• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Thèse de Doctorat
DOI
10.11606/T.12.2012.tde-11062012-153006
Document
Auteur
Nom complet
João Paulo Martin Faleiros
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Paulo, 2012
Directeur
Jury
Alves, Denisard Cneio de Oliveira (Président)
Bueno, Rodrigo de Losso da Silveira
Gonçalves, Carlos Eduardo Soares
Kannebley Júnior, Sérgio
Silveira, Jaylson Jair da
Titre en portugais
Três ensaios sobre a relação entre comércio internacional e crescimento econômico em uma perspectiva não linear
Mots-clés en portugais
Comércio internacional
Desenvolvimento econômico
Econometria
Resumé en portugais
Esta tese apresenta três ensaios empíricos sobre a relação entre comércio internacional e crescimento, utilizando modelos empíricos não lineares. No primeiro ensaio, os autores propõem o modelo MR-STVEC (Multiple Regime Smooth Transition VEC), para uma amostra de quatro países desenvolvidos (Estados Unidos, Canadá, Japão e Alemanha), na perspectiva de avaliar de que modo as exportações influenciam a produtividade total dos fatores (PFT). Os resultados indicam que as exportações possuem um mecanismo de reverter possíveis choques negativos de produtividade. Adicionalmente, para o Canadá e Alemanha, quando há um movimento de ascensão da produtividade, proveniente de um eventual choque positivo, as exportações também agem, mas de modo a restringi-lo. O segundo ensaio verifica a relação de causalidade entre variáveis de comércio internacional (exportações e importações) e a taxa de crescimento do produto, aqui mensurado pela produção industrial. Neste caso, a amostra é composta de vinte nações com diferentes níveis de renda. Uma abordagem empírica alternativa, denominada entropia de transferência (ET), é aplicada, com a vantagem de não assumir a priori qualquer tipo de especificação paramétrica. Os resultados mostram que o comércio internacional é um importante fator para melhor entender crescimento, em termos do conceito de redução de incertezas futura, com destaque para as exportações quando são considerados países em desenvolvimento. Entretanto, o sentido de causalidade reversa é predominante na amostra, em especial para países mais ricos. Por fim, o último ensaio segue o argumento de Hausmman et al (2007) e avalia se o grau de especialização das exportações e importações cria uma possível não linearidade entre abertura comercial e renda per capita. Em outras palavras: a composição da pauta de exportação e importação pode alterar a capacidade que a abertura comercial tem em explicar o diferencial de renda entre nações? Para verificar esta hipótese, aplica-se o modelo de painel com transição suave para 110 países, seguindo o mesmo procedimento Frankel e Romer (1999), evitando assim o problema de endogeneidade. Os resultados empíricos indicam que quando as exportações são especializadas em commodities e as importações são diversificadas, a abertura não é capaz de influenciar a renda. Por outro lado, se as exportações são mais diversificadas, independentemente do grau de especialização que as importações venham apresentar, a abertura torna-se relevante em explicar o diferencial de renda entre as nações.
Titre en anglais
Essays about the relationship between international trade and economic growth in a nonlinear perspective
Mots-clés en anglais
Development economics
Econometrics
International trade
Nonlinear models
Resumé en anglais
The present dissertation is composed of three essays that study the relations between economic growth and international trade through nonlinear empirical models. In the first essay, the author uses Multiple Regimes Smooth Transition Vector Error-Correction Models (MR-STVEC) for a sample of developed countries (United States, Canada, Japan and Germany) in order to evaluate how exports may affect productivity. The results indicate that exports may reverse a drop of productivity. Furthermore, in particular for Canada and Germany, exports are able to restrict productivity when there is an ascent movement. The second essay examines the causality between foreign trade variables (exports and imports) and output growth, as measured by industrial production. Here, the sample is composed of twenty nations with different income levels. An alternative time series empirical approach called transfer entropy (ET) is applied; it does not impose any aprioristic parametric function. The results show that trade is an important factor for the understanding of output growth, particularly exports when we focus on some developing countries. However, the reverse causality is also observed and, in general, is preeminent. Finally, the last essay follows the arguments of Hausmman et al (2007) in order to verify if sectorial specialization of exports and imports creates nonlinearities between the degree of openness of an economy and its per capita income. In other words: the compositions of exports and imports can change the capacity that the economic degree of openness has to explain the income differentials among countries? In order to address this issue, the third essay applies a Panel Smooth Transition Model for 110 countries, following the same procedure of Frankel e Romer (1999) to avoid endogeneity problem. Results indicate that when exports are specialized in commodities and imports are diversified, openness do not influence income. Otherwise, if exports are diversified, independently of the levels of import's specialization, openness turns out to be relevant to explain per capita income.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2012-06-20
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
Centro de Informática de São Carlos
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2020. Tous droits réservés.