• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2017.tde-07062017-143536
Documento
Autor
Nome completo
Bruna Ré Carvalho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Janise Braga Barros (Presidente)
Fausto, Marcia Cristina Rodrigues
Forster, Aldaísa Cassanho
Título em português
Avaliação do acesso do usuário em unidades de atenção primária em municípios de pequeno porte: evidências do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica
Palavras-chave em português
Acesso aos serviços de saúde
Atenção primária à saúde
Avaliação em saúde
Serviços de saúde
Resumo em português
Introdução Com objetivo de induzir a ampliação do acesso e a melhoria da qualidade da Atenção Básica (AB), o Ministério da Saúde (MS) criou o Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica. Objetivo Geral Descrever aspectos do acesso do usuário às unidades de atenção primária de municípios brasileiros de pequeno porte. Objetivos específicos Caracterizar o usuário presente nas unidades de municípios de pequeno porte do Brasil e de suas regiões segundo as variáveis sociodemográficas; descrever a percepção do usuário de municípios de pequeno porte do Brasil e de suas regiões quanto às variáveis do "Acesso aos serviços de Saúde" e "Marcação de consultas na unidade de saúde"; verificar a associação de acesso às unidades de municípios de pequeno porte do Brasil entre as regiões segundo variáveis de acesso e de marcação de consultas. Material e Métodos Pesquisa avaliativa de corte transversal e de abordagem quantitativa. O estudo abrangeu municípios de pequeno porte participantes do 2º ciclo do PMAQ. Foram utilizados dados secundários pertencentes ao banco de dados de base nacional, totalizando 35.815 usuários. Resultados De modo geral, os usuários que frequentam os serviços de APS nesses municípios são mulheres com idade entre 20 a 39 anos, pardo-mestiças, com ensino fundamental incompleto, sem trabalho e com renda mensal de 1 a 3 salários mínimos, caso trabalhem. Quando aplicada a análise de correspondência notou-se as variáveis "não realizar marcação de consulta", "o horário de funcionamento não atender as necessidades dos usuários" e "não funcionar em todos os cinco dias úteis da semana" caracterizaram mais a região Nordeste. As regiões Sul e Sudeste apresentaram características mais semelhantes relativas ao funcionamento das Unidades de Saúde durante todos os dias da semana e inclusive aos sábados e/ou domingos, o horário de funcionamento das Unidades de Saúde atender as necessidades dos usuários e as Unidades de Saúde realizar a marcação de consultas. Observou-se uma semelhança entre as regiões Norte e Centro Oeste quanto ao maior tempo gasto para acessar as Unidades de Saúde e o grau de dificuldade deste acesso. Considerações Finais O estudo da percepção dos usuários em relação ao acesso permitiu identificar aspectos essenciais da Atenção Primária à Saúde (APS) que podem ser implementados e fornecer subsídios para gestores e profissionais da saúde no tocante ao aprimoramento e à melhoria da qualidade do cuidado e do acesso à saúde, ratificando que a atenção primária deve estar calcada nas singularidades e fortalezas de cada realidade.
Título em inglês
Evaluation of user access in primary care units in small municipalities: evidence from the National Program for Improving Access and Quality of Basic Care
Palavras-chave em inglês
Health evaluation
Health services accessibility
Health services
Primary health care
Resumo em inglês
Introduction To induce the expansion of access and the improvement of the quality of primary care, the Ministry of Health created the National Program for Improving Access and Quality of Primary Care. General objective Describe aspects of user access to primary care units of small Brazilian municipalities. Specific objectives To characterize the present user in the units of small municipalities of Brazil and its regions, according to sociodemographic variables. To describe the user's perception of small municipalities in Brazil and its regions regarding the variables of "Access to Health Services" and "Marking of consultations in the health unit" to verify the association of access to the units of small municipalities of Brazil, between the regions according to variables of access and appointment of consultations. Material and methods Cross-sectional and quantitative approach evaluation research. The study covered small municipalities participating in the second cycle of the program. Secondary data belonging to the national database used, totaling 35,815 users. Results In general, the users who are attending PHC services in these municipalities are women, aged between 20 and 39 years old, mixed-race, with incomplete elementary education, without work and with a monthly income of 1 to 3 minimum wages when worked. When the correspondence analysis was applied, the variables "no query marking," "working hours do not meet users' needs" and "not working on all five working days of the week" were more characterized in the Northeast Region. The South and Southeast regions presented more similar characteristics regarding the functioning of the Health Units during all the days of the week and even on Saturdays and/or Sundays, the working hours of the Health Units meet the needs of the users and the Health Units perform the appointment of queries. There was a similarity between the North and Central West Regions regarding the greater time spent to access the Health Units and the degree of difficulty of this access. Final Considerations The study of users' perceptions about to access allowed us to identify essential aspects of PHC that can be implemented and to provide subsidies for managers and health professionals about to improving and improving the quality of care and access to health. The study ratified that primary care must base on the singularities and strengths of each reality.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
BRUNARECARVALHOC.pdf (1.69 Mbytes)
Data de Publicação
2017-08-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.