• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Marcelo Henrique de Araujo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Reinhard, Nicolau (Presidente)
Barbosa, Alexandre Fernandes
Cunha, Maria Alexandra Viegas Cortez da
Viana, Adriana Backx Noronha
Título em português
Evidenciando as desigualdades digitais: uma análise da influência da autonomia de uso e habilidades digitais no aproveitamento de oportunidades online
Palavras-chave em português
Autonomia de uso
Desigualdades digitais
Exclusão digital
Habilidades digitais
Oportunidades online
Resumo em português
Esta tese visa analisar de que maneira as condições de acesso à Internet (autonomia de uso) e fatores sociodemográficos (idade, gênero, classe social e área geográfica) influenciam o desenvolvimento de habilidades digitais e como essas, por sua vez, afetam o aproveitamento de oportunidades online. A partir da literatura do campo de exclusão digital e da lente teórica do modelo de campos correspondentes desenvolveu-se um modelo de pesquisa que norteou as análises empreendidas nesta investigação. Para tanto, foi adotada uma estratégia metodológica quantitativa tendo como base os microdados das edições de 2014 e 2016 da pesquisa TIC Domicílios coordenada pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br). A investigação empreendida nesta tese está contemplada em três artigos inter-relacionadas para os quais aplicou-se as seguintes técnicas estatísticas multivariadas para o tratamento e análise de dados: análise de conglomerados, análise fatorial para dados binários, regressão logística binária e regressão linear múltipla. Os resultados desta investigação evidenciam que a simples disponibilização do acesso à Internet (foco de ações e políticas que promovem a inclusão digital) não é suficiente para o aproveitamento de oportunidades online, em virtude das desigualdades digitais existentes em termos de autonomia de uso e nos níveis de habilidades digitais. Em síntese, os achados da pesquisa apontam que indivíduos de maior status socioeconômico (maior classe social, escolaridade e renda) tendem a se conectar à Internet por meio de dispositivos computacionais e móveis (multiplataforma) e em uma maior variedade de locais de acesso, consequentemente, alcançando maior nível de autonomia de uso, o qual tende a influenciar positivamente nos diferentes níveis de habilidades digitais, contribuindo para melhor usufruir as oportunidades online de domínio econômico, social e pessoal. Em contrapartida, usuários de menor status socioeconômico (classe DE) tendem a apresentar menor nível de autonomia de uso (conectando-se exclusivamente pelo celular), potencialmente implicando em menores níveis de competência digital, ocasionando em um menor aproveitamento de oportunidades online, principalmente no domínio econômico. Em linhas gerais, esses achados demonstram que as desigualdades sociais previamente existentes no mundo social (offline) tendem a ser mantidas e amplificadas no universo digital. Além de permitir uma análise em profundidade do fenômeno da exclusão digital no Brasil, tais achados podem contribuir para avaliação e desenvolvimento de políticas públicas de inclusão digital.
Título em inglês
Evidencing Digital Inequalities: analyzing the influences of autonomy of use and Internet skills on harnessing online opportunities
Palavras-chave em inglês
Autonomy of use
Digital divide
Digital inequalities
Internet skills
Online opportunities.
Resumo em inglês
This doctorate thesis aims to analyze how the conditions of Internet access (autonomy of use) and sociodemographic factors (age, gender, social class and geographic area) influence the development of digital skills and how these in turn affect the harnessing of online opportunities. From the literature of the digital divide field and the theoretical lens of the corresponding fields model, a research model was developed to guide the analyzes undertaken in this research. Thus, a quantitative approach was adopted based on the microdata of the 2014 and 2016 editions of the ICT Households survey coordinated by the Regional Center for Studies on the Development of the Information Society (Cetic.br). The research undertaken in this doctorate thesis is contemplated in three interrelated papers for which the following multivariate statistical techniques were applied for the treatment and analysis of data: cluster analysis, binary factor analysis, binary logistic regression and multiple linear regression. The results of this research show that the simple availability of Internet access (which is the focus of policies that promote digital inclusion) is not enough to take advantage of online opportunities due to the existing digital inequalities in terms of autonomy of use and levels of digital skills. In summary, the research findings point out that individuals of higher socioeconomic status (higher social class, level of education and income) tend to access the Internet through computer and mobile devices (multiplatform) and in a greater variety of locations, consequently, reaching a greater level of autonomy of use, which tends to influence positively in the different levels of Internet skills, contributing to take advantage of online opportunities of economic, social and personal domains. On the other hand, users of lower socioeconomic status tend to have a lower level of autonomy of use (connecting exclusively via mobile), potentially implying in lower levels of digital competence, leading to less harnessing of online opportunities, especially in the economic domain. These findings demonstrate that social inequalities previously existing in the social world (offline) tend to be maintained and amplified in the digital universe. In addition to allowing an in-depth analysis of the phenomenon of digital divide in Brazil, such findings can contribute to the evaluation and development of public policies for digital inclusion.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
CorrigidoMarcelo.pdf (2.13 Mbytes)
Data de Publicação
2019-06-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.