• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.11.2019.tde-20191218-180611
Documento
Autor
Nome completo
Luiz Fernando da Silva Martins
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2002
Orientador
Título em português
Configuração do sistema radicular das árvores de Eucalyptus grandis em resposta à aplicação de doses crescentes de biossólido
Palavras-chave em português
ADUBO DE LODO DE ESGOTO
BIOSSÓLIDOS
EUCALIPTO
SISTEMA RADICULAR
Resumo em português
O crescimento das demandas da sociedade por melhores condições do ambiente, tem exigido das empresas públicas e privadas definição de políticas ambientais mais avançadas entre as quais se destacam o tratamento dos efluentes. Este tratamento gera um resíduo sólido denominado de biossólido (lodo de esgoto tratado e higienizado), cuja aplicação em florestas plantadas vem sendo enfocada como a melhor alternativa. Este estudo teve como objetivo avaliar o efeito da aplicação de doses crescentes de biossólido sobre o sistema radicular de absorção de uma plantação de eucaliptos. A pesquisa foi conduzida em uma área de plantio de Eucalyptus grandis Hill ex Maiden, com 3 anos de idade, localizada na Estação Experimental de Itatinga da Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"/USP em Itatinga, Estado de São Paulo. O delineamento experimental foi o de parcelas de 600 m2, com 6 tratamentos e 4 blocos. Cada parcela foi constituída por 100 plantas, ou seja, 10 linhas com 10 plantas cada. O biossólido foi aplicado apenas em faixas de 2 metros de largura nas entrelinhas de plantio. Os tratamentos foram constituídos por: 1) Testemunha "Tt"; 2) Adubação mineral "Ad"; 3) 10t ha-1 biossólido com potássio "10t+K"; 4) 10t ha-1 de biossólido com potássio e fósforo "10t+KP"; 5) 20t ha-1 de biossólido com potássio "20t+K"; e 6) 40t ha-1de biossólido com potássio "40t+K". Para a amostragem das raízes finas, foi utilizada uma sonda cilíndrica de aço inoxidável com 4 cm de diâmetro. A distribuição de raízes finas no perfil do solo foi determinada nas camadas entre 0-10 e 10-30 cm de profundidade nas linhas e nas entrelinhas de plantio. As raízes finas contidas nas amostras de solo foram lavadas e tiveram seu comprimento e diâmetro médio determinado pelo sistema Delta T SCAN. Durante o período de coleta foi monitorado o microclima do sub-bosque (temperatura do solo e luminosidade). Os tratamentos "10t+KP" e "40t+K" foram os que apresentaram maior área basal. Nas parcelas amostradas o "Tt" apresentou área basal 38% inferior à área basal das árvores do "10t+KP". No tratamento "40t+K" foi registrado o menor valor de radiação fotossintéticamente ativa no sub-bosque (64,1 µmol cm-2s-1) e no tratamento "Tt" o maior valor (104,4 µmol cm-2s-1). O valor médio da temperatura do solo na superfície nos tratamentos foi de 27,9°C e a 10 cm de profundidade foi de 26,1°C. O valor da temperatura mais elevada foi observado no tratamento "Tt" devido à maior incidência de energia solar no sub-bosque. Quanto à densidade de raízes finas (≤ 3 mm de espessura), a maior concentração foi na camada superficial do solo (0-10 cm) com densidade média de 6,58 cm-3, com queda para 1,83 cm cm-3 na camada inferior do solo (10-30 cm), considerando as amostras coletadas nas linhas e entrelinhas. Os tratamentos que apresentaram maiores valores de densidade de raízes finas na camada superficial, foram o ''Tt'' (8,20 cm cm-3) e o "Ad" (7,77 cm cm-3) e os menores valores foram observados nos tratamentos com biossólido, com média de 5,87 cm cm-3. Quanto ao diâmetro, em média, os maiores valores foram encontrados nas linhas de plantio (0,47 mm) e os menores valores (0,38 mm) nas entrelinhas. Na camada superficial, nas linhas de plantio, os tratamentos "Tt" e "Ad" foram os que apresentaram a maior superfície específica de raízes finas, com 1,36 cm2 cm-3 e 1,23 cm2 cm-3 respectivamente, ao passo que a menor superfície específica foi observada nos tratamentos com adição de biossólido com média de 0,76 cm2 cm-3.
Título em inglês
Root systems pattern of Eucalyptus grandis trees response to increasing doses of biosolids
Resumo em inglês
The society demand for better environment conditions has required from the private and also not private companies a defined and more advanced politics for the sewer treatment. This treatment results in solid residues denominated biosolids (treated and hygienic sewage sludge) which was spread on planted forest seems to be the better solution. The aim of this study was to evaluate the use of increasing doses of biosolids over root systems of planted Eucalypt. The research was conducted with three years old planted Eucalyptus grandis Hill ex Maiden area, placed in the Experimental Station of Itatinga (ESALQ/USP), in Itatinga, São Paulo State. The experimental design was based in plots of 600 m2, with 6 treatments and 4 blocks. Each block had 100 plants (10 rows with 10 plants). The biosolids was applied only between the rows of planting. The treatments were: 1) control "Tt"; 2) inorganic fertilizes "Ad"; 3) 10t ha-1 of biosolids with potassium "10t+K"; 4) 10t ha-1 of biosolids with potassium and phosphorus "10t+KP"; 5) 20t ha-1 of biosolids with potassium "20t+K"; 6) 40t ha-1 of biosolids with potassium "40t+K". To sample the fine roots, it was used a stainless steel cylindrical probe with the diameter of 4 cm. Fine roots distribution in the soil profile was established in the layers from 0-10 and 10-30 cm in the row and in the area between the rows. The fine roots were washed and had the average length and thickness settled by Delta T Sean System. During the sample period the soil temperature and lightness of the understory were monitored. The "10+KP" and "40+K" showed bigger basal area of eucalypt treatments. The "Tt" presented basal area 38% lower to the "10+KP" trees basal area. The "40+K" treatments presented the smaller value of photosynthetic radiation rate in the understory (64,1 µmol cm-2s-1) and the "Tt" treatment the highest value (104,4 µmol cm-2s-1). The soil temperature in the treatments were, in average, 27,9°C on the soil surface and 26,1°C at 10 cm depth. The highest temperature value was in "Tt" treatment due to the bigger solar radiation in understory. The density average of eucalypt fine roots (≤ 3 mm thick), in the soil surface layer (0-10 cm) was 6,58 cm cm-3, and decreased to 1,88 cm cm-3 in the lower soil layer (10-30 cm). The treatments that presented higher fine roots density in the soil surface layer, were "Tt" (8,20 cm cm-3) and the "Ad" (7,77 cm cm-3). The smallest value (5,87 cm cm-3) was found in the treatments with biosolids. The highest diameter value (0,47 mm) was found in the planting rows, while the smallest value (0,38 mm) were found in the area between the rows. The treatments that presented fine roots with highest specific surface area were "Tt" (1,36 cm2 cm-3) and "Ad" (1,23 cm2 cm-3). The smallest root specicie surfaee area was observed in treatments with biosolids with average 0,76 cm2 cm-3.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-12-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.