• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2011.tde-16112011-170516
Documento
Autor
Nome completo
Patricia Barbieri
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2011
Orientador
Banca examinadora
Sartorelli, Daniela Saes (Presidente)
Cardoso, Marly Augusto
Olinto, Maria Teresa Anselmo
Título em português
Validação relativa de um questionário quantitativo de frequência alimentar para gestantes
Palavras-chave em português
consumo alimentar
gestantes
Questionário de freqüência alimentar
Resumo em português
Objetivo: Verificar a validade relativa de um questionário quantitativo de freqüência alimentar (QQFA) para avaliação do consumo alimentar habitual de gestantes para utilização em estudo caso-controle sobre dieta e diabetes mellitus gestacional. Metodologia: Estudo metodológico de validação de instrumento para avaliação do consumo alimentar, conduzido entre 103 gestantes saudáveis, idade entre 18 e 35 anos, eutróficas, atendidas em Unidades Básicas de Saúde do município de Ribeirão Preto, SP. Em média três inquéritos recordatórios de 24 horas (IR 24h) foram obtidos no primeiro e segundo trimestres gestacionais. O QQFA foi aplicado ao final do segundo trimestre gestacional e as mulheres relataram a freqüência e porção média de consumo usual de cada item alimentar durante a gestação. Os nutrientes foram transformados em log e corrigidos pela energia pelo método residual. A razão entre a estimativa de energia e nutrientes do QQFA pela estimativa dos IR 24h foi obtida. Para investigação da validade relativa do QQFA o coeficiente de correlação Pearson (bruto, ajustado pela energia e deatenuado) foi empregado. A concordância entre os métodos foi verificada pela análise de Bland Altman, concordância na classificação em quartos de estimativa de nutrientes da dieta e Kappa quadrático ponderado. Resultados: Verificou-se que o QQFA superestimou a estimativa de nutrientes em relação aos IR24h, apresentando razão média de 1,7. Em média, o valor do coeficiente de Pearson do nutriente bruto foi de 0,30, variando de -0,005 para ácido graxo eicosapentanóico a 0,51 para cálcio, após ajuste pela energia a correlação média foi de 0,20, variando de -0,1 para tiamina a 0,52 para fibra dietética e, após deatenuado e ajustado pela energia foi de 0,25, variando de -0,1 para tiamina a 0,57 para cálcio. Em média, 70% das mulheres foram classificadas no mesmo quarto ou quarto adjacente de estimativa de nutrientes e 8,8% das gestantes foram classificadas em quartos opostos entre os dois métodos. O valor médio de Kappa quadrático foi de 0,20, variando de 0,009 para tiamina a 0,49 fibra dietética. Limites de concordância mais adequados foram encontrados para: cobre, colesterol e ácidos graxos poliinsaturado, eicosapentanóico, araquidônico, linolênico, linoléico e docosahexanóico. A reta de regressão da diferença indicou uma tendência linear (p < 0,01) para: proteína, lipídio, cálcio, ferro, vitaminas A, tiamina, E e C, cobre, e ácidos graxos monoinsaturado, poliinsaturado e linoléico. Conclusão: Os resultados indicam uma baixa correlação para a estimativa de nutrientes entre o QQFA e os IR24h. Entretanto, o QQFA é um método adequado para a categorização da estimativa de nutrientes da dieta das gestantes avaliadas.
Título em inglês
Validação Relativa de um Questionário Quantitativo de Freqüência Alimentar para Gestantes
Palavras-chave em inglês
consumo alimentar
gestantes
Questionário de freqüência alimentar
Resumo em inglês
Objective: To evaluate a food frequency questionnaire (FFQ) to provide information about food consumption among pregnant women to be applied in a case-control study on diet and gestational diabetes. Methods: Methodological study to assess the validity of a FFQ conducted among 103 healthy pregnant women, aged between 18 and 35 years, with normal weight, attended by the Brazilian National Health Service in Ribeirão Preto-SP. An average, three 24-hour dietary recalls (24hR) were obtained at the first and second trimesters of pregnancy. The FFQ was administered at the second trimester and women were asked to report their usual frequency of intake and portion size of each food item during the pregnancy. Nutrients were log-transformed and adjusted for total energy intake by residual method. The ratio of the average intake of energy and nutrients for the FFQ and IR24hR was obtained. In order to assess the relative validity of the FFQ and the average of the IR24hR, Pearson correlations coefficients were calculated (crude, energy-adjusted and de-attenuated). The agreement between the two methods was further evaluated by the Bland Altman analysis and by cross-classification by quartiles of intake and quadratic weighted Kappa statistics. Results The FFQ overestimated the nutrient intake in relation to the IR24hR, and mean ratio was 1.7. An average, the crude Pearson correlation coefficient was 0.3, ranging from -0.005 for eicosapentanoic fatty acid to 0.51 for calcium intake. After adjustments for energy, the mean correlation was 0.20, ranging from -0.1 for thiamin to 0.52 for dietary fiber. The mean adjusted de-attenuated correlation coefficient was 0.25, and raged from -0.1 for thiamin to 0.57 for calcium intake. On average, 70% of the nutrients fell into the same or adjacent quartile, according to the FFQ and the 24hR, and 8.8% were grossly misclassified into extreme quartiles. The mean quadratic weighted Kappa was 0.2, ranging from 0.009 for thiamin to 0.49 for dietary fiber. Higher agreement were found for: dietary cupper, cholesterol, polyunsaturated fatty acids, eicosapentanoic, arachidonic acid, linolenic acid, linoleic acid, and docosahexanoic acid. A fitted regression line indicated a significant linear trend (p<0.01) for: protein, fat, calcium, iron, vitamin A, thiamin, E and C, cupper, monounsaturated, polyunsaturated fatty acids, and linoleic acid. Conclusion: The FFQ showed a fair correlation between the FFQ and IR24hR. However, the FFQ is a useful tool for categorizing nutrient intake of the pregnant women evaluated.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-01-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.