• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2016.tde-24112016-115311
Documento
Autor
Nome completo
Stéfani Paranhos de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Marques, Jane Aparecida (Presidente)
Franca, Ana Cristina Limongi
Morais, Osvando José de
Siqueira, Jose Antonio Lerosa de
Título em português
Criatividade nas indústrias criativas: estudo de caso em uma organização do setor de tecnologia da informação e comunicação, com ênfase na educação
Palavras-chave em português
Criatividade
Empreendedorismo
Indústrias criativas
Resumo em português
Nos últimos anos, as indústrias criativas brasileiras impactaram positivamente o Produto Interno Bruto e o número de postos de trabalho. A criatividade, por sua vez, é insumo para a criação de produtos nas indústrias criativas, sendo essencial para criar uma diferenciação frente à concorrência. Diante disto, buscou-se responder ao seguinte problema de pesquisa: como uma organização promove a criatividade em seu ambiente de trabalho? Assim, o objetivo principal da presente dissertação foi entender como uma empresa pertencente a um dos segmentos das indústrias criativas promove criatividade em seu ambiente de trabalho. Foi realizada uma pesquisa exploratória pautada em um estudo de caso em uma empresa do setor de Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), especializada em soluções para educação à distância, a Quantica. Com esse propósito foram adotados métodos de observação não participante e de pesquisa qualitativa, com a realização de entrevistas em profundidade. Da análise emergiram diversos fatores principais que podem promover a criatividade, classificados nas categorias: "pessoas", "liderança", "espaço físico" e "práticas de gestão". No que tange às "pessoas", os fatores evidenciaram a atitude comportamental dos funcionários, indicando que uma empresa criativa deve contar com colaboradores dispostos a aprender, a realizar múltiplas atividades e a assumir riscos, além de serem proativos e interessados em diversos assuntos. No que se refere à "liderança", destacaram-se as atitudes tomadas pelos gestores na rotina corporativa como confiar na capacidade de execução dos colaboradores, respeitar as ideias divergentes e serem acessíveis, evitando barreiras hierárquicas entre eles e seus colaboradores. Em relação ao "espaço físico", foram destacados: a localização, o ambiente descontraído e os recursos materiais disponíveis. Por fim, no que tange às "práticas de gestão", emergiram a valorização do capital intelectual, comunicação interna, diversidade no perfil dos empregados, liberdade de ação, flexibilidade para execução das tarefas, aceitação das falhas cometidas pelos colaboradores, administração da pressão de tempo e metas, remuneração e benefícios. A partir dos resultados obtidos, propôs-se um modelo que leva em conta esses quatro fatores supracitados que, ao final, podem afetar a criatividade nos processos e que resultarão em soluções inovadoras disponibilizadas ao mercado. Os resultados obtidos deixam como contribuição ao mercado das indústrias criativas a percepção de que os fatores organizacionais podem ser trabalhados no sentido de estimular a criatividade e a inovação, haja vista a relevância dos governos em apoiar essas indústrias. A pesquisa contou também com um caso de empreendedorismo que explora a criatividade e o conhecimento humano para gerar um negócio bem-sucedido no contexto tecnológico. Como limitação da pesquisa, destaca-se que os resultados são restritos à empresa analisada, no entanto, podem ser úteis para futuros estudos no mesmo segmento ou em outros setores das indústrias criativas.
Título em inglês
Creativity in creative industries: a case study of a company from the sector of information and communication technology, with emphasis on education
Palavras-chave em inglês
Creative industries
Creativity
Entrepreneurship
Resumo em inglês
In the last years, Brazilian creative industries had a positive impact in the gross national product and in the employment numbers. Creativity, in turn, is an input for the creation of products in the creative industries, being essential to create differentiation against competition. Given this, it was sought to answer the following research problem: how an organization promotes creativity in your workplace? In this way, the main objective of this dissertation was to understand how a company that belongs to one of the segments of the creative industries can promote creativity in its work environment. It was executed an exploratory research based on a case study in a company that belongs the sector of Information Technology and Communication (ITCs), specialized in solutions for distance learning, the Quantica. With this purpose, it was adopted a non-participative observation and qualitative research method, with the execution of in-depth interviews. From the analysis emerged several main factors that can promote creativity such as: "people", "leadership", "facilities" and "managerial practices". In regards to "people", the factors were around the behaviour of the company's collaborators, indicating that a creative company should have collaborators willing to learn, to execute multiple tasks, and to take risks, besides being proactive and interested in several topics. In regards to "leadership", it is highlighted the attitudes taken by the managers that demonstrate in the corporative routine, how to trust on the capacity of execution of their collaborators, respect ideas when facing divergences and be accessible, avoiding hierarchical barriers with them and their collaborators. In regards to the "facilities" category, it was highlighted the localization, the informal environment and the material resources available. Finally, in regards to the managerial practices, it emerged the valuation of intellectual capital, internal communication, employees diversity, freedom to act, flexibility to execute tasks, acceptance of fails made by collaborators, management of pressure regarding timelines and goals, remuneration and benefits. From those findings, it was proposed a model that considers those four factors mentioned that, at the end, might affect the creativity in processes that will result in innovative solutions deployed in the market. Those obtained results leave as contribution to the market of the creative industries the perception that the organizational factors can be modified in a way to stimulate creativity and innovation, considering the relevancy of governments in supporting these industries. The study also counted on a case of entrepreneurship that explores creativity and human knowledge to generate a successful business in the technological context. As limitation of this study, it is emphasized that the results are restricted to the company analysed, however, they can be the basis to future studies in the same segment or in other sectors of the creative industries
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
CorrigidaStefani.pdf (1.41 Mbytes)
Data de Publicação
2016-12-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.