• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.12.2011.tde-10022012-183034
Documento
Autor
Nome completo
Fernando Scandiuzzi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Marcio Mattos Borges de (Presidente)
Camargo Júnior, Alceu Salles
Giraldi, Janaina de Moura Engracia
Matias, Alberto Borges
Oliveira, Jorge Henrique Caldeira de
Título em português
Integração da cadeia de suprimentos no Brasil: um estudo em empresas de grande porte
Palavras-chave em português
Alianças estratégicas
Cadeia de suprimentos
Logística
Resumo em português
As empresas enfrentam hoje um ambiente complexo e altamente competitivo, com os consumidores cada vez mais exigentes e os ciclos de vida dos produtos cada vez menores. Para reagir a estas forças, são necessárias mudanças radicais nas organizações, de forma a tornarem as empresas mais competitivas. Entretanto, os recursos e competências para que isto ocorra são frequentemente difíceis de serem obtidos por uma única empresa. Neste contexto, para se manterem competitivas, as empresas buscaram juntar esforços para conseguirem uma maior coordenação e colaboração entre os parceiros na cadeia de suprimentos em uma abordagem chamada Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos (Supply Chain Management). Na literatura estudada, enquanto vários autores afirmaram que uma maior integração entre as empresas participantes de uma cadeia resulta em melhores desempenhos para estas empresas, outros mostraram que os benefícios dessa integração não puderam ser confirmados. Por outro lado, alguns autores afirmaram que os benefícios deveriam ocorrer por toda a cadeia e não apenas para algumas empresas participantes. Neste contexto, torna-se claro a importância da mensuração do desempenho, tanto das empresas como das cadeias as quais elas pertencem, e também relacioná-lo com o nível de integração da cadeia. Assim, este presente trabalho estudou a relação entre a integração da cadeia de suprimentos e o desempenho, tanto das empresas isoladamente quanto da cadeia como um todo, de empresas nacionais de grande porte. O presente estudo é do tipo quantitativo e descritivo, utilizando o método de levantamento (survey) transversal auto-administrado, onde o questionário ficou disponível on line. Foram estudadas 135 empresas, de 13 setores diferentes, selecionadas por uma amostragem não-probabilística por julgamento. Os dados obtidos foram analisados de duas formas: na primeira forma foi utilizada a Análise Fatorial (para reduzir os número de variáveis) seguido pela análise por Regressão Linear (para verificar a relação entre os constructos) e na segunda forma a análise foi realizada pela técnica de Modelagem de Equações Estruturais (Structural Equation Modeling - SEM). Foram propostas três hipóteses a serem verificadas - Hipótese 1 (H1): Existe uma relação positiva entre integração da cadeia de suprimentos e desempenho organizacional individual; Hipótese 2 (H2): Existe uma relação positiva entre integração da cadeia de suprimentos e desempenho global da cadeia de suprimentos e a Hipótese 3 (H3): Existe uma relação positiva entre desempenho organizacional individual e desempenho global da cadeia de suprimentos. Como resultado final, as três hipóteses foram confirmadas, tanto pela Análise de Regressão, quanto pela Modelagem de Equações Estruturais. Também verificou-se o comportamento dos três constructos de acordo com os setores estudados. Observou-se a existência de diferença de entre os setores apenas para o constructo "integração da cadeia de suprimentos". Assim, os setores estudados são estatisticamente semelhantes nos constructos "desempenho individual" e "desempenho da cadeia de suprimentos".
Título em inglês
Supply chain integration in Brazil: a study in large companies
Palavras-chave em inglês
Logistics
Strategic alliances
Supply chain
Resumo em inglês
Today, companies face a complex and highly competitive environment, with consumers increasingly more demanding and products life cycles shrinking. To fight these forces, radical changes are needed in organizations in order to make companies more competitive. However, the resources and skills for this are often difficult to obtain by a single company. In this context, to remain competitive, companies have joined efforts to achieve greater coordination and collaboration among supply chain partners in an approach called Supply Chain Management. The literature, while several authors stated that further integration among the companies of a chain results in better performance for them, others have shown that the benefits of integration could not be confirmed. On the other hand, some authors stated that the benefits should occur throughout the chain and not just for some participating companies. In this context, it is clear the importance of performance measurement, both businesses and chains which they belong, and also relate it to the level of integration of the chain. Thus, this present work studied the relationship between supply chain integration and performance, both individually and corporate chain as a whole, of large national companies. This study is quantitative and descriptive, using the method of transverse self-administered survey, that the questionnaire was available online. We studied 135 companies from 13 different sectors, selected by a non-probability sampling for trial. Data obtained were analyzed in two ways: first a Factor Analysis was used (to reduce the number of variables) followed by linear regression analysis (to check the relationship between the constructs) and the second way the analysis was performed using the technique Structural Equation Modeling - SEM. We proposed three hypotheses to be verified - Hypothesis 1 (H1): There is a positive relationship between supply chain integration of organizational and individual performance; Hypothesis 2 (H2): There is a positive relationship between supply chain integration and overall performance of the chain supply and Hypothesis 3 (H3): There is a positive relationship between individual organizational performance and global performance of the supply chain. As a final result, the three hypotheses were confirmed, both by Regression Analysis, and by Structural Equation Modeling. It was observed the behavior of the three constructs according to the sectors studied. It was observed that there are differences between sectors only for the construct "integration of the supply chain." Thus, the sectors studied are statistically similar in constructs "individual performance" and "supply chain performance."
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-02-28
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • SCANDIUZZI, Fernando, OLIVEIRA, Marcio Mattos Borges de, e ARAÚJO, G. J. F. A. A logística no comércio eletrônico B2C: um estudo nacional multicasos. Estudos do CEPE [online], 2011, vol. 34, p. 231-241. Dispon?vel em: http://https://online.unisc.br/seer/index.php/cepe/article/view/1983/1690.
  • SCANDIUZZI, Fernando, e OLIVEIRA, Marcio Mattos Borges de. A logística no comércio eletrônico B2C em empresas brasileiras: estudos de caso. In XL - Asamblea Anual de CLADEA, Santiago, 2005. CLADEA 2005 Innovación y Gerencia, el nuevo Gerente para este Milenio., 2005.
  • SCANDIUZZI, Fernando, e OLIVEIRA, Marcio Mattos Borges de. A logística no Comércio Eletrônico B2C em empresas Brasileiras: um estudo multi-caso. In XV SIMPEP SIMPÓSIO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, Bauru - SP, 2008. XV SIMPEP SIMPÓSIO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO., 2008. Dispon?vel em: http://www.simpep.feb.unesp.br/consulta.php.
  • SCANDIUZZI, Fernando, LIMA JUNIOR, José Carlos, e OLIVEIRA, Marcio Mattos Borges de. Utilização da Análise Fatorial na determinação de fatores importantes para a criação de sites de comércio eletrônico. In XI SemeAd Seminários de Administração FEA-USP 2008, São Paulo, 2008. XI SemeAd Seminários de Administração FEA-USP 2008., 2008. Dispon?vel em: http://www.ead.fea.usp.br/semead/11semead/resultado/an_resumo.asp?cod_trabalho=163.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.