• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2006.tde-27092007-143514
Documento
Autor
Nome completo
Angeli Kishore
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Casado, Tania (Presidente)
Albuquerque, Lindolfo Galvao de
Lacombe, Beatriz Maria Braga
Título em português
Redes sociais de desenvolvimento : um estudo quantitativo sobre alunos de MBA
Palavras-chave em português
Administração de carreiras
Interação interpessoal
Redes sociais
Satisfação no trabalho
Resumo em português
Nas últimas três décadas, o conceito de mentoria evoluiu em virtude das mudanças econômicas e do mercado de trabalho em todo o mundo. Diminuiu-se a estabilidade econômica e de emprego e aumentou-se a turbulência do mercado de trabalho, levando à noção de empregabilidade. A carreira que antes era organizacional passa a ser entendida como carreira sem fronteiras, que diz respeito à carreira que transcende as fronteiras de uma única organização. Da mesma forma, o conceito de mentoria tradicional evolui para o de redes sociais de desenvolvimento, um conceito totalmente atual no mundo e inovador no contexto brasileiro, no qual esta dissertação de mestrado se embasa, daí a importância desse estudo. A perspectiva das redes sociais de desenvolvimento pode ser entendida como relações de apoio ao desenvolvimento, advindas tanto de dentro como de fora das organizações, em que há participação de vários níveis hierárquicos e de múltiplas relações entre pessoas, ao mesmo tempo e em qualquer momento da carreira. O aprendizado entre as partes, nesse relacionamento, é mútuo e recíproco e as funções oferecidas são as de carreira e psicossociais. Os objetivos centrais deste estudo são verificar as associações entre a diversidade de redes sociais de desenvolvimento e satisfação no trabalho, entre o número de desenvolvedores e satisfação no trabalho e entre as funções de mentoria (de carreira e psicossocial) e satisfação no trabalho. Realizou-se um estudo quantitativo, por meio da aplicação de questionário, sendo analisado por meio da técnica correlação R de Pearson, como forma de se alcançar o objetivo desta pesquisa. A população consistiu em alunos de MBA da FIA, com uma amostra de 265 alunos. Constatou-se, pelas análises dos resultados, a confirmação das hipóteses nulas. Ou seja, para a amostra dos alunos de MBA da FIA, concluiu-se haver baixas correlações entre diversidade das redes sociais e satisfação no trabalho; entre número de desenvolvedores e satisfação no trabalho e, finalmente, entre funções de mentoria (de carreira e psicossocial) e satisfação no trabalho. Além dos resultados acima, foram observadas fortes correlações entre as funções de carreira e psicossocial, para as arenas Trabalho, Família e Amigos, Professores e Comunidade levando à reflexão acerca da qualidade dos relacionamentos interpessoais na cultura brasileira e da relevância da questão do ser humano integral, vista na teoria. Estes resultados sugerem que as redes sociais de desenvolvimento possivelmente sofrem uma grande influência dos aspectos culturais de cada país, o que merece ser estudado futuramente.
Título em inglês
Developmental network : a quantitative study about MBA students
Palavras-chave em inglês
Career management
Interpersonal interaction
Job satisfation
Network
Resumo em inglês
Over the last three decades, the concept of mentoring has evolved due to economic and market changes all over the world. Economic and employment stability faded away and were gradually replaced by the turmoiled markets, leading to the notion of employability. The career as organizational career turned out to be understood as boundaryless career, referring to the career that overtakes the boundaries of a single organization. In this way the traditional concept of mentoring was substituted by developmental network, a current concept worldwide and innovative in the Brazilian context. The developmental network perspective can be understood as the relations that support the development of the person, emerging from within or without the organizations with the participation of several hierarchical levels and multiple relationships, at the same time and at any moment of the career. In this relationship, learning is mutual and reciprocal the career and psychosocial functions are provided. Thus, the central objectives of this work is to verify the existence of association between the developmental network diversity, friends, family, teachers, community and work, and their different mentoring functions (career and psychosocial ones) and work satisfaction. A quantitative study was conducted, by means of the application of a questionnaire, which was analyzed by descriptive statistics and pearson correlatin, so as to achieve the objective of this research. The population was composed by FIA MBA students, using a sample of 265 individuals. From the analysis of the data, the null hypothesis was confirmed. This means that, for the sample of FIA MBA students studied in this work, it was found low correlation between network diversity and work satisfaction; between number of developers and work satisfaction; and between mentoring functions (career and psychosocial) and work satisfaction. In addition to these results, it was found high correlation between career function and psychosocial function for work, family and friends, teachers and community arenas, bringing up the possible influence of the Brazilian culture and the human being in his totality. The results of this work suggest a possible influence of the country´s culture in the developmental network, and it deserves further studies.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Redes.pdf (863.83 Kbytes)
Data de Publicação
2007-10-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.