• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Belkiss Rolim Rodrigues Fracon
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Santos, Luciane Loures dos (Presidente)
Carretta, Regina Yoneko Dakuzaku
Fabbro, Amaury Lelis Dal
Moscovici, Leonardo
Título em português
Percepção dos profissionais da Estratégia Saúde da Família quanto à classificação das famílias: vantagens e desafio
Palavras-chave em português
Equidade no acesso aos serviços de saúde
Estratégia Saúde da Família
Visita domiciliar
Vulnerabilidade em saúde
Resumo em português
Objetivo: Analisar a percepção dos profissionais de saúde das equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) sobre o conhecimento, a utilização, as vantagens e dificuldades encontradas na aplicação das escalas existentes sobre classificação das famílias (CF). Casuística e Métodos: A percepção dos profissionais foi analisada por meio da aplicação de um roteiro de entrevista semiestruturada a 35 profissionais atuantes nas equipes da ESF das Unidades de Saúde da Família vinculadas a uma universidade em Ribeirão Preto/SP. O roteiro de entrevista possuía variáveis relacionadas ao perfil do serviço de saúde e seus profissionais; o conhecimento e a utilização de instrumentos para a CF e vantagens, críticas e sugestões para a adequação deste instrumento. A análise das variáveis quantitativas foi realizada a partir da estatística descritiva, e para as associações entre variáveis categóricas foram aplicados os testes de Fisher, Mann-Whitney e de Kruskal-Wallis. A abordagem qualitativa foi realizada por meio da análise de conteúdo na vertente temática, sendo identificados 16 Núcleos de Sentido e três Grandes Temas: "Característica da Assistência Domiciliar na Perspectiva dos profissionais da ESF", "A experiência dos profissionais de saúde na utilização da CF" e "Sistema de Informação em Saúde na prática na ESF". Resultados: O estudo revelou predominância do sexo feminino, com profissionais qualificados para atuar na ESF e médicos e agentes comunitários de Saúde com maior tempo de atuação nessas equipes. Todos os membros da equipe realizavam visitas domiciliares e referiram se utilizarem de alguma estratégia para priorizar os usuários e suas famílias nos seus atendimentos de forma não sistematizada, fosse por lista de pacientes acamados, necessidade de procedimentos, prioridades estabelecidas pelo Ministério da Saúde, ou pelo levantamento das necessidades durante as reuniões de equipe. A maioria conhecia a CF por cores (91%) e 52% dos profissionais utilizavam na prática. "Dificuldades da aplicação" foi o Núcleo de Sentido mais citado, devido à inexperiência de sua utilização e limitações do próprio instrumento. O segundo Núcleo de Sentido mais encontrado foi "vantagens de sua utilização", relacionado à priorização do cuidado favorecendo a equidade. Com isso, o estudo revelou fortalezas quanto ao processo de trabalho na ESF e fragilidades relacionadas à utilização das CF. Dentre as fortalezas, está a identificação das vulnerabilidades da população favorecendo o acesso do usuário na Atenção Primária em Saúde, sem necessariamente o uso de uma escala formal para classificar as famílias. Já em relação às fragilidades, cita-se a pouca utilização das CFs pelos profissionais de saúde, visto que se tratam de Unidades de Saúde da Família vinculadas à Universidade e com espaços reservados para a Educação Permanente e para o matriciamento das equipes. Conclusão: O estudo, por meio de seus resultados, poderá contribuir para a adequação de novas CFs e também para a melhor formação dos profissionais
Título em inglês
Perception of Family Health Strategy professionals regarding the classification of families: advantages and challenges
Palavras-chave em inglês
Equity in access to health services
Family Health Strategy
Home visit
Vulnerability in health
Resumo em inglês
Objective: This dissertation aimed to analyze the perception of health professionals of the Family Health Strategy teams regarding the knowledge, use, found in the application of the existing scales on family classification. Casuistic and Methods: The professionals' perception was analyzed through the application of a semi-structured interview to 35 professionals working in the FHS teams of the Family Health Units linked to a university in Ribeirão Preto-SP. The interview script had variables related to the profile of the health service and its professionals; the knowledge and use of instruments to classify families and advantages, criticisms and suggestions for the adequacy of this instrument. Quantitative variables were analyzed using descriptive statistics and Fisher's tests and the Mann-Whitney and Kruskal-Wallis tests were performed for associations between categorical variables. The qualitative approach was carried out by the content analysis in the thematic area and 16 Core of Sense and three Main Themes were raised: "Characteristics of Home Care in the perspective of FHS professionals", "The experience of health professionals in the use of Classification of Families "and" Health Information System in the practice of the FHS". Results: The result of the study revealed a female predominance, with professionals qualified to work in the FHS and physicians and community health workers with a longer time working in these teams. All the members of the team made home visits and reported using some strategy to prioritize users and their families in their non-systematized care, either by list of patients in bed, need for procedures, priorities established by the Ministry of Health by surveying the needs during team meetings. The majority knew the classification of families by color (91%) and 52% of professionals used in practice. The "Difficulties of application" was the Center of Sense most cited, referring to difficulties related to the inexperience of its use and limitations of the instrument itself. The second most found Core of Sense was "Advantages of its use" related to the prioritization of care favoring equity. Thus, the study revealed strengths regarding the work process in the FHS and weaknesses regarding the use of Classifications of Families. Among the strengths is the identification of vulnerabilities of the population favoring the access of the user in the Primary Health Care, without necessarily using a formal scale to classify the families. Regarding the weaknesses, there is little use of health professionals as the Classification of Families, since these are Family Health Units linked to the University and with spaces reserved for Continuing Education and for the matrix support of the teams. Conclusion: The study, through its results, may contribute to the adequacy of new Classification of Families and contribute to a better training of the professionals
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-08-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.