• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Chiara Maria Thá Crema
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Riberto, Marcelo (Presidente)
Garcia, Flávio Luís
Hsing, Wu Tu
Pimentel, Daniel Camargo
Título em português
Tratamento da dor crônica na osteoartrite do quadril: comparação da neurólise do nervo obturatório com fenol e bloqueio com lidocaína
Palavras-chave em português
Bloqueio de nervo
Dor Crônica
Funcionalidade
Osteoartrite
Quadril
Resumo em português
Introdução: A osteoartrite (OA) do quadril manifesta-se clinicamente pela dor e o comprometimento da amplitude de movimento articular. Quando há falha no tratamento clínico, fundamentado no controle de sintomas e na recuperação da funcionalidade, pode ser indicada a artroplastia de quadril. Em paciente sem condições clínicas ou socioeconômicas para a realização cirúrgica, ou para os pacientes que estão em reabilitação, uma alternativa para o gerenciamento dos sintomas é o bloqueio do ramo anterior do nervo obturatório (RAO), que pode ser realizado com lidocaína ou fenol. Devido às suas características farmacológicas, acredita-se que o efeito do bloqueio com fenol pode ter uma duração maior e ser clinicamente mais vantajoso. Objetivos: Comparar os resultados do bloqueio do RAO com fenol versus lidocaína para o tratamento da dor e melhora da funcionalidade em pacientes com osteoatrite grave do quadril que apresentaram falhas no tratamento conservador. Metodologia: 44 pacientes com OA grave do quadril e indicação de artroplastia total dessa articulação foram aleatorizados em dois grupos e submetidos ao bloqueio do RAO guiado por eletroestimulação com fenol 5% (GF) ou lidocaína 2% (GL). Os pacientes foram avaliados por meio da escala visual analógica (EVA), Western Ontario andMcMasterUniversitiesOsteoarthritis Index (WOMAC), e dolorimetria de pressão no imediatamente antes do bloqueio e ao final de um e de quatro meses. Resultados: No GF o valor médio inicial de dor antes do bloqueio (8,8± 1,5) evoluiu para 5,8±2,9 em um mês e 5,9±2,9 após quatro meses, enquantopara o GL a evolução foi de 9,0±1,2 para 7,0±2,8 e finalmente para 6,0±3,2. Assim como para os outros parâmetros (WOMAC e dolorimetria), a redução dos valores ao final de quatro meses foram estatisticamente significantes, mas não houve diferenças entre os grupos. Dez pacientes relataram valores de dor EVA < 3 até o quarto mês de observação e um paciente tornou-se completamente sem dor nesse período. Três pacientes não relataram melhora alguma da dor ou da funcionalidade. Não ocorreram efeitos colaterais como sangramentos, dor pelo procedimento ou do tipo neuropática. Conclusão: O uso de lidocaína ou fenol para o bloqueio do RAO é igualmente eficaz no tratamento da dor crônica na OA de quadril por até quatro meses, podendo resultar em melhora da funcionalidade. Não ocorreram efeitos adversos com o procedimento
Título em inglês
Treatment of chronic pain in hip osteoarthritis: comparison of obturador nerve neurolysis with phenol and lidocaine blockade
Palavras-chave em inglês
Chronic pain
Functioning
Hip
Nerve block
Osteoarthritis
Resumo em inglês
Introduction: Hip osteoarthritis (OA) is clinically manifested by pain and reduced joint range of motion. When conservative treatment based on symptom control and functional recovery fails, hip arthroplasty may be indicated. In a patient without clinical or socioeconomic conditions for the surgical treatment, or under rehabilitation interventions, an alternative for the management of the symptoms is the blockage of the anterior branch of obturator nerve (ABO), which can be performed with lidocaine or phenol. Due to its pharmacological characteristics, the effect of phenol blockade may last longer and be clinically more advantageous. Objectives: To compare the results of ABO blockade with phenol versus lidocaine for the treatment of pain and improvement of functioning in patients with severe hip osteoarthritis who presented with failures in conservative treatment. Method: 44 patients scheduled for total hip replacement due to severe hip OA were randomized into two groups for ABO blockade guided by electrostimulation with phenol 5% (GF) or 2% lidocaine (GL). Patients were evaluated using visual analogue scale (VAS), Western Ontario and McMaster Universities Osteoarthritis Index (WOMAC), and pressure pain dolorimetry immediately before the blockade and at the end of one and four months. Results: In the GF, initial mean VAS was 8.8 ± 1.5 and evolved to 5.8 ± 2.9 in one month and 5.9 ± 2.9 after four months, whereas for GL VAS evolved from 9.0 ± 1.2 to 7.0 ± 2.8 and finally to 6.0 ± 3.2. As for the other parameters (WOMAC and painimetry), the reduction of the values at the end of four months were statistically significant, but there were no differences between the groups. Ten patients reported VAS < 3 duringthe four months of observation and one patient became completely painless. However, three patients reported no improvement in pain or functioning. There were no side effects such as bleeding, inflammatory or neuropathic pain. Conclusion: The use of lidocaine or phenol for ABO blockade is equally efficient in the treatment of chronic hip pain in OA for up to four months and may result in improved functioning. There were no adverse effects with the procedure
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-09-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.