• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Thèse de Doctorat
DOI
10.11606/T.11.2013.tde-19062013-110529
Document
Auteur
Nom complet
Everaldo Moreira da Silva
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
Piracicaba, 2013
Directeur
Jury
Duarte, Sergio Nascimento (Président)
Botrel, Tarlei Arriel
Casarini, Edivaldo
Mousinho, Francisco Edinaldo Pinto
Rodrigues, Paulo Hercílio Viegas
Titre en portugais
Cultivo de roseiras em ambiente protegido sob níveis de salinidade do solo e relações nitrogênio:potássio
Mots-clés en portugais
Condutividade hidráulica do solo
Cultivo protegido
Fertilizantes
Nitrogênio
Potássio
Rosa
Solo salino
Resumé en portugais
A produção de rosas em ambiente protegido sob fertirrigação é uma técnica bastante utilizada pelos floricultores. Em ambiente protegido o manejo nutricional é realizado de forma mais intensa que nas condições de campo, priorizando-se a adubação via fertirrigação. Na fertirrigação a relação nitrogênio:potássio é um fator relevante nos parâmetros de produtividade e qualidade das flores de rosas. Neste sentido, o objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito da salinidade causada por excesso de aplicação de fertilizantes via fertirrigação associadas a diferentes relações nitrogênio:potássio (N:K) sobre os parâmetros biométricos e produtivos da roseira cultivada em ambiente protegido. O monitoramento da condutividade elétrica (CE) e das concentrações de nitrato e potássio na solução do solo, ao longo do ciclo da cultura, foram realizadas com o uso da TRD. Ao final do ciclo avaliou-se a extração de macronutrientes no tecido vegetal das hastes, folhas e botões florais. O experimento foi conduzido no período de 03 de março a 03 de novembro de 2012 na área experimental do Departamento de Engenharia de Biossistemas da Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", em Piracicaba, SP. Com 22º 42' de latitude sul e 47º 38' de longitude oeste e uma altitude de 540 m. Foi adotado o delineamento em blocos casualizados completos, arranjados em esquema fatorial (5 x 3 + 1), com quatro repetições, totalizando 64 parcelas, sendo a unidade experimental representada por uma parcela com dimensões de 0,40 m de largura por 0,50 m de profundidade e 2,0 m de comprimento. Os tratamentos foram formados pela combinação de cinco níveis iniciais de condutividade elétrica (CEes: 1,2; 2,3; 3,3; 4,3 e 5,5 dS m-1), a serem mantidos constantes ao longo do ciclo da roseira e três relações nitrogênio:potássio (N:K) (2:1; 1:2 e 1:3) e uma testemunha com relação N:K (1:1). A irrigação foi realizada por gotejamento, utilizando um fator de depleção de água no solo de 0,3 para o manejo da irrigação. A umidade do solo foi monitorada com o uso de sondas TRD e de tensiômetros providos de transdutores de pressão. Os níveis de salinidade do solo provenientes do acúmulo de sais fertilizantes afetaram diretamente as variáveis: número e comprimento de hastes, matéria fresca e seca das hastes e botões florais. Diante dos resultados obtidos, observou-se que, as variáveis diâmetro de botão e índice de área foliar não sofreram influência em relação aos tratamentos impostos. Isoladamente as relações N:K não influenciaram nenhum parâmetro avaliado. As concentrações de N, K, P, Ca e Mg nos tecidos vegetais aos 245 dias após o transplantio (DAT), foram afetadas pelos tratamentos impostos. As maiores concentrações foram observadas nas folhas, sendo o nitrogênio o elemento de maior concentração, seguido pelo potássio. Com o uso da sonda TDR no manejo da fertirrigação foi possível manter os níveis desejados de salinidade da solução do solo ao longo do tempo, bem como as concentrações de nitrato (NO3-) e potássio (K+). A salinidade limiar do solo para a cultura da roseira foi de 2,52 dS m-1.
Titre en anglais
Greenhouse rose crop under different level of soil salinity and nitrogen:potassium fertilization ratios
Mots-clés en anglais
Fertilizers
Nitrogen
Potassium
Protected cultivation
Rose
Saline soil
Soil hydraulic conductivity
Resumé en anglais
The fertigation is a technique often used in the greenhouse rose crop by flower famers. Under greenhouse conditions the nutritional management is often more intense than under field conditions, as a result, the application of fertilizers is applied by fertigation. In the fertigation, nitrogen and potassium fertilization ratios are important parameters which determine yield and quality of the rose flowers. Therefore, the objective of this research was to evaluate the effect of soil salinity, due to the excessive fertilizers application by fertigation, associated with different nitrogen-potassium ratios (N:K) on biometric and productive parameters of the greenhouse rose crop. The electrical conductivity (EC), nitrogen and potassium levels in the soil solution were measured by TDR sensors during crop cycle. At the end of the crop cycle, macronutrients extractions in the stems, flower buds and flowers were measured. The experiment was carried out from 03/03/2012 to 11/03/2012 in the experimental field area of Department of Biosystems Engineering at "Luiz de Queiroz" College of Agriculture, in Piracicaba, Sao Paulo State, Brazil. The place are located in the latitude 22º 42' south and longitude 47º 38' west with 540 m of the altitude. The statistical design was a randomized complete block, organized in a factorial scheme (5 x 3 + 1), with four repetitions and 64 parcel in total. Each experimental unit was represented for each parcel with dimensions 0.40 m of width, 0.50 m of depth and 2 m of length. Treatments were a combination of five initial EC levels (EC: 1.2; 2.3; 3.3; 4.3 and 5.5 dS m-1) which were maintained constant during de rose crop and three nitrogen-potassium fertilization ratios (N:K - 2:1; 1:2 e 1:3), and one witness with N:K ratio of 1:1. The irrigation was realized by drip system and it was utilized a soil-water depletion factor of 0.3 to irrigation management. The soil moisture was measured by TDR sensors and tensiometer with pressure transducers. Soil salinity levels due to the fertilizers accumulation affected directly the variables: stem number, stem length; dry and fresh matter of the stems and flower buds. Flower bud diameter and leaf area index were not affected by the imposed treatments. Nitrogen-potassium ratios did not affect any evaluated parameter. N, K, P, Ca and Mg concentration in the tissues at 245 days after planting (DAT) were affected by imposed treatment. Biggest concentration were found in the leaves which nitrogen showed the highest concentration followed by potassium. TDR sensors allowed maintaining the salinity levels in the soil solution at the desired levels during crop cycle, and also the nitrogen (NO3-) and potassium concentrations (K+). Threshold salinity of soil for the culture of the rose was (2.52 dS m-1).
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2013-07-04
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
Centro de Informática de São Carlos
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2021. Tous droits réservés.