• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.17.2020.tde-11022020-142128
Documento
Autor
Nome completo
Pedro Manzke de Carvalho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Tumas, Vitor (Presidente)
Hallak, Jaime Eduardo Cecilio
Nassur, Maria Eugenia Queiroz
Teixeira Junior, Antonio Lúcio
Título em português
Caracterização clínica da doença de Huntington e avaliação do nível sérico de endocanabinoides
Palavras-chave em português
Avaliação neuropsicológica
Cognição
Doença de Huntington
Doenças neurodegenerativas
Sistema endocanabinoide
Resumo em português
Introdução: A doença de Huntington (DH) é caracterizada pela tríade de comprometimento motor, declínio cognitivo e alterações psiquiátricas. Esses 3 fatores geram o declínio funcional na DH. O comprometimento cognitivo é muito estudado na DH, mas não há critérios diagnósticos para demência na DH. Os receptores canabinoides possuem alta concentração nos núcleos da base. Esses receptores estão muito diminuídos no sistema nervoso central (SNC) da DH. Objetivos: Caracterização clínica de uma amostra de sujeitos com DH e dosagem do nível plasmático de endocanabinoides em comparação com um grupo controle. Métodos: Realizado avaliação clínica com a escala unificada para avaliação da doença de Huntington (UHDRS), inventário neuropsiquiátrico, escala hospitalar de ansiedade e depressão, mini entrevista neuropsiquiátrica internacional (MINI), mini exame do estado mental (MEEM), teste de entrelaçamento de dedos, teste Hayling, bateria de avaliação frontal, escala de avaliação de demência de Mattis (MDRS). Coletado amostra de sangue periférico nesses mesmos sujeitos e em um grupo controle saudável, para dosagem de anandamida (AEA) e 2- araquidonoilglicerol, com cromatografia bidimensional acoplada a espectrometria de massas. Resultados: 47 sujeitos de pesquisa com DH foram avaliados. Dentre eles, 42 pacientes foram classificados como DH manifesta e 5 pacientes como DH pré-manifesta (preDH). As escalas cognitivas e da UHDRS apresentaram boa consistência interna, com alfa de Cronbach acima de 0,8. A MINI traçou o perfil neuropsiquiátrico da DH com dados semelhantes à literatura. Mesmo pacientes com DH em estágios iniciais apresentaram comprometimento cognitivo acentuado, principalmente na MDRS. Dentre os pacientes com DH manifesta em estágios iniciais, o teste Hayling apresentou 82% com escore Z abaixo de -1,5, na medida de tempo da parte A desse teste. Utilizando-se como critério de demência um escore Z abaixo de -1,5 na MDRS, associado a um valor menor ou igual a 85% na escala de independência (EI), 61% dos pacientes em estágios iniciais de DHmanifesta preencheram critérios para demência. Pacientes classificados com demência apresentaram níveis mais elevados de AEA em comparação aos sem demência (p = 0,041). Os níveis séricos de endocanabinoides também foram comparados entre 47 pacientes com DH e 30 voluntários saudáveis. Apesar de limítrofe, não houve diferença estatística nos níveis de AEA entre grupo DH e grupo controle (p = 0,051). Contudo, houve diferença estatística nos níveis de AEA entre controle e pacientes DH sem uso de antidepressivos (p = 0,0068). Também houve diferença estatística entre controle e preDH (p = 0,02). Houve correlações positivas entre níveis de endocanabinoides e escalas cognitivas (MDRS e teste Hayling). Conclusões: A associação de um escore Z da MDRS abaixo de -1,5 e uma EI menor ou igual a 85% pode ser utilizada como critério diagnóstico para demência na DH. O teste Hayling foi compatível com alterações de velocidade de processamento acentuadas, mesmo em fases iniciais da DH. Pode ser uma ferramenta útil na avaliação cognitiva da DH. A MINI pode ser uma ferramenta útil na avaliação psiquiátrica da DH. Os endocanabinoides possuem um papel importante na DH, e podem ter impacto no comprometimento cognitivo. Pacientes com DH possuem alterações sistêmicas de endocanabinoides, não apenas restritas ao SNC.
Título em inglês
Clinical characterization of Huntington disease and serum endocannabinoids levels evaluation
Palavras-chave em inglês
Cognition
Endocannabinoid system
Huntington disease
Neurodegenerative diseases
Neuropsychological evaluation
Resumo em inglês
Introduction: Huntington disease (HD) is characterized by the triad of motor impairment, cognitive decline and psychiatric symptoms. These 3 factors yield functional disability in HD. There are many studies on cognitive impairment in HD, but there are no diagnostic criteria for HD dementia. Cannabinoid receptors present at high concentrations in basal ganglia. These receptors are markedly reduced in central nervous system (CNS) from HD patients. Objectives: To clinically characterize a sample of HD subjects and to evaluate plasma endocannabinoids levels in comparison to a control group. Methods: A clinical evaluation was performed, with unified Huntington's disease rating scale (UHDRS), neuropsychiatric inventory, hospital anxiety and depression scale, mini international neuropsychiatric interview (MINI), mini mental state examination (MMSE), interlocking finger test, Hayling test, frontal assessment battery, Mattis dementia rating scale (MDRS). Peripheral blood samples were collected from HD subjects and healthy subjects, to analyze anandamide (AEA) and 2-arachidonoylglycerol concentrations, with bidimensional chromatography-tandem mass spectrometry. Results: 47 HD subjects were evaluated. Among them, 42 patients were classified as manifest HD and 5 patients were classified as premanifest HD (preHD). The cognitive scales and UHDRS scales presented good internal consistency, with Cronbach alpha higher than 0.8. MINI yielded a HD neuropsychiatric profile, with data similar to previous publications. Among patients on initial stages of manifest HD, the Hayling test showed 82% of Z score below -1.5, in the time measure of part A from this test. Even HD initial stages patients presented marked cognitive impairment, especially on MDRS. By using a MDRS Z score below -1.5 as dementia criteria, associated with a score <=85% on independence scale (IS), 61% of patients with manifest HD initial stages contemplated the dementia criteria. Among patients classified with dementia AEA levels were higher than non-demented patients (p = 0.041). Endocannabinoids levels were also compared between 47 HD subjects and 30healthy subjects. Although borderline, there was no statistical difference on AEA levels among controls versus HD group (p = 0.051). However, there was statistical difference on AEA levels among controls and HD patients without antidepressants therapy (p = 0.0068). There was also statistical significance among preHD and controls (p = 0.02). There was positive correlations among endocannabinoid levels and cognitive scales (MDRS and Hayling test). Conclusion: The association of MDRS Z score below -1.5 and IS <=85% may be used as diagnostic criteria for HD dementia. Hayling test detected markedly slowing on processing speeds, even on HD initial stages. It may be a useful tool to assess HD cognitive impairment. MINI may be a useful tool to assess HD neuropsychiatric symptoms. Endocannabinoids have an important role in HD, and may be related to cognitive decline. HD patients present systemic impairment of endocannabinoids, not only confined to CNS.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-04-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.