• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2016.tde-20082015-141908
Documento
Autor
Nome completo
Murilo Bicudo Cintra
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2010
Orientador
Banca examinadora
Santos, Antonio Carlos dos (Presidente)
Moriguti, Julio Cesar
Vale, Francisco de Assis Carvalho do
Título em português
Detecção da atrofia regional na doença de Alzheimer comparando medidas lineares e volumétricas
Palavras-chave em português
Doença de Alzheimer
Imagem de tomografia e ressonância magnética
Medidas lineares
Volumetria
Resumo em português
RESUMO: JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Como não existem marcadores biológicos da doença de Alzheimer (AD), a identificação in vivo da atrofia do lobo temporal medial utilizando neuroimagem é o melhor método adjuvante para avaliação clínica e neuropsicológica. No entanto a volumetria manual do hipocampo e córtex entorrinal consome tempo e tem uma grande variabilidade interobservadores, o que limita o uso clínico de rotina. O objetivo deste estudo foi comparar a validade de métodos simples e rápido através de medida linear dos ventrículos e das estruturas do lobo temporal com volumetria automática computadorizada, relacionadas com a viabilidade da detecção do AD. MÉTODOS: Foram adquiridos exames de tomografia computadorizada (TC) em 19 pacientes com DA e sem doença cerebrovascular (DCV), selecionados a partir de uma coorte de idosos rastreados em uma população da comunidade e submetidos a um rastreio CT. O grupo controle foi composto por 26 familiares de portadores de idade para a economia social partida. Os sujeitos foram selecionados após a exclusão de doenças cardiovasculares, tumores e outras doenças. Também se adquiriu exames de ressonância Magnética (RM), sequência 3D gradiente-eco rápida, em 26 pacientes com DA e 15 idosos saudáveis. As imagens foram utilizadas para delinear medidas lineares no hipocampo, cornos temporal e frontal dos ventrículos laterais, e a cisterna suprasselar de pacientes com DA e controles normais, todas as medições testadas por diferentes autores com resultados bem sucedidos. Realizamos também medidas de volume do hipocampo em RM utilizando um método automatizado FreeSurfer rotulados com um protocolo de publicação do manual. RESULTADOS: Após a comparação entre os grupos e a análise estatística, ajustada para idade e sexo, a análise discriminante com todas as medições, não houve significância estatística na capacidade de diferenciar entre os grupos. A mesma análise de medidas volumétricas foi satisfatória na diferenciação entre AD e grupo controle, com nível de significância p <0,05 em quase todas as medidas. CONCLUSÃO: Em nosso grupo, o método de medidas lineares do hipocampo em TC e RM, não tinham capacidade de discriminar entre pacientes com DA e controle, mas a volumetria automática usando o pacote de código aberto tinha bom poder discriminatório
Título em inglês
Detection of regional atrophy in the disease Alzheimer comparing linear and volumetric
Palavras-chave em inglês
Alzheimer's disease
Computed tomography
Image of CT and MRI
Linear measures
Magnetic resonance imaging
Volumetry
Resumo em inglês
BACKGROUND AND PURPOSE: Because there are no biomarkers for Alzheimers disease (AD), the in vivo identification of the medial temporal lobe atrophy using neuroimage is the best adjuvant to clinical and neuropsychological assessment. However the manual volumetry of the hippocampus and enthorinal cortex is timing consuming and has a big interrater variability what limits it routine clinical use. The aim of this study was to compare the validity of simple and fast linear measure of ventricles and temporal lobe structures with computed automatic volumetry related to the feasibility to detect AD. METHODS: We acquired computed tomography (CT) scans in 19 patients with AD and no cerebrovascular disease (CVD) selected from a cohort of elder people screened in a community population and submitted to CT screening. The control group was composed for 26 relatives of the patients for age social economics match. The subjects were selected after exclusion of CVD, tumors and other diseases. We also acquired MRI, including a 3D magnetization-prepared rapid gradient-echo sequence, in 26 AD patients and in 15 healthy elderly. The images were used to delineate linear measurements in the hippocampus, temporal and frontal horn of the lateral ventricles, and supraselar cistern from patients with AD and normal control subjects, all measurements tested for different authors with successful results. We also performed volumetric measures of hippocampus in MRI using an automated method labeled FreeSurfer with a published manual protocol for the determination of hippocampal volumes. RESULTS: After comparing the groups and statistical analysis, adjusted for age and sex, discriminate analysis with all measurements, there was no statistical significance in the ability to differentiate between the groups. The same analysis of volumetric measures was satisfactory in differentiating between AD and control group, with significance level p <0.05 in almost all measures. CONCLUSION: In our group, the method of linear measurements of the hippocampus in CT and MRI had no capacity to discriminate between patients with AD and control, but automatic volumetry using open source package had good discriminatory power
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MESTRADO.pdf (3.06 Mbytes)
Data de Publicação
2016-01-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.