• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2012.tde-17082012-083254
Documento
Autor
Nome completo
Bruna Ibanes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2012
Orientador
Banca examinadora
Kageyama, Paulo Yoshio (Presidente)
Martins, Karina
Veasey, Elizabeth Ann
Título em português
Ecologia e diversidade genética de Diospyros hispida Alph. D.C. em duas áreas de cerrado no Estado de São Paulo
Palavras-chave em português
Caqui do Cerrado
Diversidade genética
Estação ecológica
Propagação vegetativa
Resumo em português
O presente trabalho teve como objetivo principal avaliar a estrutura genética e demográfica de Diospyros hispida Alph. D. C., de modo a gerar informações que possibilitem ações quanto a sua conservação e manejo. Como D. hispida possui ampla distribuição no Cerrado, duas áreas com fisionomias distintas foram escolhidas: Estação Ecológica de Itirapina, Itirapina SP (EEI) e a Floresta Estadual de Assis, Assis SP (FEA), ambas administradas pelo Instituto Florestal do Estado de São Paulo, representando alguns dos últimos remanescentes de Cerrado no estado. Em ambas as localidades foram mapeados 100 indivíduos mais próximos, já que o estudo teve como uma das hipóteses verificar se a agregação dos indivíduos é devido à existência de propagação vegetativa. Para a realização do trabalho foram desenvolvidos marcadores moleculares para a espécie. Os sete marcadores revelaram a existência de 27 genetes para a população da EEI e 15 para a população da FEA, excesso de heterozigotos e significativo índice de fixação para a EEI ( f = -0,376) e FEA ( f = -0,512), mesmo quando avaliados somente os genetes de ambas as populações, o índice de fixação manteve-se negativo para a EEI( f = -0,209) e FEA ( f = -0,115). Em ambas as populações foram detectadas pequena estrutura genética espacial (EGE) nas menores classes de distância para o conjunto de genetes e rametes. Os resultados da EGE e da heterogeneidade clonal mostraram que os genótipos estão amplamente distribuídos e que os agrupamentos são formados por diferentes genótipos. Os valores da coancestria revelaram a existência de reprodução sexuada em ambas as populações, porém pode-se observar alguns indícios da propagação vegetativa. Esse resultado corrobora com diversos trabalhos que incitam a predominância da alogamia, reforçando, portanto, a importância do desenvolvimento de mais primers para a espécie. Estudos sobre o sistema reprodutivo da espécie também são importantes para elucidar essas questões, além de fornecer dados sobre agregação espacial dos indivíduos, que pode ser resultado da dispersão de sementes. A coleta de sementes visando à conservação deve ser realizada em indivíduos com genótipos diferentes. Um meio de evitar a seleção de indivíduos com alguma carga genética que venha diminuir o sucesso reprodutivo das plantas no banco de germoplasma é através da cuidadosa seleção de mudas, nesse caso devem-se excluir mudas albinas, que exibem má-formação e com crescimento lento, atentando-se em maximizar a diversidade genética e manter o tamanho efetivo mínimo para garantir que os indivíduos tenham condições de sobreviver a possíveis fatores estocásticos.
Título em inglês
Ecology and genetic diversity of Diospyros hispida Alph. DC. in two areas of Cerrado in São Paulo.
Palavras-chave em inglês
Assis State Forest
Diospyros hispida (caqui-do-cerrado)
Ecological Station Itirapina
Vegetative propagation in the cerrado
Resumo em inglês
This study aimed to evaluate the genetic and demographic structure of Diospyros hispida Alph. D. C. in order to generate informations that could enable its conservation and management. Considering that D. hispida has a wide population distribution all over Cerrado, two areas with different physiognomies were chosen for studying. These places were Ecological Station Itirapina, Itirapina - SP (EEI) and Assis State Forest, Assis - SP (FEA), both managed by Forest Institute State of São Paulo, representing some of the last remaining areas of Cerrado in the state. In these both locations were sampled 100 closeindividuals, since the study was to verify a hypothesis that the aggregation of them is due to the existence of vegetative propagation. Specific microsatellites were developed to carry out the work. The seven markers revealed the existence of 27 genets for the population from EEI and 15 genets for the population from FEA. There were significant excess of heterozygotes and fixation index for the EEI ( f = -0.376) and FEA ( f = -0.512). Even when only genets of both populations were evaluated, the fixation index remained negative for the EEI ( f = -0.209) and FEA ( f = -0.115). In both populations were detected little spatial genetic structure (SGS) over the shortest distances considering the set of genets and ramets. The results of the SGS and clonal heterogeneity showed that the genotypes are widely distributed and that the clusters are formed by different genotypes. The values of coancestry revealed the existence of sexual reproduction in both populations, but we can observe some evidence of vegetative propagation. This result concurs with several studies that encourage the predominance of outcrossing, reinforcing thus the importance of developing more primers for the species. Studies on the reproductive system of the specie are also important to clarify these issues, and provide data on spatial aggregation of individuals, which may result from seed dispersal. The collection of seeds for conservation should be carried in individuals with different genotypes. One way to avoid the selection of individuals with a genetic background that may reduce the reproductive success of plants in the germplasm bank is through the careful selection of plants. In this case albino plants, baddeveloped plants and slow-growth plants should be excluded, to maximize genetic diversity and maintain the minimum effective size to ensure that individuals are able to survive in likely randomized factors.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-08-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.