• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Doctoral Thesis
DOI
10.11606/T.16.2006.tde-08032010-161904
Document
Author
Full name
Simone Helena Tanoue Vizioli
E-mail
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
São Paulo, 2006
Supervisor
Committee
Bruna, Gilda Collet (President)
Lefevre, José Eduardo de Assis
Moretti, Ricardo de Sousa
Ornstein, Sheila Walbe
Qualharini, Eduardo Linhares
Title in Portuguese
Espaços públicos abertos de circulação de pedestres e o usuário cadeirante
Keywords in Portuguese
Acessibilidade ambiental
Cadeirante
Espaço público de circulação
Portador de deficiência física
Abstract in Portuguese
De acordo com dados do Censo 2000, 24,5 milhões de brasileiros possuem algum tipo de deficiência, o que corresponde a 14,5% da população. Em São Paulo, chega a 1 milhão. Estes números ressaltam a importância da questão da acessibilidade ambiental aos portadores de deficiências. O objetivo principal deste estudo foi a determinação dos fatores limitantes na utilização do sistema de circulação de pedestres, pelo cadeirante. Esta pesquisa procurou verificar se estes espaços públicos cumprem sua função social sob a ótica do uso e da integração das pessoas de cadeiras de rodas. É apresentada uma discussão sobre a legislação de acessibilidade ambiental, sobre o uso dos espaços públicos de circulação, bem como, sobre as características da deficiência e da inclusão social no Brasil. A escolha do estudo da utilização dos passeios públicos, pelos cadeirantes, justificou-se por duas razões: em primeiro lugar, porque se tratam de espaços-chave na questão da acessibilidade ao representar a interligação entre o público e o privado e em segundo lugar, porque o cadeirante requer adaptações especiais que, ao serem atendidas, indiretamente, atingem outros grupos de pessoas como o idoso, o usuário de muletas, a gestante, o indivíduo com carrinho de bebê, enfim, toda a sociedade. A pesquisa de campo procurou verificar as condições de uso dos passeios públicos nos Distritos Sé e República, área central do Município de São Paulo. Partindo-se do pressuposto que um ambiente não deve ser avaliado somente pelos seus aspectos técnicos, mas também pela ótica de quem utiliza o espaço, optou-se pela aplicação de uma avaliação comportamental, variável básica da Avaliação Pós-Ocupação (APO). Destaca-se a importância em se conhecer o ponto de vista dos cadeirantes e dos não cadeirantes, para se poder propor soluções técnicas e políticas públicas. Os resultados deste trabalho permitiram constatar o estado de conservação e uso dos espaços públicos de circulação, hierarquizar os seus principais problemas e traçar o perfil dos seus usuários. Porém, ressalta-se que apenas os resultados de uma análise comportamental não são suficientes para afirmar quais parâmetros devem ser objetos de intervenção, pois se faz necessária uma comparação com avaliações técnicas, bem como, um estudo de viabilidade econômica e política. Concluindo, esta pesquisa é uma contribuição para a construção de uma cidade para todos, juntamente com a integração entre os setores público e privado, e com a troca de conhecimentos entre técnicos, profissionais, portadores de deficiências e acadêmicos.
Title in English
Public pedestrians circulation spaces and the wheelchair user
Keywords in English
Environmental accessibility
People with disabilities
Public space
Sidewalk
Wheel chair user
Abstract in English
According to Censo 2000, 24.5 million Brazilians have some kind of disabilities, corresponding to 14.5% of the population. In São Paulo this number is near to 1 million. These numbers show the importance of the environment accessibility problem. The main goal of this study was detecting restrictive factors in the use of the pedestrians circulation system by a wheel chair user. This research has intended to check if these public spaces accomplish their social function regarding the usability and the wheel chair users integration. Discussions about environmental accessibility legislation, public circulation areas, as well as, social inclusion deficiencies characteristics in Brazil are presented. The study focus on public ways and sidewalks in their use by wheel chair users is due to two reasons: first because they are key-spaces while representing the link between public and private places and second, because the wheel chair, due to its dimensions and specificities, requests special adaptations, which, when accomplished, indirectly, reach other groups of people, as for instance, the elders, the crutches users, the pregnants, people with baby carriage and, on a broad sense, the whole society. The field research tried to verify the use conditions of the sidewalks, in the Districts of Sé and República, central area of the city of São Paulo. Assuming that an environment should not be evaluated only by its technical aspects, but also by the point of view of those who use it, it was made a behavioral evaluation, a basic variation of Post Occupancy Evaluation (POE). Its also emphasized the importance of knowing the wheel chair users and non-users, to be able to propose technical solutions and public policies. The results of this work allowed: checking the public spaces of circulation use and conservation, ranking their main problems and defining their users profile. However, only the behavior analysis is not enough to be sure of which are the intervention objects, being necessary a confrontation with technical evaluations, as well as, a study of economical and political viability. Concluding, this research is a contribution for the construction of a city for all, with the integration among the public and private, and with the knowledge exchange among technicians, professionals, people with physical restrictions and academics.
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
Publishing Date
2010-11-19
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
Centro de Informática de São Carlos
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2019. All rights reserved.