• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.12.2016.tde-11072016-121207
Documento
Autor
Nome completo
Gabriela Pelegrini Tiscoski
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Fischer, Rosa Maria (Presidente)
Bose, Monica
Amorim, Wilson Aparecido Costa de
Dias, Sylmara Lopes Francelino Gonçalves
Oliveira Júnior, Moacir de Miranda
Título em português
O processo de aprendizagem organizacional em uma incubadora social
Palavras-chave em português
Aprendizagem organizacional
Economia solidária
Empreendedorismo
Incubadora de empresas
Resumo em português
A linguagem técnica da academia e da gestão podem distanciar alguns grupos, como os empreendimentos populares. Sendo assim, é necessária a construção de novas estratégias de formação para capacitação, com aplicação de metodologias de educação e aprendizagem para esse público, com o qual a universidade pode não estar preparada e/ou acostumada a trabalhar. Nesse contexto, surgem as incubadoras como um ambiente flexível para o desenvolvimento e fortalecimento de novos empreendimentos. O presente trabalho objetivou identificar se os conhecimentos transmitidos nos programas de capacitação oferecidos pela Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares da Universidade do Vale do Itajaí - ITCP/UNIVALI - aos empreendimentos solidários são institucionalizados e aplicados em práticas de gestão. A análise contextualizou-se a partir dos conceitos e discussões sobre aprendizagem organizacional, aprendizagem na perspectiva da educação popular, incubadoras de empresas, incubadoras sociais, empreendimentos econômicos solidários e economia solidária. O estudo foi qualitativo, empregando o método exploratório-descritivo, o qual proporciona maior familiaridade com a situação organizacional pesquisada, porque explicita e descreve os eventos que a constituem e que podem responder as questões que originaram a pesquisa. A estratégia de pesquisa foi o estudo de caso e se utilizou a triangulação para coleta dos dados, através de pesquisa documental, observação participante e entrevistas semiestruturadas. O modo de análise e interpretação dos dados foi a codificação e interpretação, a partir do modelo conceitual de Miles et al (2014), através da condensação, exibição e verificação dos dados. Visando auxiliar na análise e codificação dos dados, o software de análise qualitativa ATLAS.ti permitiu organizar e analisar os documentos. Como contextualização teórica, foi utilizado como embasamento principal na análise o modelo dos 4is, de Crossan, Lane e White (1999), no qual a aprendizagem organizacional ocorre por quatro processos sociais e psicológicos inter-relacionados: intuição, interpretação, integração e institucionalização; e que se manifestam em três níveis: individual, grupal e organizacional. O presente estudo identificou quatro categorias de análise sobre os fatores que influenciam o processo de aprendizagem organizacional dos empreendimentos solidários participantes: Comprometimento, Comunicação, Instituições e Teoria x Prática. Os processos de aprendizagem foram identificados nos níveis individual e grupal, entretanto foram pouco nítidos no processo da aprendizagem organizacional, com fraca institucionalização na aplicação das práticas de gestão. Constatou-se que apenas os esforços do Programa de Capacitação da Incubadora como única referência para desencadear a aprendizagem organizacional são insuficientes e não chegam a promover o processo de institucionalização, pois raramente o conhecimento transmitido em cursos e oficinas é disseminado de forma clara e aplicável para o conjunto da organização, e não estimula o comprometimento dos associados com a execução das ações.
Título em inglês
The learning organization process on a social incubator
Palavras-chave em inglês
Business incubator
Entrepreneurship
Organizational learning
Solidarity economy
Resumo em inglês
The technical language of academy and management can distance some groups, such as popular entrepreneurship. Therefore, it is necessary to accomplish new strategies of capacity formation, applying for education and learning methodologies for this audience, wherewith the university cannot be prepared and/or used to work. Incubators come up as a flexible environment for the development and strengthening of new business. This study verified that the knowledge transmitted in the training programs offered by the Technological Incubator of Popular Cooperatives at the University of Vale do Itajaí - ITCP/UNIVALI - to solidarity entrepreneurship are institutionalized and applied in management practices. The analysis is contextualized from the concepts and discussions about organizational learning, at the perspective of popular education, businesses incubators, social incubators, solidary economic projects and solidarity economy. The study is qualitative, using the exploratory and descriptive method, which provides greater familiarity with the organizational situation studied, because explains and describes the events that constitute it and can answer questions that originated the research. The research strategy was the case study and used triangulation to data analysis, through document research, participant observation and interviews. The data analysis and interpretation were conducted accordingly to the conceptual model of Miles et al (2014), through data condensation, display and data verification. To assist in the analysis and data encoding, it was used the software of qualitative analysis ATLAS.ti. As a theoretical context, it was used as the primary basis in analyzing the model of 4IS Crossan, Lane and White (1999), in which the organizational learning occurs by four social and psychological processes interrelated: intuition, interpretation, integration and institutionalization; and are manifested in three levels: individual, group and organizational. This study identified four categories of analysis about the factors affecting process of organizational learning from the enterprises solidarity participant: Commitment, Communication, institutions and Theory x Practice. Learning processes were identified in the individual and group levels, but unclear in the process of organizational learning, with slight institutionalization in the application of management practices. It was found that only the efforts of the Incubator Training Program as a single reference to unleash organizational learning are inadequate and fail to promote the process of institutionalization, because the knowledge transmitted in the courses and workshops is rarely disseminated in a clear and enforceable way to the whole organization, and does not stimulate the commitment associated with the implementation of actions.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
CorrigidaGabriela.pdf (3.84 Mbytes)
Data de Publicação
2016-07-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.