• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Daniel de Sales Casula
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Bueno, Rodrigo de Losso da Silveira (Presidente)
Bonomo, Marco Antonio Cesar
Fernandes, Marcelo
Giovannetti, Bruno Cara
Título em inglês
Short selling, the supply side: are lenders price makers ?
Palavras-chave em inglês
Loan fee
Short selling
Resumo em inglês
It is widely accepted in the literature that high lending fees predict negative returns because high fees capture the negative information from short sellers, on the demand side. Traditionally, the supply side is seen as passive, in which stock lenders act as price takers. Recent studies, however, have shown that this passivity of lenders no longer perpetuates. Faced with this discussion, the present study analyze the Brazilian stock loan market and disentangles the shorting demand and shorting supply curve shifts in order to understand the driving mechanism linking the supply side and stock returns. We also link the shorting supply curve with new announcements and verify how lenders react to a new information in the market. Our results indicate that lenders decrease the loan supply when they predict negative future returns and that they use new information to change supply conditions, indicating that lenders are not price takers
Título em português
Short selling, o lada da oferta: credores são ativos ?
Palavras-chave em português
Taxa de empréstimo
Venda a descoberto
Resumo em português
É amplamente aceito na literatura que altas taxas de empréstimo de ações preveem retornos negativos, uma vez que altas taxas capturam as informações negativas de vendedores a descoberto, do lado da demanda. Tradicionalmente, o lado da oferta é visto como passivo, no qual os credores das ações agem como tomadores de preços. Estudos recentes, entretanto, mostram que essa passividade dos emprestadores não mais se perpetua. Diante dessa discussão, o presente estudo analisa o mercado de crédito acionário brasileiro e separa a curva de demanda da curva de oferta por short para entender o mecanismo de condução que liga o lado da oferta aos retornos acionários. Analisa-se, também, a relação da curva de oferta de short com novas informações e verifica-se como os credores reagem a uma nova informação no mercado. Nossos resultados indicam que os credores restringem a oferta de empréstimo de ações quando preveem retornos futuros negativos e que usam novas informações para alterar as condições de empréstimo, indicando que os credores não são tomadores de preço
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
OriginalDaniel.pdf (1.25 Mbytes)
Data de Publicação
2019-08-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.