• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2010.tde-16122010-183852
Documento
Autor
Nome completo
Wilian Gatti Junior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Yu, Abraham Sin Oih (Presidente)
Nascimento, Paulo Tromboni de Souza
Silva, Sérgio Luis da
Título em português
A construção do conhecimento no processo de inovação: o desenvolvimento da tecnologia flex fuel nos sistemistas brasileiros
Palavras-chave em português
Aprendizagem organizacional
Desenvolvimento de produtos
Gestão do conhecimento
Indústria automobilística
Resumo em português
Esta dissertação tem como objetivo caracterizar e entender a construção do conhecimento organizacional a partir dos desafios que surgem em uma das mais complexas atividades empresariais: o desenvolvimento de novos produtos. Para isto, investiga o projeto de desenvolvimento da tecnologia flex fuel no contexto brasileiro de três fornecedores de sistemas para a indústria automobilística (sistemistas), historicamente voltado à adaptação de tecnologias e não ao desenvolvimento. O projeto de desenvolvimento da tecnologia flex fuel reúne características que o diferencia da maioria de outros no setor no país, pois foi concebido fora do domínio das montadoras e representa uma experiência, talvez pioneira, que subsidiárias de sistemistas no Brasil tiveram no sentido de integrar competências direcionadas a um desenvolvimento (e não simples adaptação) de elevado grau de complexidade. A pesquisa concluiu que as interações entre as dimensões do conhecimento (epistemológica e ontológica) ocorrem de modo distinto em cada uma das fases do projeto. No prédesenvolvimento, a organização se utiliza mais do conhecimento tácito e individual dos seus empregados (ex.: desenvolvimentos anteriores, interpretação dos sinais de mercado) para construir o conceito de um novo produto. Na etapa seguinte, fase de desenvolvimento, um projeto conduzido de modo formal (com aprovação e recursos destinados ao projeto) emprega o conhecimento tácito, por meio da interação entre diferentes gerações de engenheiros e principalmente, o conhecimento explícito, com o registro das lições do desenvolvimento em relatórios, arquivos e banco de dados, promovendo a construção do conhecimento individual, do grupo e organizacional. Nessa etapa, se inicia também a construção do conhecimento interorganizacional, com a aplicação do sistema flex nos veículos das montadoras. Já um projeto informal, se concentra na construção do conhecimento tácito, que por ter características de conhecimento individual, pode se perder com a saída dos funcionários. Na última fase do projeto, o pós-desenvolvimento, a organização aprende por meio da interação comercial com o mercado (conhecimento tácito) e pelo aprendizado de campo, com as informações reportadas sobre o desempenho do seu produto em condições reais de utilização (conhecimento explícito). Nessa fase, se conclui a formação do conhecimento interorganizacional. Espera-se que este trabalho possa contribuir com novas perspectivas de estudos voltados a relação entre conhecimento e inovação, sobretudo pela importância dos temas para o aumento da competitividade do país.
Título em inglês
Knowledge construction in innovation process: the development of flex fuel technology in the brazilians first tier suppliers
Palavras-chave em inglês
Automotive industry
Knowledge management
Organizational learning
Product development
Resumo em inglês
The objective of this dissertation is to characterize and understand the organizational knowledge construction starting from the challenges that come from one of the most complexes corporate activities: the new product development. For this, it investigates the development project of the flex fuel technology in the Brazilian context of three systems suppliers for the automobile industry (first-tier suppliers), historically related to the adaptation of technologies and not of development. The development project of the flex fuel technology gathers characteristics that distinguishes it from the majority of the other sectors of the country, because it was conceived outside the domain of the carmakers and represents maybe a pioneer experience, that subsidiary of first-tier suppliers in Brazil had in the sense of integrate competences directed to a development (and not simple adaptation) of high degree of complexity. The research concluded that the interaction between the knowledge dimensions (epistemological and ontological) happen in a distinctive way in each one of the projects phases. In the pre-development, the organization uses more from the tacit and individual knowledge from its employees (ex.: former development, interpretation of the market signs) to build the concept of a new product. The following phase, development phase, a project conducted in a formal way (with approval and resources destined to the project) uses the tacit knowledge, through the interaction among different generations of engineers and especially, the explicit knowledge, with the register of the lessons of the development in reports, files and database, promoting building of the individual, group and organizational knowledge. In this phase, it also begins the building of the inter-organizational knowledge, with the application of the flex system in the carmakers. As for an informal Project, that focuses in the building of the tacit knowledge, and has as its characteristics the individual knowledge, it can be lost when the employees leave the company. In the last phase of the project, the post-development, the organization learns through the commercial interaction with the market (tacit knowledge) and through the field learning, through the reported information about the performance of their product in real conditions of use (explicit knowledge). In this phase, the formation of the inter-organizational knowledge is finished. It is the hope that this work could contribute with new studies perspectives related to the relation between knowledge and innovation, above all, because of the importance of the themes for the increasing of the country competitiveness.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
WilianGattiJr.pdf (1.05 Mbytes)
Data de Publicação
2011-01-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.