• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.12.2012.tde-08082012-182316
Documento
Autor
Nome completo
Jacquelaine Florindo Borges
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Casado, Tania (Presidente)
Enoque, Alessandro Gomes
Malvezzi, Sigmar
Soares, Angelo dos Santos
Tonelli, Maria Jose
Título em português
Quando o empreendedorismo gera o empreendedor: as microfundações da carreira empreendedora
Palavras-chave em português
Administração de carreiras
Empreendedorismo
Identidade profissional
Mitos
Resumo em português
Carreira e empreendedorismo são dois campos de conhecimento que assumiram papel central em estudos de Administração a partir do final do século XX. Todavia, a predominância do paradigma funcionalista e da pesquisa quantitativa nos estudos acadêmicos de ambos os campos tem sido criticada. Também o conhecimento oriundo da prática de consultoria, fortemente disseminado em ambos os campos, é avaliado como superficial e pouco rigoroso pelos cânones científicos. Apenas uma minoria dos estudos, em ambos os campos, analisa a carreira e o empreendedorismo como processos de interação social. Carreira e empreendedorismo desenvolveram-se como campos separados de estudos, o que tem impedido a produção de um vigoroso diálogo entre esses dois campos. Nós elegemos esse espaço de interseção entre carreira e empreendedorismo como nosso tema de pesquisa: a carreira empreendedora. Nós buscamos respostas para uma questão que problematiza o diálogo entre carreira e empreendedorismo: por que e como o empreendedorismo gera o empreendedor? O objetivo geral é fazer avançar o conhecimento sobre a carreira empreendedora a partir do estudo de suas microfundações no âmbito privado (individual) e no âmbito público (coletivo e estrutural). Para a condução da pesquisa, nós empregamos a triangulação de paradigmas e teorias: o paradigma interpretativo, que caracteriza igualmente estudos da Sociologia filiados ao interacionismo simbólico e à teoria dramatúrgica e os estudos da Psicologia Social sobre as interações cotidianas; o paradigma estruturalista, que caracteriza a abordagem do mito do herói em estudos de Mitologia; e os paradigmas crítico e pós-estruturalista nos campos da Sociologia, da Psicologia Social e dos Estudos Organizacionais, que problematizam a relação entre o público e o privado na carreira empreendedora. A pesquisa foi realizada em duas etapas: na primeira, nós utilizamos o método de análise de conteúdo para estudar as histórias de 21 empreendedores de uma cidade do interior do país, relatadas pela mídia impressa, visando ao estudo de hipóteses sobre os mitos da carreira empreendedora; na segunda etapa, nós utilizamos elementos do método da história de vida temática e a técnica de entrevista semiestruturada para coletar dados sobre a participação de mitos, emoções e identidades na carreira de 18 empreendedores que estavam presentes na primeira etapa da pesquisa. A partir da triangulação dos dados das duas etapas da pesquisa, nós propusemos uma definição para a carreira empreendedora, descrevemos suas microfundações e oferecemos uma definição de empreendedorismo. A identidade empreendedora é analisada como um processo de interações do indivíduo com ele mesmo e de interações do indivíduo com os outros indivíduos e com as instituições. Desse modo, nossa pesquisa amplia os estudos de um campo ainda pouco compreendido - a carreira empreendedora - bem como dos próprios conceitos de carreira e de empreendedorismo.
Título em inglês
When entrepreneurship generates the entrepreneur: microfoundations of the entrepreneur career
Palavras-chave em inglês
Careers management
Entrepreneurship
Mythos
Professional identity
Resumo em inglês
Career and entrepreneurship are two fields of knowledge that took over the main role in Management studies at the end of the 20thcentury. Yet, predominance of the functionalist paradigm and quantitative research in academic studies of both fields have been criticized. Also, the knowledge that comes from consultancy practices, strongly disseminated in both fields, is seen as superficial and lacking strictness by the canons of science. Only a few of the studies in both fields analyze career and entrepreneurship as processes of social interaction. Career and entrepreneurship developed as separate fields of study and this has not permitted strong dialogue between both fields. We chose the intersection between career and entrepreneurship as our theme for research: the entrepreneurial career. We sought answers for an issue that problematizes the dialogue between career and entrepreneurship: why and how entrepreneurship generates the entrepreneur? The general objective is to make advances on the knowledge on entrepreneurial career based on the studies of its microfoundations in the private field (individual) or the public field (collective and structural). In order to conduct the research, we used the triangulation of paradigms and theories: the interpretive paradigm that equally characterizes Sociological studies related to symbolic interaction and dramaturgical theory, and studies of Social Psychology on daily interaction; the structuralist paradigm that characterizes the approach to the hero myth in Mythological studies; and the critical and poststructuralist paradigms in the areas of Sociology, Social Psychology and Organizational Studies that problematize the relation between public and private in entrepreneurial career. The research was carried out in two phases: in the first, we used content analysis methodology to study the trajectory of 21 entrepreneurs from a city in the interior as documented in printed media, aiming to study the hypotheses of the myths of the entrepreneurial career. In the second phase, we used elements of the thematic life-history method and semi-structured interview technique to collect data on the participation of myths, emotions and identities in the careers of the 18 entrepreneurs present in the first stage of the research. Based on the triangulation of data from the two phases of the study, we suggest a definition for entrepreneurial career, describe its micro-foundations, and offer a definition of entrepreneurship. Entrepreneurial identity is analyzed as a process of interactions of the individual with himself and his interaction with other individuals and institutions. In this way, our research broadens the studies of a field that is little understood -- the entrepreneurial career -- as well as the concepts on career and entrepreneurship.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-08-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.