• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
10.11606/D.11.2006.tde-05102007-112426
Document
Auteur
Nom complet
Abilio Donizetti de Morais Filho
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
Piracicaba, 2006
Directeur
Jury
Seixas, Fernando (Président)
Fenner, Paulo Torres
Rodriguez, Luiz Carlos Estraviz
Titre en portugais
Análise da capacidade técnica e econômica dos prestadores de serviços no setor de colheita florestal
Mots-clés en portugais
Colheita
Custo econômico
Finança agrícola
Máquina agrícola
Mecanização agrícola
Tercerização
Resumé en portugais
Os sistemas mecanizados de colheita florestal estão se modernizando com a introdução constante de novas tecnologias, visando o aumento da produção e a diminuição dos custos. A maior parte das máquinas disponíveis no mercado nacional são originárias da América do Norte e Escandinávia e possui um alto custo de aquisição. No entanto os prestadores de serviços no Brasil, responsáveis por mais de 60% da mão de obra utilizada nas florestas plantadas, estão trabalhando com tecnologia defasada, na maioria das vezes com tratores agrícolas adaptados para o serviço florestal. O presente estudo analisou as condições de trabalho de empresas prestadoras de serviços do setor de colheita florestal, abordando os aspectos econômicos, a qualidade de vida dos trabalhadores, as questões trabalhistas, as condições dos equipamentos, custos operacionais e, por fim, oportunidades crédito para investir em tecnologia. Foram analisadas trinta empresas do segmento de prestações de serviços florestais, sendo cinco de forma detalhada. Das trinta empresas analisadas, três atuavam no setor de colheita, implantação, manejo e transporte, sete no setor de colheita e transporte, três no setor de colheita, implantação e manejo, sete apenas em colheita, seis em transporte, duas em implantação e mane jo e duas em serviços de apoio. Dentre as empresas analisadas o serviço predominante era o corte com motosserra, seguido pelo transporte rodoviário, carregamento e baldeio. O faturamento anual das empresas pesquisadas variou entre R$ 100.000,00 e R$ 50.000.000,00, com 36,6% apresentando um faturamento médio entre R$ 2.500.000,00 e R$ 5.000.000,00. Já entre as cinco empresas analisadas detalhadamente, o faturamento anual variou entre R$ 1.020.000,00 e R$ 4.313.000,00, com uma média de R$ 2.373.000,00. O número de funcionários ficou entre 33 e 181 e de acordo com o SEBRAE as empresas foram classificadas como: uma pequena, duas médias e duas grandes. Os resultados indicaram que as empresas prestadoras de serviço não acompanham a evolução tecnológica, principalmente no setor de colheita, devido ao grande investimento inicial necessário e às condições desfavoráveis aos financiamentos, juros superiores a 12% ao ano e ausência de garantias contratuais com duração compatível com o período do financiamento. Durante a execução deste trabalho observou-se que os empresários do setor não incluem nas planilhas de custos a remuneração do capital e uma correta depreciação dos bens, prejudicando a renovação dos equipamentos, levando ao envelhecimento das máquinas utilizadas na produção. Através dos resultados conclui- se que os custos estão acima dos valores pagos pelos serviços quando computadas a depreciação e a remuneração do capital, com três empresas apresentando resultados negativos nas análises financeiras. As empresas terceirizadas não estão conseguindo acompanhar a evolução tecnológica e suas máquinas possuem idade média superior a 10 anos. Observou que a mecanização aumentou a qualidade de vida dos funcionários, porém a renda per capita anual dos trabalhadores é em torno de R$ 5.280,00, cerca de 39% menor que a renda média da população brasileira.
Titre en anglais
Technique and financial analysis of harvest forestry sector contractors
Mots-clés en anglais
Contractors
Cost
Financial analysis
Forest machines
Harvest forest
Resumé en anglais
Due to wood increasing demand and a necessity of cost reduction, the forestry operations are being more mechanized. Most of the available machines are industrialized in North America and Scandinavia with a hight cost of investment. However, the forest contractors in Brazil are working with an old technology, mainly adapted agricultural tractors and precarious conditions of work. The objective of this study was to describe the financial conditions of forestry contractors, approaching the life quality aspects, working questions, the equipment techniques conditions, operational costs and, finally, economic credit to invest in technology. Thirty companies in the forest segment had been analyzed, being five in detailed form. Three companies have been working with harvesting, planting, forest management and wood transportation; three with harvesting, planting and forest management; seven with harvesting and wood transportation; seven with harvesting only; six with wood transportation; two with planting and forest management; and two more with support services, with an annual income between US$ 40,000.00 and US$ 20,000,000.00 with 36,6% of you present them presenting an average invoicing between US$ 1,000,000.00 and 2,000,000.00. The annual income enters the five analyzed companies varied between US$ 400,000.00 and US$ 1,720,000.00 with a average of US$ 950,000.00. The employees number varied between 33 and 181 and the companies were classified as: one small, two averages and two big. The main difficulties to investment in a new generation machines are high financial tax, more than 12% a year, and a lack of long term contracts to guaranty there payment capability. During the execution of this work it was observed that the contractors do not include in the table of costs the capital remuneration and a correct depreciation. Currently, the machines average ages are superior to 10 years. The final results concluded that the costs are above of the paid values for the services when computed the depreciation and the capital remuneration, with negative results in financial analyzes in three companies. The forestry contractors are not following the technological evolution. Finally, it was observed that mechanization increased the quality of life, however, annual per capita income is around US$ 2,112.00, approximately 39% smaller than the average Brazilian population.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
AbilioMorais.pdf (5.78 Mbytes)
Date de Publication
2007-10-08
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
Centro de Informática de São Carlos
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2019. Tous droits réservés.