• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Illy Enne Gomes Pereira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Archangelo, Leticia Fröhlich (Presidente)
Baqui, Munira Muhammad Abdel
Goldman, Maria Helena de Souza
Massirer, Katlin Brauer
Título em português
Consequência funcional da inibição e superexpressão do fator de splicing SF1 em células de linhagem hematopoiética
Palavras-chave em português
Expressão alterada
Leucemogênese
SF1
Resumo em português
A proteína SF1 reconhece as regiões 3' dos íntrons durante os estágios iniciais na formação do spliceossomo, mas não é necessária para o splicing constitutivo de todos os pré-mRNA nas células. Assim, SF1 atua como um fator de splicing alternativo sobre um sub-conjunto de prémRNAs celular. Estudos recentes demonstraram a ocorrência de mutações em SF1 em doenças hematológicas, porém ainda não está caracterizado se estas mutações causam ganho ou perda de função e nenhum estudo demonstrou a consequência funcional da expressão diferencial de SF1 no sistema hematopoiético. Nesse contexto, o objetivo desta pesquisa foi avaliar a consequência funcional da inibição e da superexpressão do fator de splicing SF1 em células de linhagem hematopoiética. Células Namalwa foram transduzidas com lentivírus e retrovírus para inibição e superexpressão de SF1 respectivamente. Células eficientemente transduzidas foram selecionadas por puromicina (inibição) ou separadas por FACS (superexpressão) e utilizadas em ensaios funcionais, como apoptose (Anexina V), proliferação (Ki67, MTT) e unidade formadora de colônia, a fim de investigar as possíveis consequências da alteração da expressão de SF1 nesta linhagem. Os resultados obtidos demonstram que em ensaios de formação de colônia, células depletadas ou que superexpressam SF1 (inibição n=1 e superexpressão n=2) formaram menos colônias em relação ao controle. As células que superexpressam SF1 formaram colônias 2 vezes maiores, que as formadas pelas células controles. O ensaio de viabilidade por MTT demonstrou menor viabilidade nas células tanto na condição inibida quanto na superexpressa para SF1 em relação ao controle; porém no ensaio de apoptose e proliferação não houve diferença em relação ao controle. Assim, os dados obtidos indicam que a alteração da expressão de SF1 não desenvolve papel relacionado a função de proliferação e apoptose em células hematopoiéticas; porém, resulta na redução da atividade metabólica, alterando o fenótipo das unidades formadoras de colônia, que apresentam menor número em consequência da redução da viabilidade e, em contrapartida, o tamanho está aumentando por razões ainda desconhecidas
Título em inglês
Functional consequence of SF1 inhibition and overexpression in hematopoietic cell line
Palavras-chave em inglês
Altered expression
Leukemogenesis
SF1
Resumo em inglês
SF1 protein recognizes the 3 'regions of the introns during the early steps of spliceosome formation, but is not required for the constitutive splicing. Thus, SF1 acts as an alternative splicing factor on a sub-set of cellular pre-mRNAs. Recent studies demonstrated the occurrence of SF1mutations in hematological diseases, but it is not yet clear whether these are gain or loss of function mutations and no study has demonstrated the functional consequence of differential expression of SF1 in the hematopoietic system. Therefore, the objective of this research was to evaluate the functional consequence of inhibition and overexpression of the SF1 splicing factor in hematopoietic cell line. Namalwa cells were transduced with lentiviruses and retroviruses for inhibition and overexpression of SF1, respectively. Efficiently transduced cells were puromycin selected (inhibition) or sorted by FACS (overexpression) and used for functional assays such as apoptosis (Annexin V), proliferation (Ki67, MTT) and colony forming unit to investigate the possible consequences of altered SF1 expression in this cell lineage. Our results demonstrate that SF1 depleted or overexpressing cells (inhibition n = 1 and n = 2 overexpression) formed fewer colonies in relation to the control. Similarly, SF1 overexpressing cells formed colonies 2 times larger than those formed by the control cells. The MTT viability assay demonstrated less viability of both inhibited and SF1 overexpressing cells compared to control. Both apoptosis and proliferation was not affected in the cell with altered SF1 expression. Thus, our preliminary data indicates that altered SF1 expression does not play role in proliferation and apoptosis of hematopoietic cells; but results in reduced metabolic activity, changing the phenotype of the colony forming units which presents a fewer number as consequence of reduction of viability and, on the other hand, increased size does not has cause known yet
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-11-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.