• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2008.tde-06032009-152506
Documento
Autor
Nome completo
Joab Jefferson da Silva Xavier
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2008
Orientador
Banca examinadora
Laprega, Milton Roberto (Presidente)
Ramos, Luiz Roberto
Ruffino Netto, Antonio
Título em português
Equilíbrio em idosos e prática de Tai Chi Chuan
Palavras-chave em português
atenção primária em saúde.
equilíbrio
Idoso
tai chi chuan
Resumo em português
O processo de envelhecimento populacional é uma realidade premente nas diversas sociedades atuais, com grande concentração de idosos especificamente nos países em desenvolvimento. O envelhecer muitas vezes leva o ser humano à condição de sedentarismo e à falta de atividade física que pode acarretar prejuízos no equilíbrio e resultar em aumento do número de quedas. O Tai Chi Chuan, arte marcial oriental de origem chinesa vem se destacando como uma das atividades de intensidade moderado de grande popularidade entre a população idosa em todo o mundo e; especificamente no Brasil, ainda são escassos os estudos que procuram verificar os benefícios do Tai Chi Chuan entre os idosos. Avaliar o equilíbrio de idosos cadastrados no Programa de Saúde da Família, na faixa etária dos 60 aos 70 anos em três tempos (antes, durante e após) de um programa de seis meses de Tai Chi Chuan constituiu o objetivo deste estudo. Realizamos uma pesquisa quantitativa com 21 idosos (65,5 ± 2,7 anos de idade) sedentários, utilizando como instrumentos de avaliação: escala de equilíbrio de Berg e um questionário estruturado com características gerais e de saúde. Como recurso complementar utilizamos um roteiro de entrevista em grupo focal, técnica de abordagem qualitativa, para conhecer as percepções de idosos e da equipe de Saúde da Família em relação ao programa proposto. Quanto aos aspectos quantitativos obtivemos melhora significativa (p<0,01) entre os tempos da 1ª e 3ª avaliação de Berg. Na comparação entre os grupos em cada tempo e a escala de Berg, não foram observadas diferenças quanto ao gênero, idade, escolaridade, estado civil, aposentadoria, percepção subjetiva de saúde e audição, participação em casal ou não, comorbidades referidas e renda. Para as comparações entre os tempos em cada grupo e a escala de Berg foram observadas diferenças quanto ao gênero, idade, escolaridade, aposentadoria, percepção subjetiva de saúde e audição, participação em casal ou não, comorbidades referidas e renda (p<0,01). Quando comparadas as médias das quedas durante os tempos foram observadas diferenças significativas na redução do número de quedas, tanto no sexo feminino quanto no masculino, da 1ª para a 3ª avaliação. quanto aos aspectos qualitativos constatamos pelas percepções dos idosos que a intervenção contribuiu para a melhora da postura, da respiração, da flexibilidade, reduziu o consumo de antiinflamatórios e estabeleceu um espaço de socialização entre eles; apesar da precária infra-estrutura do local onde foi realizada a pesquisa. Nas percepções levantadas pela equipe de Saúde da Família percebemos que o foco da atenção primária ainda é focado na doença devido em parte pelas grandes demandas por atendimento na população. Este estudo permitiu concluir que o Tai Chi Chuan pode ser uma oportunidade acessível, de baixo custo e agradável para a manutenção de um estilo de vida saudável e a provisão de cuidado para populações em processo de envelhecimento e que pode ser implementado no âmbito da Estratégia de Saúde da Família.
Título em inglês
Balance in older adults and practice of tai chi chuan.
Palavras-chave em inglês
balance
Elder
health primary care.
tai chi chuan
Resumo em inglês
The populational ageing process is a growing reality in many modern societies with a particularly high concentration of elderly people in developing countries. Ageing often takes the human being to a sedentary condition and to the lack of physical activity, which can impair balance and increase the number of fall accidents. Tai Chi Chuan, the Chinese martial art, has been highlighted as an activity of moderate intensity that got great popularity among the elderly population all over the world. However, in Brazil, studies on the benefits of Tai Chi Chuan to the senior population are still scarce. The aim of our study was to assess balance in elderly people, ranging from 60-70 years old of age, registered in the Health Family Program at three different moments (before, during, after) of a 6-month Tai Chi Chuan program. We carried out a quantitative research with 21 sedentary elders (65.5 ± 2,7 years old) using as analytical tools the Berg balance scale and a structured questionnaire with general and health questions. As an additional research instrument for qualitative assessment, we used a focal group interview form in order to collect perceptions of the subjects and Health Family professionals about the activity program. Regarding the quantitative aspects of our research, we got a significant improvement (p<0.01) when compared the Berg scale before and after the tai Chi Chuan program. When comparing the Berg scale at each moment of the program, we did not observe any difference associated to gender, age, educational background, marital status, retirement status, subjective perception of health and hearing, spouse involvement, mentioned comorbities and income. When comparing the Berg scale between different moments of the program, we observed differences related to gender, age, educational background, retirement status, subjective perception of health and hearing, spouse involvement, mentioned comorbities and income (p<0.01). The average number of falls significantly reduced, both in men and women, when we compared subjects before and after the activity program. As for the qualitative analysis, we noticed through the subjects perceptions that the intervention contributed to improvements in posture, breathing, flexibility, as well as reduced anti-inflammatory drug usage and created a social environment for them; even considering the poor infrastructure conditions of the place where the research was carried out. Based on the perceptions of the Health Family professionals, we noticed that the focus of the primary care is still directed towards the illness, which is partially due to a high demand of the health service. Therefore, Tai Chi Chuan can be a low cost, pleasant and accessible opportunity for the maintenance of a healthy life style and care provision for the ageing population, which can be implemented as a Health Family Strategy.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MESTRADO.pdf (1.96 Mbytes)
Data de Publicação
2009-03-26
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.