• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2007.tde-19102007-110741
Documento
Autor
Nome completo
Gabriela de Figueiredo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Fama, Rubens (Presidente)
Perobelli, Fernanda Finotti Cordeiro
Sousa, Almir Ferreira de
Título em português
Determinantes da composição do endividamento de longo prazo das empresas brasileiras listadas na Bolsa de Valores de São Paulo: uma abordagem empírica
Palavras-chave em português
Dívida
Finanças das empresas
Resumo em português
Bastante recorrente na área de Finanças Corporativas, o estudo da estrutura de capital das empresas continua despertando o interesse de muitos pesquisadores. No entanto, a maioria das existentes trata da escolha da empresa no que diz respeito ao uso de capital próprio ou de terceiros para financiar suas atividades. Entendendo que esta decisão envolve também a opção sobre que tipo de recurso de terceiro utilizar, o presente estudo analisa a composição do endividamento da empresa em relação à fonte de financiamento: se recursos privados (i.e. dívida bancária) ou públicos (i.e. títulos de dívida). Para tanto, foram estimados modelos estatísticos tendo como variáveis as informações financeiras de empresas brasileiras com ações listadas na Bolsa de Valores de São Paulo (BOVESPA) e na Sociedade Operadora do Mercado de Ativos (SOMA) e não atuantes no setor de Finanças e Seguros. Os testes foram realizados para duas amostras distintas: uma com o total de empresas e outra apenas com as empresas que efetivamente acessaram o mercado público de dívida corporativa. Foram utilizados dados em painel e três métodos de estimação: pooled, efeitos aleatórios e efeitos fixos. Os resultados apontaram que as empresas, em geral, consideram questões relativas às suas oportunidade de crescimento futuro, disponibilidade de ativos tangíveis, nível de alavancagem e lucratividade são as variáveis relevantes para a tomada de decisão sobre que tipo de dívida utilizar. Mas a partir do momento que passam a ter acesso ao mercado público, o custo da dívida passa a ser importante, assim como o total de ativos imobilizados e nível de endividamento. Tem-se ainda que optam pela dívida privada aquelas empresas com maior potencial de crescimento e mais ativos tangíveis, além de menor lucratividade e menor endividamento. No caso das empresas com dívida pública em seu balanço, quanto menor o custo da dívida privada, maior será sua importância para as mesmas.
Título em inglês
Determinants of the long term indebtedness composition of the Brazilian companies listed at São Paulo stock exchange: an empiral study
Palavras-chave em inglês
Capital structure
Debt type
Indebtedness
Resumo em inglês
A subject extensively studied in the Corporate Finance theme, the capital structure researches continue to motivate annalists around the world. On the other hand, the majority of the existent papers discuss the company?s choice between own capital and third parties resources used to finance its operations. As we understand that such decision also involves the option about which third parties resources to use, the present paper analysis the company?s indebtedness composition related to the financing source: private (i.e. bank debt) or public (i.e. debt bound). For this purpose, it was estimated statistics models using as variables the financial information of the listed companies at São Paulo?s Stock Exchange (BOVESPA) and at Sociedade Operadora do Mercado de Ativos (SOMA) and that not act in the Financial Sector. The tests were done for two samples: one with all the companies and the other only with the companies that effectively used public debt. The data were disposal in panel and three models were estimated: pooled, random effects and fixed effects. The results pointed out that, in general, the companies consider the variables related to future growth opportunities, tangible assets available, indebtedness level and profitability as the major relevant to choice the type of debt related to the financing source. But when the companies access the public debt market, the debt cost becomes important, as the total tangible assets and the indebtedness level. The results also show that the private debt is preferred by the companies with bigger growth opportunities and larger volume of tangible asset, and with lower profitability and indebtedness level. For the companies with public debt on their balance sheet, the lower the private debt cost, the higher its importance to them.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Gabrielaigueiredo.pdf (641.71 Kbytes)
Data de Publicação
2007-11-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.