• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2009.tde-28102009-151637
Documento
Autor
Nome completo
Patricia Pafaro Gomes Anhão
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2009
Orientador
Banca examinadora
Santos, Jair Licio Ferreira (Presidente)
Martinez, Cláudia Maria Simões
Nascimento, Lucila Castanheira
Título em português
O processo de interação social na inclusão escolar de crianças com Síndrome de Down em educação infantil
Palavras-chave em português
Criança.
Interação Social
Pré-escola
Síndrome de Down
Resumo em português
ANHÃO, P. P. G. - O processo de interação social na inclusão escolar de crianças com Síndrome de Down em educação infantil. 2009. 88p. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Saude na Comunidade, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009. A atualidade do tema inclusão escolar na rede pública de ensino traz à tona uma série de discussões pertinentes e constituintes deste novo paradigma social, principalmente para as crianças com Síndrome de Down, as quais têm seu processo de desenvolvimento cada vez mais estudado. Pesquisas têm demonstrado as consequências do processo de inclusão junto a esta população. O objetivo geral desta Dissertação é verificar e analisar qualiquantitativamente como se dá o processo de interação social de crianças com Síndrome de Down e crianças com desenvolvimento típico, na rede regular de educação infantil do município de Ribeirão Preto. Os participantes foram crianças com Síndrome de Down, na faixa etária de três a seis anos, que já frequentaram o setor de estimulação precoce da Apae de Ribeirão Preto, e crianças com desenvolvimento típico que frequentavam as mesmas salas dos pares com Síndrome de Down, também na faixa etária de três a seis anos. As filmagens foram analisadas quali-quantitativamente, por meio de categorias que identificaram o processo de interação social desta criança junto aos seus pares, em ambiente escolar. Os resultados apontam que, de maneira geral, não foram observadas diferenças significativamente relevantes entre os comportamentos apresentados pelo grupo de estudo, composto por crianças com Síndrome de Down, e pelo grupo comparado, composto por crianças com desenvolvimento típico. Os comportamentos que apresentaram diferença significativa foram: Estabelece contato inicial com outras pessoas (p=0,017) e Imita outras crianças (p=0,030). O grupo de estudo apresentou maior frequência do comportamento Imita outras crianças quando comparado ao grupo de crianças com desenvolvimento típico. Já o grupo comparado apresentou maior frequência do comportamento Estabelece contato inicial com outras pessoas quando comparado ao grupo de crianças com Síndrome de Down, demonstrando um déficit das habilidades sócias assertivas e mostrando que as habilidades sociais passivas estão mais presentes neste grupo de crianças. O estudo concluiu que nos comportamentos observados e de acordo com a faixa etária estudada, o grupo de crianças com Síndrome de Down abordado, não apresentou características de interação social muito diferentes das crianças com desenvolvimento típico estudadas. Reforçando a importância do processo de inclusão escolar desta população.
Título em inglês
The interaction process in school inclusion of children with Down syndrome at child education
Palavras-chave em inglês
Child.
Down syndrome
Pre-school
Social Interaction
Resumo em inglês
ANHÃO, P. P. G. - The interaction process in school inclusion of children with Down syndrome at child education. 2009. 88p. Dissertação de mestrado, Programa de Pós- Graduação em Saúde na Comunidade, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009. The current issue of school inclusion in the public school system brings to light a series of discussions and relevant components of this new social paradigm, especially for children with Down syndrome, which have their development process increasingly studied. Polls have shown the consequences of the inclusion process with this population. The aim of this is to verify and analyze quali - quantitatively how it gives the process of social interaction of children with Down syndrome and typically developing children in the regular network of child education in the municipality of Ribeirão Preto. Participants were children with Down syndrome, aged from three to six years, which have attended the area of early stimulation of APAE of Ribeirão Preto, and typically developing children who attended the same room of peers with Down syndrome also in age of three to six years. The films were analyzed quali - quantitatively, using categories that identified the process of social interaction of this child with their peers in the school environment. The results show that in general no significant differences were observed between the behaviors presented by the study group, composed of children with Down syndrome, and the comparison group, composed of children with typical development. The behaviors that were significantly different: "It establishes initial contact with others" (p = 0017) and "He imitates other children (p = 0030). The study group showed higher frequency of behavior "He imitates other children" when compared to the group of children with typical development. But the comparison group showed greater frequency of behavior "establishes initial contact with other people" when compared to the group of children with Down syndrome, showing a deficit of social assertions skills and showing that passive social skills are more present in this group of children. The study concluded that the behaviors observed and according to the age group studied, the group of children with Down syndrome approached showed features of social interaction not very different from typically developing children studied. Reinforcing the importance of the school inclusion in this population. Key words: Pre-school, Down syndrome, Social Interaction, Child.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
PATRICIA_ANHAO.pdf (1.08 Mbytes)
Data de Publicação
2010-03-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.