• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.12.2014.tde-23092014-172336
Documento
Autor
Nome completo
Lina Eiko Nakata
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Casado, Tania (Presidente)
Rodrigues, Ana Carolina de Aguiar
Fagundes, André Francisco Alcântara
Malvezzi, Sigmar
Ribeiro, Marcelo Afonso
Título em português
A transição de carreira do ex-atleta de alto rendimento
Palavras-chave em português
Administração de carreiras
Carreira profissional
Esportes individuais
Resumo em português
Muitos indivíduos planejam sua carreira de acordo com os objetivos de vida. Para o atleta de alto rendimento, a carreira esportiva apresenta características particulares por ser mais dinâmica e ter ciclo mais curto que outras mais tradicionais. Teorias de carreira esportiva ainda são pouco estudadas na academia e, por esse motivo, justificam-se estudos que investiguem a carreira do atleta, uma vez que, em geral, há pouca ou nenhuma preparação para que esse profissional continue trabalhando após sua aposentadoria. O foco deste trabalho está nessa transição, já que os desafios enfrentados pelos atletas são complexos quando deixam suas práticas de alto desempenho para ter uma nova atuação. Nesse contexto, o objetivo geral deste trabalho foi identificar e analisar os fatores que influenciam o processo de transição no encerramento da carreira esportiva do atleta de alto rendimento. Buscou-se compreender as características desses fatores e seus consequentes resultados, com a intenção de relacionar os resultados de carreira classificados como positivos com as características da transição para a aposentadoria. Para atender a esse objetivo, foi realizada uma pesquisa qualitativa com base em modelos teóricos de transição de carreira na aposentadoria: modelo adaptado de Feldman e Beehr (2011) e de Hesketh, Griffin e Loh (2011), modelo de transição de Nicholson (1990), e modelo de desenvolvimento de Higgins e Kram (2001). A amostra da pesquisa abrange 13 ex-atletas de modalidades individuais - dez disputaram os Jogos Olímpicos, dos quais seis são medalhistas - que encerraram sua carreira atlética nos últimos dez anos. Foram conduzidas entrevistas em profundidade, com um roteiro de 21 questões abertas e coletados dados secundários disponíveis na internet. A análise dos dados foi feita por meio da análise de conteúdo. Em relação aos resultados, as transições de carreira foram bem realizadas, dando sua continuidade no contexto esportivo, ou não. É importante entender que a carreira de um profissional contemple não apenas a carreira Olímpica (que está contida na carreira atlética), mas também algo mais amplo (chamado de carreira esportiva), quando o atleta passa a ter uma nova atividade de trabalho na sua modalidade. Outra descoberta é em relação às carreiras objetiva e subjetiva bem sucedidas, pois não era esperado que os ex-atletas estivessem com renda financeira maior do que antes, nem que estivessem tão satisfeitos com ambos os momentos das carreiras. Também foi relevante verificar a importância da manutenção de uma rede de desenvolvimento forte, diversa ou não, para que a transição para a aposentadoria seja positiva, e que o processo de transição começa a ocorrer na própria carreira atlética. As contribuições deste trabalho foram direcionadas aos atletas, aos indivíduos que estão nas suas redes, às organizações esportivas, às universidades, aos pesquisadores da área de Administração e aos gestores de políticas públicas.
Título em inglês
Career transition of higher performance athletes
Palavras-chave em inglês
Career Management
Individual Sports
Professional Career
Resumo em inglês
Many individuals plan their careers according to life goals. The sport career of a higher performance athlete encompasses special features because it is more dynamic and the cycle is shorter when compared to more traditional carrers. Sport career theories are still underresearched in literature. Therefore, studies investigating the career of the athlete are justifiable. It is common for those professionals to have no or little preparation on keep working after the end of the athletic period. This study focused on this transition, as many challenges faced by those athletes when leaving their higher performance activities are complex. In this context, the general goal of this study was to identify and analyze factors that influence the transition process by the end of the higher performance athlete's sport carrer. It aimed at understanding the characteristics of such factors and their resulting outputs and at relating the resulting career rated as 'positive' with the characteristics of transition to retirement. In order to meet this goal, a qualitative research was conducted based on theoretical models of career transition to retirement: adapted models of Feldman and Beehr (2011) and of Hesketh, Griffin and Loh (2011), transition model of Nicholson (1990), and development model of Higgis and Kram (2001). The sample encompassed 13 former individual sport athletes--10 played the Olympic Games and 6 of which received medals--who have ended the athletic careers whitin the last ten years. In-depth interviews with 21 open questions were conducted in addition to secondary data colleted from the Internet. Data analysis was performed through content analysis. Regarding results, career transitions were well performed, as former athletes proceeded to activities both inside and outside the sport context. It is important to highlight that the career of a professional did not embrace only the Olympic career--which is encompassed within the athletic career--but also something more comprehensive--known as sport career--, when the athlete took on a new work activity. Another finding regards the objective and the subjective successful careers, as it was not expected that former athletes had higher earnings after the end of their athletic career. Moreover, it was not expected that they were satisfied both before and after the end of their athletic career. A strong development network--diverse or not--showed to be important for the transition process to be positive and such transition begun during the athletic career itself. Contributions of this study are directed to athletes, individuals belonging to their network, sport organizations, universities, Business researchers, and public policies managers.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
LinaEikoNakata.pdf (2.63 Mbytes)
Data de Publicação
2014-09-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.