• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2014.tde-04122014-082508
Documento
Autor
Nome completo
Mariana Peres de Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2014
Orientador
Banca examinadora
Seixas, Fernando (Presidente)
Milan, Marcos
Oliveira Junior, Ezer Dias de
Borges, Luis Antonio Coimbra
Robazzi, Maria Lucia do Carmo Cruz
Título em português
Panorama do transporte rodoviário de madeira bruta e em toras na região do Arco de Desflorestamento na Amazônia
Palavras-chave em português
Amazônia
Condutores
CVC\'s
Frota
Legislação
Segurança
Resumo em português
A madeira é uma commoditie de extrema importância no Brasil e possui grande diversidade de utilização sendo matéria-prima para obtenção de energia, na forma de carvão e biomassa, produção de celulose e papel, construção civil, indústria farmacêutica etc. O modal rodoviário é a principal forma de transporte de carga florestal no Brasil, como também na região deste estudo denominada como "Arco de Desflorestamento". O objetivo deste trabalho foi elaborar um panorama do transporte rodoviário de madeira bruta e em toras, possibilitando o entendimento e a melhor compreensão da atividade de forma a subsidiar discussões a cerca da legislação e políticas públicas visando sua adequação à realidade da região em questão. O trabalho se estruturou em torno de um capítulo introdutório sobre o panorama atual, seis capítulos com estudos científicos e um capítulo contendo uma revisão bibliográfica geral de contextualização do cenário proposto. Os resultados destacaram a detecção de agentes internos: condutor, empresa, terceiros e externos: instituições fiscalizatórias, sociedade civil, e o mercado de madeira são componentes que interferem direta ou indiretamente na atividade. Críticas no processo de formação de preço do frete foram constatadas e novas metodologias para esta formação foram elaboradas. Novas equações para a determinação do frete foram propostas inserindo as variáveis quantitativas: volume de madeira (m³), distância (km) e horas efetivas (h), além das qualitativas como satisfação na atividade e permanência na atividade. O melhor coeficiente do modelo de frete encontrado foi R² = 0,973 e R² (adj) = 0,972. Em relação à frota constatou-se que a Combinação Veicular de Carga - CVC que mais se destaca é o biminhão (49,66%). Verificou-se também que o comprimento variável das toras, somado aos diâmetros muitas vezes irregulares nas diferentes extremidades do fuste, impede que a carga seja acomodada e disposta de forma organizada. Este fato gera um aumento dos espaços vazios que traz consequências graves à segurança do transporte rodoviário florestal ocasionando o excesso de comprimento, altura e lateral. A carga transportada ainda restringe o tipo de carroceria que é exclusiva para atividade, fato este que limita a possibilidade de transporte de outros tipos de cargas. O levantamento constatou que a frota possui uma idade média avançada (18,22 anos), fato este que dificulta os condutores adequarem-se à legislação em vigor que fixa requisitos técnicos de segurança para o transporte de toras de madeira bruta por veículo rodoviário de carga. Pontos falhos foram detectados na legislação, destacando-se as obrigatoriedades impostas pela resolução não se encontrarem em consonância com a realidade da frota, principalmente pela idade avançada, causando críticas dos condutores ao governo. Como resultado final deste estudo foi elaborado o panorama da atual situação e levantados os principais problemas, assim como indicadas possíveis soluções em termos de iniciativas e programas do governo para a renovação da frota de transporte de madeira bruta e em toras na região.
Título em inglês
Overview of road transport of wood raw and logs in the Arc of Deforestation in Amazonia
Palavras-chave em inglês
Amazonia
CVCs
Drivers
Fleet
Law
Safety
Resumo em inglês
The wood is a very important commodity in Brazil and is very useful as has great diversity in the feedstock being material for several products such as: energy wood (coal and biomass), cellulosic production (pulp and paper), pharmaceutical, nautical industries and construction. In Brazil different transport modal to transporting forest load is used, but the mainly transport is through the road and in the region studied the name "Arc of deforestation" is the major way to dispose wood production. The need to provide an overview of transporting raw wood and logs make easier understanding and provide improvements in transport legislation and guide to policies to fit the reality of the region in question. This work was structured with an introductory chapter about the general problem, and six chapters more, based on scientific articles and literature review. This work in a general view obtained important results for constructing the panorama. The results showed different components agents internal (driver, direct and indirect companies), and external agents (institution of monitoring government, the society and the wood market) that can interfere directly or indirectly in the activity. The traditional methodology about freight was criticized and new methodologies were proposed to improve the method. New models for freight were also proposed inserting quantitative and qualitative variables and the best model coefficient was R² = 0.973 and R² (adj) = 0.972. The best model variables selected in this study were: timber volume (m³), distance (km), effective hours (he) for quantitative variables and for qualitative variables: satisfaction in the activity, and permanence in the work. Regarding the truck fleet it was found that about the CVC (combination vehicular cargo) truck trailer (6 axes) was the most ordinary in this study (49.66%). It has been found that the length of logs plus the irregular diameters in the different extremities of the logs impossible the correct stacking timber. Because of the spaces originates from the bad accommodation of the logs has serious consequences for the safety of wood road transporting generating an excessive cargo in length, height and width. This is a form of equivalence volumetric. Another problem is that the trailers exclusive for the activity and this fact limits the possibility of carrying other types of cargo, decreasing the competitiveness. This study allowed to establish that the fleet has an old average age and this fact hinders truck drivers to fit on the present legislation (Resolution n. 246 of July 2007.) This resolution fixes technical safety requirements for the road transportation of logs. In this resolution were detected a critical point that the obligation imposed is not compatible with the reality and the old average age of fleet (18.2 years), provoking criticism by the truck drivers about the government. This study was able to satisfy to proposed a new overview raising problems, indicating improvements and suggestions such as: initiatives and government programs for the renewal of the fleet log road transportation and changes in the public politicians.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-12-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.