• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.17.2017.tde-27072016-163236
Documento
Autor
Nombre completo
Murilo César do Nascimento
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Ribeirão Preto, 2016
Director
Tribunal
Rodrigues Junior, Antonio Luiz (Presidente)
Carvalho, Antonio Carlos Duarte de
Fabbro, Amaury Lelis Dal
Goyatá, Sueli Leiko Takamatsu
Silva, José Vitor da
Título en portugués
Representações sociais de enfermeiros da atenção primária à saúde sobre a dengue
Palabras clave en portugués
Ação intersetorial
Dengue
Epidemias
Pesquisa qualitativa
Saúde pública
Resumen en portugués
A Dengue avança como um problema social cada vez mais expressivo. Por isso, foi desenvolvido este estudo cujos objetivos foram conhecer os significados da Dengue para os Enfermeiros da Atenção Primária à Saúde de Alfenas, Minas Gerais, bem como identificar forças restritivas e propulsoras para o controle da doença. Tratou-se de uma Pesquisa de Representação Social, de abordagem qualitativa, que adotou a Teoria das Representações Sociais e o Método do Discurso do Sujeito Coletivo como o referencial teórico-metodológico. O trabalho de campo contemplou entrevistas individuais aos Enfermeiros nas Unidades de Atenção Primária à Saúde do Município, entre junho e julho de 2015; os depoimentos foram gravados, transcritos e posteriormente analisados/apresentados por meio do Método do Discurso do Sujeito Coletivo. Os 17 profissionais de nível superior em enfermagem eram do sexo feminino e a média das idades foi de 40 anos; observou-se mediana de cinco anos de atuação na Atenção Primária à Saúde, sendo a maioria destas Enfermeiras integrantes de Equipes de Saúde da Família urbanas; três entrevistadas já tinham sido acometidas por Dengue. Do sujeito coletivo emergiram as seguintes Representações Sociais: desconforto enorme, problema de saúde pública, descuido das pessoas, consequência da falta de educação, doença viral, preocupação e medo, doença grave, doença causada pela picada do mosquito, epidemia, doença de país pobre, mais uma doença para a gente cuidar e uma guerra. Em relação ao controle da Dengue, foram reconhecidos como dificultadores: a falta de conscientização da população, a resistência e falta de responsabilidade das pessoas, a alta proliferação do mosquito, a grande quantidade de foco, os boatos, a falta de informação sobre a doença em si, o desconhecimento da causa, a capacitação dos Agentes de Controle de Endemias e a falta de mais cobrança dos Agentes Comunitários de Saúde; como facilitadores, o trabalho de orientação e de conscientização, a educação da população, a consciência das pessoas, o saneamento básico, as parcerias das Equipes de Saúde da Família com os Agentes de Controle de Endemias, a cobrança da população, a capacitação e a remuneração dos Agentes de Controle de Endemias e o dever da população. O conhecimento das Representações Sociais sobre a Dengue é importante para a compreensão da sua causalidade e para o enfrentamento do problema de Saúde Pública/Saúde Coletiva na atualidade. Do estudo emergiram valores e símbolos do sujeito coletivo de Enfermeiros da Atenção Primária à Saúde de Alfenas-MG sobre a Dengue e o enfrentamento da epidemia, que contribuíam com a inteligência dos serviços de saúde, por se tratar de profissionais que atuam na linha de frente do Município, promovendo o enfrentamento da doença.
Título en inglés
Social representations of primary health care nurses on dengue
Palabras clave en inglés
Dengue
Epidemics
Intersectoral action
Public health
Qualitative research
Resumen en inglés
Dengue advances as an increasingly significant social problem. Thus, this study was developed with the aim to learn the meanings of Dengue for primary health care nurses from Alfenas, in the state of Minas Gerais; and to identify limiting and driving forces for its control. A social representation study was developed, with a qualitative approach, and the adoption of the social representation theory as its theoreticalmethodological framework. Field work consisted of individual interviews with nurses from the primary health care units of the city, between June and July of 2015; which were recorded, transcribed and later analyzed and presented by means of the discourse of the collective subject method. The 17 professionals interviewed had a nursing undergraduate degree, were women and had a mean age of 40 years. They presented a median length of activity in primary health care of five years, with most nurses being members of urban family health teams; and three nurses had already been infected by the Dengue virus. The collective subject resulted in the following social representations: extreme discomfort, public health problem, people's negligence, consequence of the lack of education, viral disease, concern and fear, severe disease, disease caused by a mosquito bite, epidemic, poor country's disease, one more disease for us to care for, and a war. According to the nurses, factors that make the control of Dengue difficult include: the population's lack of awareness, people's resistance and lack of responsibility, the mosquitoes' rapid spread, the high amount of focuses, rumors, lack of information on the disease, lack of knowledge on its cause, lack of qualification of workers of endemic diseases control, and lack of supervision on the work of community health workers. Factors that facilitate the disease control include the work to guide, educate and raise people's awareness, basic sanitation, partnerships of family health teams and endemic diseases control workers, demanding the population's commitment, better qualification and remuneration of endemic diseases control workers and the population's duty being served. Knowledge about social representations on Dengue is important to understand its causality and to cope with this current public health problem. This study managed to give rise to values and symbols of the collective subject of primary health care nurses from Alfenas on Dengue and the coping with the epidemic, which contributed to enhance the intelligence of health services, since these professionals work at the frontline of the city, promoting the fight against the disease.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
MuriloCorrig.pdf (4.30 Mbytes)
Fecha de Publicación
2017-04-07
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.