• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.14.2010.tde-13072010-160841
Documento
Autor
Nome completo
Felipe Andrade Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Lima, José Ademir Sales de (Presidente)
Opher, Reuven
Pinto Neto, Nelson
Título em português
Reduzindo o setor escuro do Universo: uma nova cosmologia acelerada com criação de matéria escura fria
Palavras-chave em português
aceleração do universo
criação de partículas
Energia Escura
Matéria Escura
Resumo em português
Nesta dissertação nós propomos uma nova cosmologia relativística acelerada cujo conteúdo material é composto apenas por bárions e matéria escura fria. A não existência de uma componente de energia escura implica que nosso cenário é baseado numa redução do chamado setor escuro do universo. Neste modelo, o presente estágio acelerado é determinado pela pressão negativa descrevendo a produção de partículas de matéria escura fria induzida pelo campo gravitacional variável do universo. Para um universo espacialmente plano ($\Omega _ + \Omega _b = 1$), como previsto pela inflação, este tipo de cenário possui somente um parâmetro livre e a equação diferencial governando a evolução do fator de escala é exatamente a mesma do modelo $\Lambda$CDM. Neste caso, encontramos que o parâmetro efetivo de densidade de matéria é $\Omega_= 1 - \alpha$, onde $\alpha$ é um par\^metro constante ligado à taxa de criação de matéria escura fria. Aplicando um teste estatístico $\chi^2$ para os dados de Supernovas do tipo Ia (Union Sample 2008), limitamos os par\^metros livres do modelo nos casos espacialmente plano e com curvatura. Em particular, encontramos que para o caso plano $\alpha \sim 0.71$, de forma que $\Omega_ \sim 0.29$, como tem sido inferido independentemente por lentes gravitacionais fracas, estrutura de grande escala, radiação cósmica de fundo e outras observações complementares.
Título em inglês
Reducing the Dark Sector of the Universe: A New Accelerating Cosmology with Cold Dark Matter Creation
Palavras-chave em inglês
Accelerating Universe
Dark Energy
Dark Matter
Particle Creation
Resumo em inglês
In this dissertation we propose a new accelerating relativistic cosmology whose matter content is composed only by baryons and cold dark matter. The nonexistence of a dark energy component implies that our scenario is based on a reduction of the so-called dark sector of the Universe. The present accelerating stage in this model is powered by the negative pressure des\-cribing the cold dark matter particle production induced by the variable gravitational field of the Universe. For a spatially flat universe ($\Omega _ + \Omega _b = 1$), as predicted by inflation, this kind of scenario has only one free parameter and the differential equation governing the evolution of the scale factor is exactly the same of the $\Lambda$CDM model. In this case, we find that the effectively observed matter density parameter is $\Omega_ = 1 - \alpha$, where $\alpha$ is a constant parameter related to the cold dark matter creation rate. By applying a $\chi^2$ statistical test for Supernovae type Ia data (Union Sample 2008), we constrain the free parameters of the model for spatially flat and curved cases. In particular, to the flat case we find $\alpha \sim 0.71$, so that $\Omega_ \sim 0.29$, as independently inferred from weak gravitational lensing, large scale structure, cosmic background radiation, and other complementary observations.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DissertacaoVF.pdf (1.02 Mbytes)
Data de Publicação
2013-07-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.