• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Master's Dissertation
DOI
10.11606/D.17.2011.tde-21122011-213251
Document
Author
Full name
Priscila Mina Galati
E-mail
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
Ribeirão Preto, 2011
Supervisor
Committee
Forster, Aldaísa Cassanho (President)
Campos, João José Batista de
Ferreira, Janise Braga Barros
Title in Portuguese
O conhecimento autorreferido dos enfermeiros da Estratégia Saúde da Família sobre o Sistema de Informação da Atenção Básica
Keywords in Portuguese
Atenção Primária à Saúde
Enfermagem
Informação
Saúde da Família
Abstract in Portuguese
No Brasil, a reorganização da Atenção Básica (AB) vem sendo realizada por meio da Estratégia Saúde da Família (ESF), constituindo-se como porta de entrada aos serviços de saúde em conformidade com os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS). Na referida estratégia o enfermeiro desempenha ações assistenciais e gerenciais e para qual o Sistema de Informação de Atenção Básica (SIAB) deve ser constituído como ferramenta primordial no processo de trabalho das equipes. Neste contexto, o estudo propôs-se a identificar o conhecimento autorreferido dos enfermeiros da ESF sobre o SIAB e sua utilização. Para tal, realizou-se um estudo descritivo de análise quantitativa. A amostra constitui-se de 39 enfermeiros da ESF pertencentes aos 26 municípios do Departamento Regional de Saúde (DRS)XIII Ribeirão Preto. No estudo foi identificado, em relação ao perfil dos profissionais que 97% eram do sexo feminino, 57% estavam entre a faixa etária de 20 a 39 anos , 49% possuíam menos de 2 anos nas equipes e 70% não possuíam especialização em saúde da família ou saúde coletiva. O manejo do SIAB era feito por 92 % dos enfermeiros, sendo 64% desses sem treinamento para sua utilização. Quanto ao conhecimento do sistema, foi identificado que 85% dos profissionais conheciam as suas fichas de coleta e consolidado de dados, e 72% referiam analisá-las antes de sua inserção no mesmo. As finalidades do manejo do SIAB pelos enfermeiros focaram-se em 28% para a alimentação mensal dos dados, 17% para as ações de avaliação, 19% para as ações de monitoramento. De forma que 50% dos profissionais consideraramo como instrumento de avaliação e monitoramento. Outro apontamento do estudo foi que 62% das equipes não receberam devolutiva dos gestores em relação aos dados produzidos por elas e quando havia algum retorno era por parte da gestão municipal. A falta de devolutiva dos dados, segundo os profissionais, foi apontada em 33% pela falta de conhecimento dos gestores para as ações de monitoramento e avaliação, e 21% pela vinculação do sistema, apenas, ao incentivo financeiro do governo federal. A falta de devolutiva foi associada por 16% dos profissionais como uma das principais dificuldades em relação ao sistema, seguido de 15% pela falta de equipamentos adequados na área de informática, 14% pela deficiência de indicadores gerados pelo sistema e 13% pela falta de conhecimento em relação ao sistema. Neste estudo, mesmo com as limitações apontadas pelos profissionais em relação ao sistema, identificou-se que o SIAB foi visto como um instrumento importante nas ações de planejamento, monitoramento e avaliação, porém falta-lhes capacitação para que suas potencialidades possam ser exploradas, onde a utilização do sistema na rotina desses profissionais, enquanto ferramenta de trabalho, possa modificar e qualificar as práticas em saúde,sendo considerado um grande desafio para as equipes e gestores municipais. As fragilidades encontradas neste estudo refletem a necessidade de mudanças de práticas assistenciais e gestoras, de forma que estas sejam importantes para a consolidação da ESF enquanto modelo de reorganização do sistema de saúde. Todavia o estudo trouxe a possibilidade de identificar opiniões, atitudes explícitas e conscientes do processo de trabalho dos enfermeiros, levantando dados concretos relacionados à utilização do SIAB, de forma que os resultados refletiram em informações valiosas e poderão ser comparados ao longo do tempo,viabilizando uma visão evolutiva da utilização desse sistema. Conclui-se com o estudo que os enfermeiros são os profissionais diretamente envolvidos com o SIAB, porém falta-lhes a capacitação necessária para explorar suas potencialidades, indicando a educação permanente como fator importante nesse processo; e ao referirem as suas dificuldades com o sistema, apontaram limitações técnicas e gestoras para a concretização de práticas eficientes no cotidiano das equipes de Saúde da Família.
Title in English
The self-reported knowledge of nurses of the Family Health Strategy about the Information System of the Primary Care
Keywords in English
Family Health
Information
Nursing
Primary Health Care
Abstract in English
In Brazil the reorganization of Basic Attention has been performing through the Family Health Strategy (FHS) constituting itself as entrance of health services in accordance to the SUS principles. In the referred strategy the nurse has been performing assisting and managing actions and for this action Information System of the Basic Attention (SIAB) must be constituted as primordial tool in the work process. In this context our study has proposed to identify self knowledge referred to the nurse inserted in FHS about SIAB and its utilization. For it we have done a descriptive study and having as methodological base the construction and analysis of data in quantitative research. Our sample has been constituted by 39 nurses belonging to the 26 municipalities from DRS XIII-Ribeirão Preto, which have FHS in its health local system. In this system we have identified in relation to the studied professional profile that 97% were female, 56% were between ages 20 to 39 years, 49% had less than 2 years on teams and 70% did not have any specialization in family health or collective health. The utilization of SIAB is done by 92% of teams, in 64% of them did not have training, being 92% of them are the nurses who manage it. The objectives in the management of SIAB are over 50%: system feed, action schedule, monitoring and team work evolution. Regarding the system know how we have identified that 85% of the studied professionals know their collect form and data consolidation, being 72% prefer to analyze them before their insertion. Among the main reasons which lead these professionals to use the system , we have found that 28% utilize for monthly feed of the data, 16% evolution actions, 18% monitoring. Other identified point in our study was devolving lack of the managers in relation to the produced data by the teams where 62% do not own devolution of the produced data and when they have accurs on account of the municipalities. The lack of devolution according to the studied professionals is pointed out because of the managers lack knowledge for monitoring actions and evaluation 33% and its association to the financial incentive from federal government 21%. Thus the lack of devolution has been associated by 16% these professionals concerning one of the main difficulties in relation to the it, following 15% lack of computers, 14% indicator deficiency, 13% lack system knowledge. Our study has brought the possibility for us to identify the opinions explicit attitudes and aware of the work process of the nurses, raising concrete data related to the utilization of the SIAB, thus our results reflect in information that might be compared through the time, permitting evolution raise of utilization of this system. We have concluded with the study that the nurses are the most involved professionals with SIAB, but it lacks them education to explore their potentialities, indicating the continuing education as an important factor in this process, and to refer to their difficulties with the system, it was pointed out limitations to the achievement of efficient management practices of the Family Health Units
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
PRISCILAMINAGALATI.pdf (703.03 Kbytes)
Publishing Date
2012-05-11
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
Centro de Informática de São Carlos
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2021. All rights reserved.