• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Marcelo Éric de Almeida Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2019
Orientador
Banca examinadora
Rother, Débora Cristina (Presidente)
Cesar, Ricardo Gomes
Ivanauskas, Natalia Macedo
Mendes, Flávio Bertin Gandara
Título em português
Relações entre a estrutura da paisagem e a diversidade da vegetação em florestas secundárias na região das cuestas, Charqueada e São Pedro, São Paulo
Palavras-chave em português
Floresta estacional semidecidual
Mata Atlântica
Planejamento da restauração florestal
Regeneração natural da vegetação
Resiliência de paisagens agrícolas
Resumo em português
O estado atual do desmatamento de florestas primárias e o restabelecimento de florestas secundárias no Brasil variam de acordo com a região do país. Enquanto alguns domínios têm perdido grandes extensões de cobertura original, como a Floresta Amazônica e o Cerrado, outros têm registrado um aumento na área ocupada por florestas, como é o caso da Mata Atlântica no estado de São Paulo. O processo de regeneração de florestas secundárias tem sido registrado nos últimos 30 anos, devido ao abandono de pastagens e iniciativas de restauração florestal. Dessa forma, o objetivo principal deste estudo foi investigar se florestas secundárias regenerando em pastagens abandonadas diferem em relação à composição e diversidade de espécies florestais sob duas condições distintas de característica da paisagem: áreas com elevada proporção de cobertura florestal no entorno (>30%) e áreas com baixa proporção de cobertura florestal no entorno (<10%). Com base em imagens do ano de 1972, foram delimitadas as áreas ocupadas por remanescentes antigos de vegetação, com idade superior a quarenta anos. Após, o mapa de vegetação produzido com estas imagens foi sobreposto a um mapa de cobertura da terra de 2018, para identificar a expansão e a diminuição da vegetação. Com base nestes dois mapas, nós avaliamos as modificações na estrutura da paisagem, durante este período de 46 anos. Depois disso, nós selecionamos oito áreas, sendo quatro estruturalmente conectadas, com elevada proporção de cobertura florestal no entorno e quatro estruturalmente isoladas, com baixa cobertura florestal no entorno. Em cada área nós avaliamos a composição, riqueza de espécies, densidade, síndrome de dispersão, biomassa acima do solo, diversidade e equabilidade. Contrário ao que esperávamos, nossos resultados demonstraram que as plantas do estrato inferior em áreas com baixa cobertura florestal no entorno tiveram maior proporção de espécies dispersas por animais do que nas áreas com alta cobertura florestal no entorno, bem como também foram encontradas diferenças na composição de espécies da comunidade do estrato inferior. Nossas descobertas indicam que as condições estruturais da paisagem podem influenciar grupos funcionais da comunidade do estrato inferior na região das cuestas, tornando o contexto da paisagem um parâmetro essencial a ser considerado na conservação e restauração da biodiversidade, especialmente em paisagens com elevado grau de fragmentação.
Título em inglês
Relationships between landscape structure and vegetation diversity in secondary forests in the cuestas region, Charqueada and São Pedro, São Paulo
Palavras-chave em inglês
Agricultural landscape resilience
Atlantic rain forest
Forest restoration planning
Natural regeneration of vegetation
Semideciduous seasonal forest
Resumo em inglês
The current state of deforestation of old-growth forests and the restablishmet of secondary forests in Brazil varies according to the region. While some biomes have lost many extensions of original cover, such as Amazon forest and Cerrado, others have registered an increasing in the area occupied by forests, as the case of the Atlantic forest in São Paulo state. The regeneration process of secondary forests has been registered for the last 30 years, due to the abandonment of pastures and initiatives of seedling plantings. Therefore, the main goal of this study was to investigate whether secondary forests regenerating in abandoned pastures differ in relation to the composition and diversity of forest species under two different landscape characteristics: connected areas, with high proportion of forest cover around (>30%) and isolated areas, with low proportion of forest cover around (<10%). Based on images of 1972, old-forest remnants were delimited. After, the vegetation map produced for 1972 was overlapped to a land cover map of 2018 to record the expansion and decrease of vegetation. Based on these two maps, we evaluated the modifications in the landscape structure, during the 46-years period. After that, we selected eight areas, being four structurally connected and four, structurally isolated. At each area we evaluated composition, species richness, diversity, equability, density, dispersal syndrome and aboveground biomass. Contrary to expectations, our results showed that regenerating plants in isolated areas have higher proportion of animal-dispersed seed species than connected areas. We also found differences in the plant composition of regenerating communities between connected and isolated areas. Our findings indicate that structural conditions of the landscape can influence functional groups of the regenerating plants in the cuestas region, making the landscape context an essential parameter to be considered in conservation and restoration plans, especially in highly fragmented landscapes.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-08-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.