAÇÃO
MADEIRA SERRADA
TECNOLOGIA DA MADEIRA
Resumo em português
Com o objetivo de contribuir para aumentar e melhorar o uso da madeira serrada na construção civil habitacional, foram identificadas botanicamente e reunidas em grupos de uso final as madeiras que estão sendo comercializadas/utilizadas para esse fim, na Cidade de São Paulo. Foram visitados 42 distribuidores de madeira e 22 obras de edifícios de vários pavimentos e conjuntos populares, onde foram coletadas 345 amostras de madeira e informações gerais sobre as empresas. A identificação botânica foi realizada através da anatomia do lenho das amostras coletadas. Foram identificadas 57 espécies de madeira (espécies ou grupos de espécies de difícil distinção na prática), provenientes, principalmente, da Amazônia. Foram identificadas cinco espécies provenientes de reflorestamento: cuningâmia, cupressus, eucalipto, grevílea e pinus. Tal variedade, reflexo da heterogeneidade das florestas tropicais, não está presente na freqüência percentual de espécies em relação ao total de amostras coletadas, pois somente 15 espécies representaram 80% da amostras coletadas, dentre estas, espécies tradicionais como: pinho-do- paraná, peroba-rosa, ipê e jatobá. Das madeiras de reflorestamento, somente o pinus teve participação importante. Diversos erros de identificação foram constatados, principalmente, entre as construtoras. Esses erros ocorreram mais freqüentemente nas madeiras destinadas a usos temporários (andaimes, escoramentos etc.). Dentre as informações gerais coletadas destacam-se: o setor não utiliza especificações, estabelecidas por entidades normalizadoras, para dimensões e qualidade das peças, o tratamento químico preservante é pouco praticado e há preocupações com relação à secagem da madeira. Os principais problemas apontados pelas empresas estão relacionados à comercialização (alto preço da madeira e do transporte) e à qualidade (deficiência no processamento, defeitos naturais e mistura de espécies). As madeiras foram reunidas em grupos de usos finais de acordo com as informações dos entrevistados e de acordo com critério proposto no estudo, que está baseado nos níveis das propriedades de madeiras tradicionalmente utilizadas na construção civil habitacional (pinho-do- paraná, peroba-rosa e imbuia). Foi constatada a ausência, total ou parcial, de informações sobre propriedades tecnológicas para diversas madeiras selecionadas para o grupamento por uso final. Também foi observado o uso de diferentes normas de ensaio entre instituições brasileiras que atuam em tecnologia de produtos florestais. Os agrupamentos realizados mostraram-se mais satisfatórios nos grupos de uso para fins estruturais, onde as propriedades mecânicas são mais importantes, do que naqueles onde a estabilidade dimensional e o aspecto decorativo, são requisitos básicos.
Título em inglês
Identification and grouping of sawnwood species used for house construction in the city of São Paulo
Resumo em inglês
The sawnwood species commercialized and used for house construction in the City of São Paulo, were botanically identified and grouped according to the end use, in order to contribute to the improvement and the increase of sawnwood in these applications. Forty two dealers of sawnwood and twenty two building constructors were visited. Three hundred and forty five samples of sawnwood and general information about these companies were collected. The constructions visited included buildings of several floors and low cost houses. The botanical identification was carried out through the examination of the wood anatomy of the sawnwood samples. This method provided identification of 57 species of wood (species or groups of species not readily separated, in practice). Most of them were from the Amazon Region and five species are from manmade forests: cunninghamia, cupressus, eucalyptus, grevillea and pine. Such a variety of species, which is typical in tropical forests, was not found when an analysis of the species frequency in relation to the total number of samples was carried out. Only 15 species represented 80% of the samples collected. Among these, traditional species in the market were identified: Parana pine, red peroba, ipe and jatoba. Pine was the only species from manmade forests found with significant importance in the market. Identification mistakes were detected, mainly among building constructors. These mistakes were more common within the sawnwood used for temporary uses. The general information collected about the market and the utilization of sawnwood in house constructions showed that standardization of dimensions and quality of the pieces, as established by recognized institutions, is not in practice; the chemical treatment of the wood is rarely done and there are problems with wood drying. The sector's main problems relate to marketing (high costs of wood and transportation) and to quality (processing, natural defects and mix of species). The species identified were grouped by end uses according to the information collected in interviews and according to the method proposed in this study, which is based on the properties of the well-known species in the market (Parana pine, red peroba and imbuya). The total or partial lack of information was observed on technological properties for several species studied. Also noticed was the use of different wood testing methods, adopted by Brazilian Research Institutions working with forest products technology. The species grouping was more effective in structural groups, where mechanical properties are the main requirement, than in groups where the dimensional stability and decorative aspect of wood are the main requirement
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ZenidGeraldoJose.pdf (4.92 Mbytes)
Data de Publicação
2019-12-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.