• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.16.2018.tde-13092018-145911
Documento
Autor
Nome completo
Viviane Mattos Nicoletti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Santos, Maria Cecilia Loschiavo dos (Presidente)
Anastassakis, Zoy
Zanirato, Silvia Helena
Título em português
A apropriação do saber fazer artesanal e da imagem do artesão pelo mercado de luxo: o design como mediador
Palavras-chave em português
Artesanato
Design
Luxo
Mercado cultural
Políticas públicas
Resumo em português
O Programa do Artesanato Brasileiro está atualmente subordinado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e à Secretaria Especial da Micro e Pequena Empresa, assim, a diretriz estatal aponta para a criação da figura do artesão-empresário que é amparado por algumas agências de fomento, que viabilizam a inserção do artesanato no mercado. Para tanto, utilizam-se dos serviços do designer para adequar o objeto artesanal ao gosto do cliente. Quando esses designers são bem relacionados com a mídia especializada, esses objetos possuem destino certo no mercado de luxo, já que, além de portarem a assinatura de projeto do designer famoso, apresentam características correspondentes ao discurso legitimador desse mercado que é a raridade: são produtos disponibilizados em poucas quantidades, a mão de obra é especializada já que o saber fazer é aprimorado por gerações e, advém de lugares longínquos, perfeitos para a construção de um imaginário territorial a ser embutido na precificação desses produtos. Esta pesquisa mapeia a complexa rede de trocas entre esses atores sociais: as comunidades artesãs, as instituições de fomento que possuem o design como colaborador e o mercado de luxo. Para tanto, observou-se as relações de troca de três comunidades artesãs e seu mercado consumidor de luxo. Esse novo mercado foi alcançado após os produtos artesanais confeccionados pelas comunidades artesãs terem sido intervindos, projetados e/ou ressignificados por designers conceituados pela mídia especializada e circularem em importantes feiras de design, exposições e em mídias impressas e digitais, nacionais e estrangeiras, juntamente com um imaginário construído dos povoados.
Título em inglês
Dado não fornecido pelo autor.
Palavras-chave em inglês
Cultural market
Design
Handcraft
Luxury
Public policies
Resumo em inglês
The Brazilian Handicraft Program is currently subordinated to the Ministry of Development, Industry and Foreign Trade and to the Special Secretariat for Micro and Small Enterprises. Thus, the state directive points to the creation of the artisanentrepreneur figure who is supported by some development agencies, which enable the insertion of handicrafts into the market. For this, they use the services of the designer to adapt the artisanal object to the preferences of the client. When these designers are well connected with the specialized media, these objects have a certain destination in the luxury market, since, besides carrying the signature of the famous designer, they present characteristics corresponding to the legitimating discourse of this market, which is the rarity: they are products available in few quantities, the workforce is specialized since the know-how is improved for generations and comes from far away places, perfect for the construction of a territorial imaginary to be embedded in the pricing of these products. This research maps the complex network of exchanges between these social actors: the artisan communities, the development institutions that have the design as collaborator and the luxury market. In order to do so, it was observed the exchange relations of three artisan communities and their luxury consumer market. This new market has been achieved after artisanal products made by artisan communities have been invested, designed and/or re-designed by designers well connected with the specialized media, and circulate in important national and foreign design exhibitions and print and digital media along with an imaginary built from the villages.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-12-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.