• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Master's Dissertation
DOI
10.11606/D.16.2016.tde-02092016-151522
Document
Author
Full name
Eliete Mariani
E-mail
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
São Paulo, 2016
Supervisor
Committee
Giacaglia, Marcelo Eduardo (President)
Bruscato, Underléa Miotto
Ono, Rosaria
Title in Portuguese
Delineamento de sistemas eletrônicos para guiar pessoas com deficiência visual em redes de metrô
Keywords in Portuguese
Acessibilidade
Aplicativo
Cognição
Deficiência visual
Dispositivos eletrônicos
Metrô
Mobilidade
Navegação
Navmetro®.
Orientação
Percepção espacial
Abstract in Portuguese
Redes de metrô são responsáveis pelos deslocamentos urbanos diários de milhões de pessoas. Estações de metrô são espaços pensados para a mobilidade, como zonas de transição. Devido à sua complexidade (diferentes configurações, circulação de trens em seu interior e pessoas andando apressadas), esses ambientes tornam-se confusos para os deslocamentos autônomos de pessoas com deficiência visual. Sistemas de metrô têm recebido constantes solicitações por parte de grupos de pessoas com deficiência visual, que fazem referência a aplicativos para smartphones ou utilização de outros dispositivos móveis que auxiliem nos seus deslocamentos. Entretanto, constata-se que leis e normas técnicas não definem parâmetros para tais sistemas, e ainda não existe um consenso entre os profissionais ou acadêmicos, quanto ao seu projeto e uso. Por meio desta pesquisa objetivou-se investigar as formas como as pessoas com deficiência visual interagem em seus percursos por estações e trens de metrô, procurando-se conhecer suas habilidades, limitações e temores, à luz de suas variáveis cognitivas, tendo sido realizadas observações participantes no metrô de São Paulo. Buscou-se ainda, a observação da experiência da utilização de um sistema de informação e navegação na prática, optando-se por realizar uma pesquisa no metrô da cidade do Porto, em Portugal, a respeito do sistema Navmetro®. Para formar considerações coerentes, fez-se necessário trabalhar com diversas áreas de conhecimento, relacionadas à natureza multidisciplinar da pesquisa (psicologia, sociologia, saúde pública, eletrônica e transportes, entre outras). O estudo pautou-se por uma abordagem qualitativa, utilizando ferramentas para coleta de dados como observação participante e entrevistas; em paralelo ocorreu a aplicação de um questionário qualiquantitativo para complementação de dados. As entrevistas ocorreram com pessoas diretamente ligadas ao serviço de prover viagem de metrô, com especialistas em projetos de estações e trens, com professores de orientação e mobilidade e com os próprios usuários, foco deste trabalho. Para interpretação dos dados obtidos em campo foram feitos cruzamentos com os dados do referencial bibliográfico, de maneira a se chegar a resultados que pudessem delinear parâmetros de projetos de sistemas que transmitam informações e comandos de navegação em tempo real. Por meio de emissão de sons e vibração, estes sistemas podem representar um auxílio precioso em estações e trens de metrô. Como consequência, este estudo apresenta subsídios que podem servir para o aprimoramento e desenvolvimento de sistemas de tecnologia assistiva voltados à informação e navegação de pessoas com deficiência visual, e base de estudos para desenvolvimento de tecnologias semelhantes nos demais sistemas de transporte.
Title in English
Guidelines for electronic systems designed for aiding the visually impaired people in metro networks
Keywords in English
Accessibility
App
Cognition
Device
Guidance
Metro
Mobility
Navigation
Navmetro®.
Spatial awareness
Visually impaired
Abstract in English
Metro systems are responsible for the commutes of several million people daily. Stations, as spaces designed for mobility, are transition zones. Their complexity (diverse configurations, train movements in different directions and rushed commuters), environments become somewhat confusing places for the visually impaired. Metro operating companies have been receiving requests from associations that represent the visually impaired people, demanding smartphone applications or the use of dedicated devices to aid them when using the network. However, existing legislation and standards don't provide requirements for such systems, and there is no consensus, among professionals or academics, for their design and usage. This research started by examining the ways found by the visually impaired to interact with space, assessing their abilities, limitations and worries, in consideration of their cognitive variables, within the Sao Paulo metro users. It has also assessed the practical use of a specific information/navigation system called Navmetro®, in use at the Porto (Portugal) metro. A multidisciplinary approach was used, by means of qualitative research and the use of data collection tools such as voluntary participant observation and interviews; simultaneously, a qualitative questionnaire was applied for data supplementation. Interviews focused on people with direct operational experience on the metro system, experts in station/train design, guidance and mobility teachers and, most importantly, frequent users. Data obtained in field work was cross-referenced with data found in the bibliographic sources, in order to attain results that may perhaps delineate design parameters for systems able to transmit information and navigational commands in real time. Through the use of sounds and vibrations, these systems can become a precious support for guidance in metro networks. This paper presents elements that can lead to the development and improvement of assistive technologies focusing on information and navigation systems for the visually impaired people, and also to the development of similar technologies in other transportation systems.
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
elietemariani.pdf (17.25 Mbytes)
Publishing Date
2016-09-09
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
CeTI-SC/STI
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2020. All rights reserved.