• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.12.2014.tde-28072014-172102
Documento
Autor
Nome completo
Vivian Garrido Moreira da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Lima, Gilberto Tadeu (Presidente)
Abramovay, Ricardo
Bruno, Miguel Antonio Pinho
Duarte, Pedro Garcia
Pochmann, Marcio
Título em português
Distribuição de renda e crescimento econômico: uma análise à luz da financeirização brasileira
Palavras-chave em português
Desenvolvimento econômico
Distribuição de renda
Instituições financeiras
Resumo em português
Este trabalho se compõe de duas principais frentes de investigação, abordadas por meio de duas vias metodológicas. São investigados os impactos das instituições, especialmente das instituições financeiras, sobre a distribuição de renda no Brasil e os impactos subsequentes da distribuição de renda sobre o crescimento econômico brasileiro, ambos desde a abertura econômica e financeira dos anos 90, até os dias atuais. E são utilizadas como metodologias de abordagem, uma via histórico-institucional num primeiro momento e uma via analítico-teórica, num segundo momento. As principais categorias estudadas incluem os condicionantes históricos de uma estrutura distributiva desigual, a consolidação do setor financeiro no Brasil, as relações entre este último, o Estado e a sociedade, a hipótese de uma nova classe média e a proposta de um modelo que contempla parte desses aspectos, procurando contribuir para melhor lidar com eles. Conclui-se pela existência de uma desigualdade estrutural na distribuição de renda (apesar de recentemente atenuada), pela permanência cultural de um elemento de orientação pelo status e emulação de padrões de consumo, pelos riscos significativos de uma trajetória de endividamento dos trabalhadores e pelos privilégios assegurados ao setor financeiro através de sua adequação ao conceito sociológico de "campo". Finalmente, constatou-se que o movimento de melhoria do salário mínimo e formalização da mão-de-obra, nos últimos anos, constitui condição necessária, mas ainda não suficiente para assegurar a sustentação do crescimento econômico com progressivo avanço na estrutura funcional de distribuição de renda no país.
Título em inglês
Income distribution and economic growth: an analysis based on Brazilian financialization
Palavras-chave em inglês
Brazilian economy
Economic growth
Financialization
Income distribution
Resumo em inglês
This work is composed by two main fronts of investigation, which are approached by means of two methodological perspectives. It investigates the impact of the institutions, especially the financial institutions, on income distribution in Brazil, as well as the subsequent impact of income distribution on Brazilian economic growth, from the economic and financial opening in 1990's up to the present time. The methodological perspectives used to address these questions are, first, historical-institutional, and then, analytic-theoretical. The main issues studied are: the historical restrictions of an unequal income distribution, the consolidation of a financial sector in Brazil, the relationship between the latter and the Estate and society and the hypothesis that a new middle class emerged in Brazil recently. Finally, I construct a theoretical model to help us analyse aspects of these issues. This model also allows us to derive policy prescriptions aimed at improving the negative aspects of income inequality and low economic growth. The conclusion we reached points to the existence of a structural income inequality (although recently mitigated), to the cultural persistence of a status orientation element and the emulation of consumption patterns, to the considerable risk of adebt path of the working-class and to the privileges secured to the financial sector (through its adequation to the sociological concept of "field" ). Finally we note that the recent improvement in minimum wage and in the formalization of employment constitute a necessary yet not sufficient condition to ensure long lasting economic growth combined with gradual advance in the functional structure of income distribution in the country.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-08-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.