• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Vitor Leão
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Panepucci, Rodrigo Alexandre (Presidente)
Araujo, Felipe Saldanha de
Pereira, Tiago Campos
Alves Filho, José Carlos Farias
Haddad, Rodrigo
Título em português
Análise do papel da subunidade c-Rel durante a geração in vitro de células T regulatórias induzidas a partir de células T naive de sangue de cordão umbilical
Palavras-chave em português
c-REL
ChIP
Linfócito T regulatório induzido - iTreg
NF-?B
T Naive
Resumo em português
Os linfócitos T regulatórios (Tregs) desempenham um papel essencial no controle da tolerância periférica, regulando a homeostase do sistema imune, e, por este motivo, são consideradas a população celular - com fenótipo regulatório - mais importante do sistema imune. Sob estímulos específicos, as Tregs podem ser geradas naturalmente no timo (nTregs), ou serem induzidas na periferia (pTreg) a partir de células T naive. É possível gerar Tregs in vitro (iTreg) a partir de células T CD4+ naive isoladas de sangue de cordão umbilical, suplementando a cultura com TGF-?, atRA e IL-2. Haja vista o grande potencial terapêutico das iTregs, a comunidade científica apresenta grande interesse no entendimento dos mecanismos envolvidos em sua geração. Os mais recentes trabalhos indicam um importante papel da via NF-?B na geração destas células, especialmente no que tange o componente c-Rel. Entretanto, na literatura, não existem dados suficientes sobre a avaliação dos genes potencialmente orquestrados por este fator. Permeado por todo este questionamento, o presente trabalho avalia a interação de c-Rel com as regiões promotoras do genoma, em células T naive e nas células iTregs geradas in vitro. Em adição, também avalia o efeito do silenciamento da proteína c-Rel no perfil de geração das iTregs. Para isso, foi utilizada a metodologia de imunoprecipitação de cromatina atrelada à técnica de PCR em tempo real com primers, que cobrem as regiões promotoras de alguns genes com papel importante na biologia de células T naive e de iTreg. Também foi avaliado a eficiência de transfecção de siRNA contra c-Rel e também do siRNA marcado com molécula fluorescente FITC em conjunto com diferentes concentrações e diferentes reagentes de transfecção, utilizando células Jurkat e T naive. Nossos resultados mostraram uma melhor eficiência de transfecção do siRNA FITC, considerando as células viáveis transfectadas, com os agentes DharmaFECT®1 (22,14%), DharmaFECT®4 (43,14%) e DMRIE-C (27,59%) em células Jurkat e DharmaFECT®1 (16,35%) e DMRIE-C (25,94%) em células T naive, nas maiores concentrações, entretanto não é muito eficiente para a avaliação do silenciamento proteico por qPCR. Além disso demonstramos que em uma pureza média de 80,46% de células Tnaive isoladas obtivemos a geração das iTregs (CD4+CD25+CD127-FOXP3+) com 98,42%, em média, na expressão do marcador FOXP3, e essas células iTregs apresentam maior ligação de cRel aos promotores de genes como IL2RA (CD25) (média de 8,26 vezes), CD69 (3,71 vezes), regiões do gene FOXP3 (região promotora (20,15 vezes), região CNS - kb1 (16,9 vezes), kb2 (17,2 vezes) e kb3 (23,29 vezes)) e do próprio Rel (8,12 vezes). Estes resultados evidenciam os potenciais mecanismos de regulação exercidos por c-Rel, durante o processo de geração das iTregs.
Título em inglês
Analysis of the c-Rel subunit roles during the in vitro regulatory T cells generation induced from umbilical cord blood-naive T cells
Palavras-chave em inglês
c-REL
ChIP
Induced regulatory T lymphocyte - iTreg
Naïve T cells
NF-?B
Resumo em inglês
Regulatory T lymphocytes (Tregs) play an essential role in the control of peripheral tolerance, regulating the homeostasis of the immune system, and are considered the cellular population - with regulatory phenotype - most important of the immune system. Tregs can be generated naturally in the thymus (nTregs), or be induced at the periphery (pTreg) from naive T cells, in dependence of specifcs stimuli. In cell culture, supplemented with factors such as IL-2, TGF-? and atRA, it is possible to generate in vitro Tregs (iTreg) from naive CD4 + T cells isolated from umbilical cord blood. Knowing the great therapeutic potential of iTregs, the scientific community has shown great interest in understanding the mechanisms involved in this process. Recent works indicate an important role of the NF-?B pathway in the generation of these cells, especially relating the involvement of the c-Rel componente, however, in the literature, there are not enough data on the evaluation of genes potentially orchestrated by this factor. With all this questioning, this thesis aimed to evaluate the interaction of c-Rel with the some promoter regions of the genome, naive T cells and in vitro generated iTregs cells, in addition, we have also attempted to evaluate the effect of c-Rel protein silencing on the generation profile of iTregs. For this, the methodology of chromatin immunoprecipitation coupled to the real-time PCR technique with primers was used, which cover the promoter regions of some genes with important role in the biology of naive and iTreg T cells, The efficiency of siRNA transfection against c-Rel and also the siRNA labeled with FITC fluorescence molecule in conjunction with different concentrations and different transfection reagentes, using Jurkat and naive T cells, was also evaluated. Our results showed a better transfection efficiency of the FITC siRNA, considering the viable cells transfected with the highest concentrations of the reagents DharmaFECT®1 (22,14%), DharmaFECT®4 (43,14%) e DMRIE-C (27,59%) with Jurkat cells and DharmaFECT®1 (16,35%) e DMRIE-C (25,94%) with naive T cells, however, was not very efficient for the evaluation by qPCR of silencing, that is, the reduction of c-Rel mRNA and RNA of other genes. In addition, we demonstrated that in an average purity of 80.46% of isolated naive T cells we obtained the generation of iTregs (CD4 + CD25 + CD127-FOXP3 +) with 98.42%, on average, in the expression of the FOXP3 marker, and in these iTregs cells, when compared to naive T cells, c-Rel subunit has bound to the promoters of the genes as IL2RA (CD25) (average de 8,26 folds), CD69 (3,71 folds), regions of the FOXP3 gene (promoter region (20,15 folds), CNS regions - kb1 (16,9 folds), kb2 (17,2 folds) and kb3 (23,29 folds)) and c-Rel promoter - Rel (8,12 folds). Our results demonstrate the possible regulatory mechanisms, such as some of the main roles of the c-Rel subunit during the generation process of iTregs.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
VITORLEAO.pdf (1.95 Mbytes)
Data de Publicação
2019-08-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.