• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.12.2014.tde-29042014-205441
Documento
Autor
Nombre completo
Aladio Zanchet
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2014
Director
Tribunal
Martins, Gilberto de Andrade (Presidente)
Abramovay, Ricardo
Bianchi, Ana Maria Afonso Ferreira
Fernandez, Brena Paula Magno
Lacey, Hugh Matthew
Título en portugués
Ciência livre de valores?: uma abordagem epistemológica da pesquisa em contabilidade ambiental no Brasil
Palabras clave en portugués
Ciência - Interação
Contabilidade ambiental
Epistemologia
Pesquisa científica
Valores
Resumen en portugués
O prestígio e a autoridade obtidos pela ciência têm como um de seus principais fundamentos a ideia de que a representação científica da realidade é livre de influências dos valores morais, éticos e sociais dos pesquisadores. Essa ideia, porém, permanece como uma das questões centrais do debate na filosofia da ciência e na epistemologia, e a reflexão sobre a relação que valores mantêm com práticas científicas é considerada essencial para o aperfeiçoamento da ciência. Questões ambientais têm contribuído para acentuar as controvérsias sobre a maneira como a ciência é conduzida e, nesse sentido, este trabalho busca contribuir para o aperfeiçoamento das práticas científicas por meio de uma reflexão crítico-epistemológica sobre o papel desempenhado pelos valores no processo de construção do conhecimento científico em Contabilidade Ambiental (CA) no Brasil. O desenvolvimento do trabalho foi orientado, fundamentalmente, pela filosofia de Hugh Lacey, cujo modelo de análise da relação entre valores e atividades científicas possibilita identificar e situar o papel que os valores desempenham nas práticas científicas, sem que com isso a imparcialidade, na avaliação de teorias, fique prejudicada. Para a análise empírica foram acessados 344 trabalhos de pesquisa sobre CA publicados no Brasil entre os anos de 1998 e 2013, envolvendo teses de doutorado, dissertações de mestrado e artigos de periódicos. O exame dos discursos presentes nos trabalhos focou as estratégias de pesquisa que orientaram tais investigações. A análise dos pressupostos teóricos que orientaram as pesquisas e dos critérios de seleção de dados empíricos utilizados para testar as teorias adotadas, mostra que estratégias de pesquisa de abordagem descontextualizada são hegemônicas na condução das pesquisas em CA no Brasil. Autores dos trabalhos analisados silenciam sobre pressupostos ontológicos e epistemológicos que orientaram suas investigações, e sobre o papel que valores exercem nessa atividade. As pesquisas são conduzidas sob a crença numa realidade objetiva, cuja existência independe da consciência, dos valores e dos interesses humanos, e espelham a possibilidade de capturar e representar a realidade de uma forma objetiva, neutra e imparcial. Visando, fundamentalmente, promover a possibilidade de controlar os objetos investigados, a ênfase das pesquisas está em explicar e prever o comportamento dos fenômenos por meio da identificação de padrões de comportamento, de regularidades e de relações causais. Decorrente dos próprios objetivos instrumentais da contabilidade, a adoção quase exclusiva desse tipo de estratégia de pesquisa reflete uma subordinação das escolhas metodológicas à possibilidade de aplicação do conhecimento gerado para fins de controle, o que compromete a neutralidade das práticas científicas dessa área. Tais resultados levam à conclusão de que as práticas de pesquisa em CA no Brasil não estão comprometidas com o ideal da neutralidade científica, em razão da relação mutuamente reforçada entre as aplicações do produto da ciência e as escolhas metodológicas. A par dos avanços já obtidos na pesquisa em CA no Brasil por meio das estratégias descontextualizadas, um comprometimento efetivo com o ideal da neutralidade nas práticas científicas requer a abdicação desse monismo metodológico em favor da coexistência de uma pluralidade de estratégias de pesquisa nessa área.
Título en inglés
Value-free science?: an epistemological approach of the environmental accounting research in Brazil.
Palabras clave en inglés
Environmental accounting
Epistemology
Science - Interaction
Scientific research
Values
Resumen en inglés
The prestige and authority obtained from science have as one of their main foundations the idea that scientific representation of reality is free from influences of moral, ethical and social values of the researchers. However, this idea remains as one of the central questions of debate in philosophy of science and epistemology, and the reflection on the relationship between values and science practices is considered essential for the improvement of science. Environmental issues have contributed to the widening controversy about the way science is conducted and, in this sense, this paper aims to contribute to the improvement of scientific practices through a critical-epistemological reflection on the role of values in the process of building scientific knowledge on Environmental Accounting (EA) in Brazil. The work development was driven primarily by the philosophy of Hugh Lacey, whose model of analysis of the relationship between values and science activities helps identify and define the role that values play in scientific practices, thereby without impartiality in evaluating theories be impaired. For the empirical analysis 344 research papers published on EA in Brazil between the years 1998 and 2013, involving doctoral dissertations, master theses, and journal articles were accessed. The examination of the present discourses in the work focused research strategies that guided such investigations. The analysis of the theoretical assumptions that guided the research and the criteria for selection of empirical data used to test the theories adopted, shows that research strategies of decontextualized approach are hegemonic in conducting research in EA in Brazil. Authors of the analyzed papers are silent regarding to ontological and epistemological assumptions that guided their research, and about the role that values exert on this activity. Surveys are conducted under the belief in an objective reality which existence is independent of consciousness, values and human interests, and reflect the ability to capture and represent reality in an objective, neutral and impartial manner. Aimed primarily to promote the possibility of controlling the objects investigated, the emphasis of the research is to explain and predict the behavior of phenomena through the identification of behavioral patterns, regularities and causal relationships. Arising own instrumental goals of accounting, the almost exclusive adoption of this type of research strategy reflects a methodological subordination of the possibility of applying the knowledge generated for control purposes, which compromises the neutrality of scientific practices in this area choices. These results lead to the conclusion that research practices in EA in Brazil are not committed to the ideal of scientific neutrality, due the relationship between mutually reinforced product applications of science and methodological choices. Alongside the progress already achieved in research on EA in Brazil through decontextualized strategies, an effective commitment to the ideal of neutrality in scientific practices requires the abdication of this methodological monism in favor of the coexistence of a plurality of research strategies in this area.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
AladioZanchetVO.pdf (1.38 Mbytes)
Fecha de Publicación
2014-05-08
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.