• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.16.2016.tde-07032016-152052
Documento
Autor
Nome completo
Pedro Rangel Filardo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Mautner, Yvonne Miriam Martha (Presidente)
Fonseca, Nuno de Azevedo
Suzuki, Julio Cesar
Título em português
A pichação (tags) em São Paulo: dinâmicas dos agentes e do espaço
Palavras-chave em português
Antropologia urbana
Geografia urbana
Graffiti - São Paulo (SP)
Paisagem urbana - São Paulo (SP)
Resumo em português
A pichação é um fenômeno urbano mundial, que se tornou presença marcante na paisagem da cidade. O trabalho dá enfoque às tags (assinaturas estilizadas), que é a forma de pichação mais disseminada e presente. Surgidas no final da década de 1960 nos Estados Unidos, ligadas às disputas territoriais dos guetos e ao hip-hop, começou a tomar a sua característica formal na cidade de São Paulo e adjacências, principalmente no final da década de 1980. O tag reto (ou pixo reto) é uma solução gráfica e caligráfica que toma as construções como um grid, em uma disputa pelo visual da cidade. Seus autores partilham de um sentimento de identidade com a periferia da cidade, e usam as marcas nas paredes como uma comunicação fechada entre eles, medindo-se e afirmando-se dentro do grupo com ações ousadas (enfrentando perigos como a altura, a polícia, seguranças particulares e moradores enraivecidos com o vandalismo). Eles se apropriam de locais com grande fluxo, o que vai garantir visibilidade. Também procuram marcar paredes que não são pintadas frequentemente, garantindo a durabilidade. Pontes, viadutos, topo de edifícios, muros e fachadas: quase nada escapa. Pichadores são mais um grupo disputando a paisagem da cidade, mas que não são nem os proprietários e nem o poder público.
Título em inglês
Pichação (tags) in São Paulo: agents and space dynamics
Palavras-chave em inglês
Graffiti - São Paulo (SP)
Urban Anthropology
Urban Geography
Urban landscape - São Paulo (SP)
Resumo em inglês
Pichação (graffiti) is a worldwide urban phenomenon that has become a massive and ubiquitous presence in the urban landscape. The dissertation focuses on tags (author-style signatures), the most present form of pichação. It was originated in the United States on the late 1960s, as a part of ghuettos diputes and hip-hop, and it begun taking its formal shape in São Paulo Metropolitan Area in the late 1980s, roughly speaking. The straight tag (or pixo reto) is a graphical and calligraphic solution that uses buildings as a grid, in a visual struggle for the city. Its authors share a feeling of identity with the citys' periferia (poor outskirts), and use the signs on the walls as an encoded communication between them, taking a stand within the group with bold actions (facing risks, such as heights, police enforcement, security agents and furious dwellers with the vandalism). They use places with great traffic flux, which ensures visibility. And they also mark walls not frequently painted, ensuring long-lasting tags. Bridges, highway ramps, top of buildings, walls, and facades: almost nothing escapes. Taggers are another group fighting for the city landscape, they are not owners nor government.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
pedrorangel.pdf (7.51 Mbytes)
Data de Publicação
2016-03-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.