• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2017.tde-30032017-143302
Documento
Autor
Nome completo
Lucas Ferreira de Almeida
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Coimbra, Terezila Machado (Presidente)
Dantas, Marcio
Gomes, Guiomar Nascimento
Título em português
Efeito da vitamina D nas alterações renais provocadas em ratos pela exposição ao losartan durante o período de lactação
Palavras-chave em português
Angiotensina II
Desenvolvimento renal
Diferenciação celular
Inflamação
Vitamina D
Resumo em português
Ratos expostos a antagonistas da angiotensina II no período da lactação apresentam alterações no desenvolvimento renal que persistem na vida adulta promovendo distúrbios progressivos da estrutura e função renal. Esse estudo caracteriza-se por analisar a influência da 1,25-(OH)2-D3 (Vitamina D3) (calcitriol) nas alterações da nefrogênese induzidas pelo bloqueio dos receptores de angiotensina AT1 no período da lactação. Ratos Wistar machos foram divididos em quatro grupos: 1- controle, filhotes de mães que receberam solução de sacarose a 2%; 2- controle+Vit. D, filhotes de mães que receberam solução sacarose a 2% e após o período de lactação (25 dias incluindo o período adaptativo) receberam Vit.D (6ng/dia, calcitriol-abbott); 3- losartan, filhotes de mães que receberam losartan (100 mg/kg/dia) diluído em sacarose 2%; 4- losartan+Vit.D, filhotes de mães que receberam losartan (100 mg/kg/dia) diluído em sacarose 2% e após a lactação (25 dias incluindo o período adaptativo) receberam calcitriol (6ng/dia). O losartan foi diluído em uma solução de sacarose a 2% e administrado em substituição a água (no bebedouro) durante a lactação, enquanto que a Vit. D foi administrada através de mini-osmotic pump (Model 2004 alzet) implantados na região dorsal subctânea 4 dias após o final do período de lactação e mantido durante 28 dias. A pressão arterial sistólica foi aferida 28 dias após a introdução da Vit. D. Em seguida, foram coletadas amostras de sangue e urina das proles para avaliação da função renal e os rins removidos para estudos histológicos, imunoistoquímicos, morfométricos e ELISA. Os ratos expostos ao losartan durante a lactação apresentaram aumento da pressão arterial sistólica (PAS) e alterações de função e estrutura renal caracterizada por aumento do volume urinário, da fração de excreção de sódio e potássio, proteinúria, aumento da área intersticial relativa do córtex renal, atrofia dos túbulos renais, fibrose, inflamação intersticial e diminuição da taxa de filtração glomerular (TFG) e osmolalidade urinária. O tratamento com Vit.D após o período de lactação atenuou as alterações da pressão arterial sistólica, taxa de filtração glomerular, fração de excreção de sódio e potássio, proteinúria, área intersticial relativa e área glomerular relativa, evidenciando efeito protetor nos distúrbios da formação renal e na inflamação. Concluindo, o tratamento com Vit.D introduzido após o término da lactação reduziu as alterações da PAS, da estrutura e função renal induzidas pelo losartan, essas alterações estavam associadas aos distúrbios na diferenciação celular e inflamação que persistiram durante a vida adulta.
Título em inglês
Vitamin D effect on renal changes in rats exposured to losartan during lactation
Palavras-chave em inglês
Angiotensin II
Cell differentiation
Inflammation
Vitamin D
Resumo em inglês
Rats exposed to angiotensin II (AII) antagonists during lactation present progressive disturbances in renal development leading to alterations in function and structure that persist and progresses in adult life. This study evaluated the effect of Vitamin D (1,25- (OH) 2-D3) (calcitriol) in the disturbances of renal development provoked by losartan, a AT1 antagonist of AII, exposure during lactation in renal function and structure as well in systolic blood pressure (SBP). Male Wistar rats were divided into four groups: Group 1: control, pups from dams that received 2% sucrose solution; Group 2: control+Vit. D, pups from dams that received sucrose solution 2% and Vit.D (6ng / day) after lactation period (25 days including adaptation period); Group 3: losartan, pups from mothers that received losartan (100 mg / kg / day) diluted in sucrose 2% and Group 4: losartan+Vit.D, pups from mothers who received losartan (100 mg / kg / day) diluted in sucrose 2% and calcitriol (6 ng/ day) after lactation period (25 days including adaptation period). Losartan was administered diluted in drinking water in sucrose solution 2% and Vit. D administered by mini-osmotic pump. Treatment with losartan was conducted during all lactation, while Vit.D was introduced after lactation and maintained during the next 28 days. Then SBP was measured and blood and urine samples were collected of the offspring for the evaluation of renal function and kidney removed for histological, immunohistochemical, morphometric, and ELISA studies. Rats exposed to losartan during lactation showed higher SBP in adulthood life. They also had disturbances in renal function and structure in adulthood. These alterations were characterized by increased urinary volume, fractional sodium and potassium excretion, proteinuria, interstitial area from the renal cortex, renal tubule atrophy, fibrosis, interstitial inflammation and decrease glomerular filtration rate and (GFR) urinary osmolality. In conclusion, treatment with Vit.D after lactation attenuated the increase in SBP and the reduction in sodium and potassium fractional excretion and GFR, of interstitial area. The protector effect of this vitamin D was associated to the reduction of the disturbances in inflammation, cell differentiation and proliferation that persist in adulthood life.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-04-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.