• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191218-173404
Documento
Autor
Nombre completo
Marcelo Corrêa Maistro
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Piracicaba, 2000
Director
Título en portugués
Comportamento e aplicação do redutor, hidrossulfito ou ditionito de sódio (Na2S2O4), em branqueamento de pasta kraft de madeira de eucalipto
Palabras clave en portugués

BRANQUEAMENTO
EUCALIPTO
HIDROSSULFITO DE SÓDIO
MADEIRA
PASTA KRAFT
TECNOLOGIA DE CELULOSE E PAPEL
Resumen en portugués
No presente trabalho estudou-se o comportamento de um produto não convencional na aplicação em seqüências de branqueamento de pastas kraft obtidas a partir de madeira de eucalipto, o redutor hidrossulfito ou ditionito de sódio. O estudo baseou-se na aplicação do hidrossulfito em seqüências bastante representativas de processos atuais de branqueamento. Foi aplicado como estágio subsequente à cada estágio de uma seqüência convencional de branqueamento obtida industrialmente, representada por O-C/D-Eop-D, a qual foi tomada como padrão para o estudo. Posteriormente, aplicou-o sobre as pastas de uma sequência totalmente livre do elemento cloro ou TCF (Totally Chlorine Free) desenvolvida em laboratório, e representada por O-Q-P. Por fim, a partir da pasta kraft industrial não branqueada, avaliou-se seu comportamento, quando aplicado com dois dos oxidantes tradicionalmente mais usados em processos ECF (Elementary Chlorine Free) ou livre de cloro elementar e TCF, respectivamente dióxido de cloro (ClO2) e peróxido de hidrogênio (H2O2). Os efeitos de cada aplicação ou tratamento foram observados através da avaliação de suas pastas produzidas, conforme suas características de alvura, número kappa, viscosidade, e propriedades de resistência mecânica avaliadas. Com base na avaliação destas propriedades a xi partir dos dados colhidos, procurou-se verificar a eficácia deste redutor nestas seqüências e identificar quais as posições (início, estágios intermediários e final) nas quais este proporciona seus melhores efeitos. As análises dos dados mostram que a pasta kraft não branqueada aumenta sua alvura até 8,5 pontos percentuais ISO com a aplicação do hidrossulfito além de preservar sua viscosidade e resistência mecânica. Pasta kraft pré-deslignificada com oxigênio pode também obter ganho considerável de alvura, 6,5 pontos, porém com perda de viscosidade e resistência. A seqüência convencional O-C/D-Eop-D tem como posições mais favoráveis à aplicação do hidrossulfito: logo após o estágio com oxigênio e após o estágio de extração alcalina com oxigênio e peróxido. O hidrossulfito eleva os valores de volume específico das pastas dessa mesma seqüência, os quais se relacionam com os valores de resistência mecânica. O hidrossulfito preserva a viscosidade e as propriedades mecânicas das seqüência TCF estudadas, além de proporcionar ganhos de alvura até 5,0 pontos quando é aplicado no início e final da seqüência O-Q-P. A aplicação do hidrossulfito à pasta marrom anterior ou posterior a aplicação do dióxido de cloro como a do peróxido de hidrogênio não interfere nos resultados. Diferentes temperatura, tempos de retenção e consistência da pasta influenciam o efeito do hidrossulfito.

Título en inglés
Behavior and application of the reouctive hyorosulfite or sodium oithionite (Na2S2O4) to kraft pulps bleaching of eucaliptum lumber
Resumen en inglés
In the presented paper was studied the behavior of a nonconventional product on the application in sequences of kraft pulps bleaching obtained from eucaliptum lumber, the reductive hydrosulfite or sodium dithionite. The study was based on the hydrosulfite application in sequences guite representative by present processes of bleaching. It was applied as subsequent step to each step of a conventional sequence of bleaching industrially obtained, represented by O-C/O-Eop-O, wich was taken as standard for the study. Posteriorly, it was applied over pulps of a sequence of totally chlorine free or TCF developed at laboratory and represented by O-Q-P. Finally, from unbleached industrial kraft pulp it was appraised its behavior as applied with two traditionally most used for ECF (Elementary Chlorine Free) and TCF (Totally Chlorine Free) processes, respectively chlorine dioxide (ClO2) and hydrogen peroxide (H2O 2). The effects of each application or treatment were observed through evaluation of their pulps produced in accondition with their brightness characteristics, kappa number, viscosity and properties of avaluated mechanical resistence. With base on the evaluation of these properties from data were obtained, it was tried to verify the exfectiveness of the reductive element in these sequences and identify wich positions (beggining, intermediate and final steps) in wich this provides their best effects. Data analyses show that kraft pulp unbleached increases its brightnes up to ISO percentile 8,5 points wich application of hydrosulfite, besides preserving its viscosity and mechanical resistence. The preunlignified kraft pulp with oxygen can also reach a considerable gain of brightnes, 6,5 points, but with resistence and viscosity loss. The conventional sequence 0- C/D-Eop-D has as most favorable positions to hydrosulfite application : immediately after the step with oxygen and immediately after the alkaline extraction with oxygen and peroxide. The hydrosulfite elevates the specific volume rates of the pulps in that same sequence wich are related to mechanical resistence rates. The hydrosulfite preserves the viscosity and the mechanical properties of the TCF pulps studied, besides providing brightness gains up to 5,0 points when it is applied at the beggining and at the end of sequence O-Q-P. The hydrosulfite application to the brown pulp, before or after chlorine dioxide application as that of hydrogen peroxide does not interfere in the results. Different temperatures, retaining time and pulp consistence influence in hydrosulfite effect.

 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2019-12-19
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.