• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Doctoral Thesis
DOI
10.11606/T.12.2012.tde-24082012-150039
Document
Author
Full name
Priscila Rezende da Costa
E-mail
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
São Paulo, 2012
Supervisor
Committee
Porto, Geciâne Silveira (President)
Borini, Felipe Mendes
Galina, Simone Vasconcelos Ribeiro
Plonski, Guilherme Ary
Turchi, Lenita Maria
Title in Portuguese
Cooperabilidade e inovação: análises e proposições no contexto das multinacionais brasileiras
Keywords in Portuguese
Cooperação universidade-empresa
Empresas multinacionais
Inovações tecnológicas
Abstract in Portuguese
Ao longo das últimas décadas, a competitividade empresarial foi e continuará dependente da inovação em suas diversas formas. Estruturas dinâmicas e abertas para gerar e compartilhar conhecimentos, competências e tecnologias estão ganhando espaço, não só nos grandes grupos empresariais, localizados em países desenvolvidos, mas em empresas dos mais variados portes e de nacionalidades variadas, com destaque para as multinacionais dos países emergentes. Estas constatações são de suma importância às temáticas de inovação, internacionalização e cooperação, mas o ponto-chave é compreender que, na atualidade, a fonte primordial da competitividade empresarial está relacionada não apenas à inovação propriamente dita, mas em como a inovação é dinâmica e continuamente criada, disseminada e renovada. Foi a partir desse cenário que este trabalho se propôs a verificar como a trajetória e a maturidade da cooperabilidade influenciam a inovação local e global das Multinacionais Brasileiras (MNBrs). Para tanto, foi realizada uma pesquisa baseada na utilização sequencial das abordagens qualitativas e quantitativas. O método utilizado na etapa qualitativa foi o estudo de casos múltiplos, dado que três MNBrs foram analisadas em profundidade: Petrobras, Braskem e Oxiteno. Os dados qualitativos foram coletados por meio de entrevistas e, para analisá-los, utilizou-se análise documental e de conteúdo, sendo também adotado o software ATLAS na análise comparativa dos casos. Na etapa quantitativa foi realizado um levantamento junto ao universo de MNBrs, sendo que uma amostra definitiva de 60 empresas responderam um questionário estruturado. A análise dos dados quantitativos foi processada pelo software SPSS (Statistical Package for Social Sciences) versão 17.0., cujos testes estatísticos realizados foram o X2, o Alpha de Cronbach, a Correlação, a fatorial, o Componente Principal e a Regressão Múltipla. Os resultados obtidos nas etapas qualitativas e quantitativas geraram conclusões sobre (a) os fatores que afetam a trajetória da cooperabilidade, (b) os fatores que afetam a maturidade da cooperabilidade e (c) o impacto da trajetória e da maturidade da cooperabilidade sobre a inovação local e global que, por fim, culminaram na (d) proposição de um modelo sobre a cooperabilidade.
Title in English
Cooperability and Innovation: Analysis and proposals in the context of brazilian multinationals
Keywords in English
Cooperation university-enterprise
Multinational companies
Technological innovation
Abstract in English
Over the past decades, business competitiveness has been dependent on innovation and will continue to be so in its various forms. Dynamic and open structures to generate and share knowledge, skills and technologies are spawning not only in large corporate groups located in developed countries, but also in companies of all sizes and different nationalities, especially multinationals from emerging countries. These findings are of relevant importance to innovation, internationalization and cooperation, but the key point is to understand that, currently, the primary source of corporate competitiveness is related not only to the innovation itself, but also in how innovation is dynamic and continuously created, disseminated and renewed. It was from this scenario that this study aimed to verify how the trajectory and maturity of innovation cooperability influence local and global Brazilian Multinationals (BMN). For this purpose, a survey was conducted based on the sequential use of qualitative and quantitative approaches. The method used in the qualitative step was the multiple case study, given that three BMN were analyzed in depth: Petrobras, Braskem and Oxiteno. Qualitative data were collected through interviews and in order to analyze them, documents and content analysis was used, besides the adoption of ATLAS software in comparative case analysis. In the quantitative stage, a survey to the universe of MNBrs was conducted, with a final sample of 60 firms which answered a structured questionnaire. The quantitative analysis was conducted using the software SPSS (Statistical Package for Social Sciences) version 17.0, whose performed statistical tests were the X2, the Cronbach's alpha, the correlation, the factor, the Principal Component and Multiple Regression. The results obtained in qualitative and quantitative steps generated conclusions about (a) the factors affecting the trajectory of cooperability, (b) the factors affecting the maturity of cooperability and (c) the impact of history and maturity of cooperability on local and global innovation, which finally resulted in (d) proposing a model on cooperability.
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
Publishing Date
2012-08-30
 
WARNING: The material described below relates to works resulting from this thesis or dissertation. The contents of these works are the author's responsibility.
  • COSTA, P. R., e PORTO, G. S. GOVERNANÇA TECNOLÓGICA E O IMPACTO SOBRE A COOPERABILIDADE NAS MULTINACIONAIS BRASILEIRAS. RAE , 2014, vol. 54, p. 1-15.
  • COSTA, P. R., e PORTO, G. S. Proposição de um modelo de internacionalização do P&D interno e externo nas Multinacionais Brasileiras. RAUSP-e (São Paulo), 2013, vol. 48, p. 1-20.
  • COSTA, P. R., PORTO, G. S., e BENEDETE, A. T. Evaluation of the Determinants of Technological and Managerial Results of Cooperability in Brazilian Multinationals. Journal of Technology Management & Innovation [online], 2013, vol. 8, p. 4-23. Dispon?vel em: http://www.jotmi.org/index.php/GT/article/view/1328.
  • COSTA, P. R., et al. O Papel da Inovação na Internacionalização das Empresas Brasileiras de Médio Porte que atuam no Setor de Tecnologia da Informação e Comunicação. In XIII SEMEAD, São Paulo, 2010. XIII SEMEAD., 2010. Dispon?vel em: http://https://wwws.cnpq.br/curriculoweb/pkg_menu.menu?f_cod=6177711EBAB6E9D19C997E617EE87594.
  • COSTA, P. R., e PORTO, G. S. ANÁLISE DA CAPACIDADE DINÂMICA DE COOPERAÇÃO NO CONTEXTO DAS MULTINACIONAIS BRASILEIRAS: FATORES GERENCIAIS DETERMINANTES E RESULTADOS ALCANÇADOS. In SIMPOI, São Paulo, 2013. SIMPOI., 2013. Dispon?vel em: http://www.simpoi.org.br.
  • COSTA, P. R., e PORTO, G. S. Analise dos elementos tecnologicos de influencia no desenvolvimento das capacidades de inovação e cooperação: um estudo com as multinacinais brasileiras. In 3Es, Bento Gonçalves, 2013. 3 Es., 2013.
  • COSTA, P. R., e PORTO, G. S. Cooperabilidade e avaliação dos recursos gerenciais e estruturais nas multinacionais brasileiras. In Encontro nacional da ANPAD, Rio de Janeiro, 2013. XXXVII Encontro Nacional da ANPAD.Rio de Janeiro, 2013. Dispon?vel em: http://www.anpad.org.br.
  • COSTA, P. R., e PORTO, G. S. Gestão Global da inovação aberta em multinacionais brasileiras. In XV Congresso de Gestão de Tecnologia Latino-Iberoamericano - ALTEC 2013, Porto, 2013. XV Congresso de Gestão de Tecnologia Latino-Iberoamericano - ALTEC 2013., 2013.
  • COSTA, P. R., e PORTO, G. S. Gestão Global das Capacidades Dinamicas de inovação e cooperação: um estudo multicaso com multinacionais brasileiras da industria petroquimicas. In 3 Es, Bento Gonçalves, 2013. 3 Es., 2013.
  • COSTA, P. R., e PORTO, G. S. INDÚSTRIAS NACIONAIS DE PETRÓLEO E DE PETROQUÍMICOS E OS ELEMENTOS DETERMINANTES DA TRAJETÓRIA E DA MATURIDADE TECNOLÓGICA. In XIX Simposio de Engenharia de Produção, Bauru, 2012. REDES GLOBAIS DE SUPRIMENTOS., 2012. Dispon?vel em: http://www.simpep.feb.unesp.br/.
  • COSTA, P. R., PORTO, G. S., e SILVA, A. T. B. The Development of Cooperation and Innovation Dynamic Capabilities in Petrobras: elements of path dependence and technological and managerial maturity. In The 22nd International Conference for Management of Technology, Porto Alegre, 2013. The 22nd International Conference for Management of Technology.Porto Alegre, 2013.
  • COSTA, T., et al. Innovation in energy sector A comparative study in Brazil and Portugal. In 8th European Conference on Innovation and Entrepreneurship ECIE 2013, 2013. 8th European Conference on Innovation and Entrepreneurship ECIE 2013., 2013.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
Centro de Informática de São Carlos
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2020. All rights reserved.