• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2017.tde-21072016-143317
Documento
Autor
Nome completo
Daniele Kanashiro Sonvenso
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Ana, Lauro Wichert (Presidente)
Santos, Antonio Carlos dos
Velasco, Tonicarlo Rodrigues
Título em português
Contribuição do SISCOM na investigação do blurring do polo temporal associado à atrofia hipocampal em pacientes com epilepsia do lobo temporal: um estudo com SPECT cerebral
Palavras-chave em português
Borramento
ELT
Epilepsia
RM
SISCOM
SPECT
Resumo em português
Este foi um estudo retrospectivo de 18 pacientes com atrofia hipocampal (AH) e 21 pacientes com AH associada ao blurring do polo temporal (BPT), nos quais realizamos a investigação das alterações perfusionais ao SPECT (Single Photon Emission Computed Tomography) crítico, ao SPECT intercrítico e ao SISCOM (Subtraction Ictal SPECT Coregistered to MRI) e sua comparação com os dados de avaliação pré-cirúrgica. Os pacientes com BPT apresentaram início mais precoce da epilepsia, uma duração de epilepsia maior e um período maior de seguimento pós-operatório (PO). O padrão pefusional ipsilateral ao SPECT crítico, o qual denominamos de padrão -típico?, foi o padrão perfusional mais frequentemente encontrado em ambos os grupos de pacientes com e sem BPT. Ao SPECT intercrítico, a maioria dos pacientes com BPT apresentaram hipoperfusão ipsilateral no lobo temporal (LT) epileptogênico, enquanto que no grupo sem BPT esta hipoperfusão foi observada em metade dos pacientes. Ao SISCOM, o padrão perfusional -típico? foi novamente o mais encontrado em ambos os grupos com e sem BPT. Entretanto, os padrões considerados -atípicos? foram encontrados mais frequentemente nos pacientes com BPT, o que nos sugere um padrão de propagação das crises epilépticas discretamente diferente neste grupo com BPT, o qual envolve outras áreas dos LT bilateralmente. Contrariamente à nossa hipótese inicial, não encontramos associação entre a presença de BPT e a presença de hiperperfusão no polo temporal (PoT) seja ao SPECT crítico ou ao SISCOM. Por este achado, nossos dados não suportam a idéia de que o BPT seja resultado de alterações teciduais intercríticas secundárias a um maior envolvimento ou participação deste polo na geração ou propagação de crises epilépticas na epilepsia do lobo temporal (ELT) mesial. Por outro lado, nossos resultados sugerem que o PoT é uma região frequentemente envolvida pelas crises do LT. Particularmente, a hiperperfusão no PoT ipsilateral à AH ao SISCOM foi mais encontrada nos pacientes com casos clínicos típicos de ELT mesial, sugerindo que o PoT é mais frequentemente envolvido (um padrão típico) em crises epilépticas em casos clínicos com informações mais concordantes (clear cut) e sugestivas de ELT mesial unilateral
Título em inglês
Contribution of SISCOM in the investigation of temporal pole blurring in patients with temporal lobe rpilepsy and hippocampal atrophy: a brain SPECT study
Palavras-chave em inglês
Epilepsy
MRI
SISCOM
SPECT
Temporal pole blurring
TLE
Resumo em inglês
This was a retrospective study of 18 patients with hippocampal atrophy (HA) and 21 patients with HA associated to temporopolar blurring (TPB). We performed an investigation of perfusion changes of ictal single photon emission computed tomography (SPECT), interictal SPECT and subtraction ictal SPECT coregistered to magnetic resonance imaging (SISCOM) and its comparison with results of presurgical evaluation. Patients with TPB showed earlier epilepsy onset, longer duration of epilepsy and a longer period of post surgical follow-up. The ipsilateral perfusion pattern in the ictal SPECT, which we denominated -typical? pattern, was the most frequent in both groups of patients, with and wihout TPB. In the interictal SPECT, most of patients with TPB showed ipsilateral hypoperfusion to the epileptogenic temporal pole (TP), while in the group without TPB this hypoperfusion was observed in half of the patients. Through SISCOM, the typical perfusion pattern was the most frequent in both groups. However, the patterns considered -atypical? were found more frequently in patients with TPB, which suggests a pattern of propagation of epileptic seizures slightly different in the group with TPB, which involves other areas of TL bilaterally. Adversely to our hypothesis, we did not found association between the occurrence of TPB and the hyperperfusion in the TP neither in the ictal SPECT nor SISCOM. Based on this finding, our data does not support the idea that the BTP is a result of interictal secondary tissue changes due to a higher involvement or role of this pole in the generation or propagation of epileptic seizures in the mesial temporal lobe epilepsy (TLE). On the other hand, our results suggest that the TP is a region frequently involved by seizures of TL. Particularly, the hyperperfusion in the TP which is ipsilateral to the HA through SISCOM was the most found in patients with typical clinical cases of mesial TLE, suggesting that the TP is frequently involved (a typical pattern) in epileptic seizures of clinical cases with more concordant information (clearcut) and suggestive of unilateral mesial TLE
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-04-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.