• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.16.2020.tde-24012020-174646
Documento
Autor
Nome completo
Renata Latuf de Oliveira Sanchez
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Medrano, Leandro Silva (Presidente)
Bassani, Jorge
Francisco Filho, Lauro Luiz
Gallo, Haroldo
Silva, Rachel Coutinho Marques da
Título em português
Desenhando o urbano: o legado das Olimpí­adas Rio 2016 na Barra da Tijuca
Palavras-chave em português
Cidade
Desenho urbano
Legado
Olimpíadas Rio 2016
Resumo em português
Em 2016, a cidade do Rio de Janeiro sediou um dos maiores eventos esportivos mundiais, a XXXI Olimpíada. Apesar do impacto dos Jogos Olímpicos em termos de transformações urbanas e arquitetônicas em suas cidades-sede ser amplamente discutido dentro de diferentes disciplinas, a revisão bibliográfica sobre legado olímpico urbano aponta uma lacuna em estudos relacionados ao desenho urbano; sendo o legado comumente avaliado sob uma perspectiva da economia, política, meio-ambiente ou de macroplanejamento urbano. Este Doutorado analisa as estratégias de desenho urbano aplicadas em duas áreas olímpicas dos Jogos Rio 2016 na principal região olímpica, a Barra da Tijuca: o Parque Olímpico e a Vila dos Atletas. As análises avaliam como os legados desses espaços se relacionam com o ambiente urbano pré-existente do entorno e a cidade, entendendo o desenho urbano tanto como uma prática quanto um processo de projetar cidades. O desenho urbano desses espaços foi analisado de acordo com parâmetros recomendados pela literatura especializada dedicada ao tema, assim como pela comparação com o caso do Parque Olímpico de Londres 2012. A avaliação teve como base a observação comportamental dos espaços ao longo de visitas de campo entre 2015 e 2019 e entrevistas com urbanistas e arquitetos envolvidos. A análise ainda inclui: i. participação da população; ii. metodologia de seleção dos projetos de desenho urbano; iii. relação entre o estado da arte das teorias urbanísticas e os projetos executados; iv. relação com a cidade; e v. relação entre poder público e privado na realização dos projetos. Parte-se da hipótese de que a alteração no masterplan de legado do Parque Olímpico da Barra da Tijuca, ao ceder às exigências dos agentes imobiliários incluindo transformações em parâmetros urbanísticos edilícios na legislação, restringe as possibilidades de as Olimpíadas de 2016 deixarem um legado original em relação ao desenho urbano no Brasil.
Título em inglês
Designing urban: the Legacy of Rio 2016 Olympics in Barra da Tijuca.
Palavras-chave em inglês
City
Legacy
Rio 2016 Olympics
Urban design
Resumo em inglês
In 2016, the city of Rio de Janeiro hosted one of the major sports events in the world, the XXXI Olympiad. While the impact of Olympic Games regarding urban and architectural transformations in their host cities has been widely discussed within different disciplines, the literature review on Olympic legacy points out a gap in urban design related studies; rather, legacy is often assessed in economic, political, environmental or macro-urban-planning terms. This PhD investigates the urban design strategies applied in two Olympic sites associated with Rio 2016 Games in the main Olympic cluster of Barra da Tijuca: the Olympic Park and the Athletes' Village. The analyses evaluate how the sites' legacies relate to the pre-existing surrounding urban realm and the city, by understanding urban design both as an act and a process of designing cities. The urban design of these spaces was assessed by using contemporary urban design trends and standards suggested by field specialists as well as by comparison with the best practice model of the London 2012 Olympic Park. The evaluation is supported by observational analyses in a sequence of field trips between 2015 and 2019, as well as by interviews with planners and architects. The analysis also includes: (i) the extent of public participation in the planning and design of the sites; (ii) the process of selecting urban design projects; (iii) the relationship between theories of urban design and the projects as delivered; (iv) the relationship between the projects and the urban fabric of the city; and, finally, (v) the roles and coordination of the public and private sectors in project implementation. The thesis of the research is that the modifications in the original legacy masterplan for Barra da Tijuca's Olympic Park have undermined the possibilities of an original Olympic legacy in terms of urban design in Brazil. Without an urban design local plan, the demands of developers and real estate agents have sacrificed many of the potential urban design legacies for the city of Rio, which highlights one of the main contradictions in the delivery of Olympic legacies - namely the balancing the needs of the event and 'public good' with the commercial realities of project delivery.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-02-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.