• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2016.tde-25072016-153809
Documento
Autor
Nome completo
Natalia Dinoá Duarte Cardoso de Brito
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Varela, Patrícia Siqueira (Presidente)
Peleias, Ivam Ricardo
Birochi, Renê
Martins, Gilberto de Andrade
Título em português
Sucesso do microempreendedor individual no Brasil
Palavras-chave em português
Delph
Empreendedorismo
Microempreendedor individual
Sucesso
Resumo em português
O empreendedorismo pode ser definido como qualquer tentativa de criação de um novo empreendimento como, por exemplo, uma atividade autônoma, uma nova empresa ou a expansão de um empreendimento existente. No Brasil, o empreendedorismo é uma atividade exercida por dezenas de milhões de indivíduos. Destes, 6,2 milhões são microempreendedores individuais (MEI). Esta categoria de empresários tem um faturamento bruto anual limitado por lei a R$ 60.000,00, e não pode ter mais de um empregado. Os microempreendedores individuais são importantes agentes na economia. Se todos os MEI atingirem o faturamento máximo, o valor movimentado na economia ultrapassa R$ 370 bilhões. Percebendo a importância destes agentes, o governo expandiu os regimes fiscais favoráveis aos microempreendedores individuais. Há também outras ações de incentivo, por parte de bancos públicos e privados, aos pequenos empreendedores, como a concessão de microcrédito. Contudo, mesmo com o acesso a tais benefícios, manter um empreendimento em funcionamento pode ser uma tarefa complexa. Por dispor de poucos recursos humanos e financeiros, torna-se essencial ao MEI que almeja o sucesso, possuir conhecimentos técnicos e gerenciais. Diante disso, alguns programas têm surgido com o intuito de ensinar aos MEI a controlar suas finanças e a gerir seus negócios, tornando-os empresários de sucesso. Todavia, para auxiliar os MEI a serem bem-sucedidos, faz-se necessário compreender o que é o sucesso deste público alvo. Assim, esta pesquisa foi desenvolvida com o intuito de identificar e analisar fatores que indicam sucesso do microempreendedor individual. Para isso, optou-se pela utilização do método Delphi. Para participação no Delphi, especialistas em pequenos empreendimentos foram selecionados e submetidos a aplicações de questionários, que continham fatores que pudessem indicar sucesso do microempreendedor individual. Para a elaboração dos questionários, foi realizado um levantamento na literatura sobre sucesso do empreendedor, sendo encontrados poucos estudos voltados ao tema. Dezesseis fatores foram levantados e apresentados aos especialistas. No decorrer das aplicações, fatores foram excluídos e incluídos. Ao final, os fatores considerados como mais importantes pelos especialistas foram: lucro, fluxo de caixa positivo, sobrevivência, vendas, remuneração do empreendedor, carteira de clientes, autorrealização, regularidade fiscal, profissionalização, separação entre pessoa física e pessoa jurídica, crescimento, independência, inovação, reconhecimento, formalização e aquisição de bens. O resultado da pesquisa permite as seguintes reflexões: 1) com exceção da autorrealização, fatores apontados como de sucesso pessoal não foram bem classificados. 2) diversos fatores como lucro, fluxo de caixa, venda, separação entre pessoas física e jurídica e sobrevivência são conceitos amplamente abordados pelas Ciências Contábeis, podendo ser incorporados e enfatizados pelos programas de apoio; 3) a inovação, apresentada por teóricos como a principal atribuição do empreendedor e abordada por alguns programas de apoio, foi apontada por alguns especialistas como um fator que indica sucesso, enquanto outros afirmam que o MEI dificilmente agregaria algo inovador a seus produtos ou serviços. Espera-se que os resultados da pesquisa forneçam aos programas de apoio aos MEI e aos fomentadores de políticas públicas, subsídios para que se tornem mais eficazes ao auxiliar estes indivíduos a se tornarem bem sucedidos.
Título em inglês
Success of individual microentrepreneur in Brazil
Palavras-chave em inglês
Delphi
Entrepreneurship
Individual microentrepreneurs
Success
Resumo em inglês
Entrepreneurship can be defined as any attempt to create a new venture, for example, an autonomous activity, a new business or expanding an existing business. In Brazil, entrepreneurship is an activity carried out by tens of millions of individuals. Of these, 6.2 million are individual microentrepreneurs (or MEI, in Brazil). This category of business has annual gross sales limited by law to R$ 60,000.00, and cannot have more than one employee. Individual microentrepreneurs are important agents in the economy. If all of these individuals reached the maximum billing, the amount moved in the economy would R$ 370 billion. Realizing the importance of these agents, the government expanded the favorable tax regimes to MEI. There are also other actions taken by public and private banks to stimulate small entrepreneurs, such as microcredit. However, even with access to such benefits, maintaining an enterprise in operation can be a complex task. Because they have few human and financial resources, it is essential to a MEI that expects to be successful to have knowledge not only of technical, but also managerial issues. Therefore, some programs have emerged in order to teach MEI to manage their finances and manage their business, making them successful entrepreneurs. However, in order to assist the MEI to be successful, it is necessary to understand what success is for this target audience. Thus, this research was conducted in order to identify and analyze factors that indicate the success of individual microentrepreneurs. For this purpose, the Delphi method was selected. To participate in the Delphi, experts in small enterprises were selected and required to answer applications containing factors that could indicate the success of individual microentrepreneurs. For the preparation of questionnaires, a survey was conducted on entrepreneurial success, although there are few studies related to the theme. Sixteen factors were collected and presented to specialists. During the application, factors were excluded and included. In the end, the factors considered most important by the experts were: profit, positive cash flow, survival, sales, entrepreneur compensation, customer base, sense of accomplishment, tax compliance, professionalization, separation between the individual entrepreneur and the owned business, growth, independence, innovation, recognition, formalization and purchase of goods. The results of the research allow for the following considerations: 1) except for sense of accomplishment, factors identified as personal success have not been classified positively; 2) several factors such as profit, cash flow, sales, separation between the individual entrepreneur and the owned business and survival are concepts widely discussed by the Accounting Sciences and can be incorporated and emphasized by the support programs; 3) innovation, presented by theorists as the main attribution of the entrepreneur and addressed by some support programs, was considered by some experts as a factor that indicates success, while others claim that the MEIs could hardly add innovation to their products or services. It is hoped that the research results provide MEI support programs and public policy makers with subsidies in order to get even more effective in helping these individuals to become successful
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
CorrigidoNatalia.pdf (1.56 Mbytes)
Data de Publicação
2016-08-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.