• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.17.2020.tde-27052019-150114
Documento
Autor
Nome completo
Matheus Teixeira Rossignoli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Leite, João Pereira (Presidente)
Gomes, Felipe Villela
Hallak, Jaime Eduardo Cecilio
Reyes, Marcelo Bussotti
Wegener, Sâmia Regiane Lourenço Joca
Título em português
Estudo da atividade eletrofisiológica córtico-amigdalar durante o modelo triádico do desamparo aprendido em ratos
Palavras-chave em português
Amígdala basolateral
Atividade unitária
Córtex pré-frontal
Desamparo aprendido
Eletrofisiologia
Estresse incontrolável
Modelos animais de depressão
Potencial local de campo
Resumo em português
A exposição ao estresse incontrolável corresponde a um importante fator de risco para respostas mal adaptativas, como a depressão. Tanto na depressão como no modelo triádico do desamparo aprendido, se observa alterações funcionais no córtex pré-frontal (CPF) e na amígdala (AMI) relacionadas a comportamentos do tipo-depressivos. Entretanto, a neurofisiologia subjacente ao processamento neural do CPF e da AMI durante o desamparo aprendido permanece obscura. Sendo assim, o presente trabalho se dispôs a investigar as alterações eletrofisiológicas do CPF e da AMI durante o modelo triádico do desamparo aprendido. Ratos cronicamente implantados com multieletrodos no CPF e na AMI foram submetidos ao modelo triádico do desamparo aprendido. Nele os animais foram expostos a choque escapáveis (ES), choques inescapáveis pareados (IS) ou a nenhum choque (Sham) no primeiro dia (1d). O comportamento do tipo-depressivo nos animais foi avaliado no teste da esquiva no segundo dia (2d). Durante todo o protocolo comportamental foram registradas no CPF e na AMI a atividade unitária e oscilatória, evocadas em torno dos estímulos condicionados (EC). Observamos que no 1d ocorreu o aumento da modulação neuronal do CPF no grupo IS, enquanto no 2d tanto a modulação quanto a atividade neuronal do CPF aumentaram no grupo ES. Quanto as oscilações no CPF do 1d, a perturbação média da potência de teta aumentou no grupo ES, enquanto no grupo IS a perturbação média da potência de alfa diminuiu. Por sua vez, a coerência de fase no 1d entre o CPF e AMI mostraram o aumento da coerência em delta apenas no grupo IS. Por fim, no 2d ocorreu o aumento da potência de alfa no grupo ES e o aumento da coerência de fase em teta no grupo IS. Tomados em conjunto, esses dados indicam o processamento neural distinto do CPF e da AMI durante o desamparo aprendido, fornecendo novas evidências para a compreensão do processamento neural do estresse incontrolável.
Título em inglês
Cortical-amygdalar electrophysiology activity in the triadic learned helplessness model
Palavras-chave em inglês
Animal models of depression
Basolateral amygdala
Electrophysiology
Learned helplessness
Local field potentials
Prefrontal cortex
Single-unit activity
Uncontrollable stress
Resumo em inglês
Uncontrollable stress is an important risk factor to maladaptive responses, such as major depression. Both major depression and the learned helplessness triadic model of induced depressive behavior is associated with functional impairments in the prefrontal cortex (PFC) and amygdala (AMY). However, electrophysiological measures underlying these impairments are still lacking in the learned helplessness model. Thus, we aimed to investigate the single-unit activity and the oscillatory correlates of such impairments during triadic learned helplessness model. Rats chronically implanted with multi-electrode arrays into PFC and AMY were submitted to triadic learned helplessness model. On the first day (1d) animals were exposed to escapable shock (ES), paired inescapable shock (IS) or no shock (Sham). On day 2 (2d) all three groups were evaluated for depressive-like behaviors in avoidance task. The single-unit and oscillatory activity evoked by the conditioned stimuli (EC) were recorded in the PFC and AMY throughout the behavioral protocol. In the PFC we observed a positive neuronal modulation in IS group on the 1d, while in the 2d both the modulation and neural activity increased in ES. Regarding the oscillations in the PFC of 1d, theta power disturbance increased in ES group, and alpha power disturbance decreased in IS. We also found elevated PFC-AMY delta phase coherence in IS at 1d. Lastly, alpha power increased in ES group, and theta phase coherence enhances in IS at 2d. These data indicate the distinct neural processing of PFC and AMY during triadic learned helplessness model, providing new evidence for understanding the neural processing of uncontrollable stress.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-01-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.