• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.17.2020.tde-18122019-154140
Documento
Autor
Nome completo
Rodrigo Vital de Miranda
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Lauretti, Gabriela Rocha (Presidente)
Garcia, Luis Vicente
Perez, Marcelo Vaz
Tamashiro, Edwin
Título em português
Uma nova abordagem do bloqueio transnasal do gânglio esfenopalatino para tratamento da cefaleia pós-punção dural
Palavras-chave em português
Blood Patch
Bloqueio do gânglio esfenopalatino
Cefaleia pós-punção dural
Resumo em português
Introdução - Nos dias atuais, a terapêutica consensual para cefaleia pós-punção dural (CPPD) é o tampão sanguíneo "blood patch" (BP) que consiste na injeção de sangue estéril autólogo no espaço peridural. Este estudo tem como objetivo principal avaliar pacientes diagnosticados com CPPD tratados com a técnica padrão atual BP ou com uma técnica promissora e minimamente invasiva que é o bloqueio do gânglio esfenopalatino (BGEP). Métodos - A pesquisa foi realizada no Hospital das Clínicas da USP-RP tendo a premissa de ser um estudo prospectivo, aleatório, sendo 40 pacientes divididos em 2 grupos (n=20). Os tempos de avaliação foram: 30 min, 1h, 24h, 48h, e 7 dias. Foram avaliados: analgesia, custos, tempo para realização do tratamento, tempo de internação, gênero, número de punções, tipo e calibre de agulha utilizada. Resultados - Em acordo com a literatura, o estudo demonstrou maior incidência de CPPD no gênero feminino (p<0,05). Entretanto, tanto o tratamento convencional (BP) como o BGEP foram igualmente eficazes nos pacientes, nos tempos avaliados (p<0,001). Enquanto os custos e tempo para realização do procedimento foram minimizados quando a técnica empregada foi o BGEP (p<0.05), o tempo de internação pós-tratamento foi semelhante entre os grupos (p>0,05), refletindo provavelmente viés de equipes cirúrgicas. Conclusão - Em conclusão, o BGEP parece ser uma técnica eficaz e promissora para o tratamento da CPPD.
Título em inglês
A new approach of transnasal sphenopalatine ganglion block for post dural puncture headache treatment
Palavras-chave em inglês
Blood patch
Post dural puncture headache
Sphenopalatine ganglion block
Resumo em inglês
Introduction - Postdural puncture headache (PDPH) is a severe and debilitating complication of unintentional dural puncture. The criterion-standard treatment for PDPH has been epidural blood patch (EBP), but it is an invasive intervention with the potential for severe complications, such as meningitis and paralysis. This study was conducted in order to compare the efficacy of blood patch (BP) compared to sphenopalatine ganglion block (SPGB) for PDPH treatment. Methods - After ethics approval and patient consensus, 40 patients were prospectively and randomly divided into 2 groups (BP and SPGB). The 2 groups were evaluated at at 30 minutes, 1 hour, 24 hours, 48 hours, and 1 week post treatment for analgesia, type and gauge of needles, time of recovery and costs. Results - In accordance to the literature, CPPD was more common in female population (p<0.05). The results revealed that SPGB was an efficacious alternative to BP in the population evaluated. At 30-min evaluation from 7 days, both groups referred similar analgesia (p<0.001), while the time to perform the treatment was shorter in the SPGB group, due to its feasibility (p<0.05). Similarly, costs were lesser for the SPGB compared to the BG group (p<0.05), while time of hospital stay was similar between groups (p>0.05) probably due to surgical commitments. Patients from SPGB referred more local unpleasant sensations during the first 30 min, however not limiting. Conclusion - In conclusion, BGEP appears as a new feasible technique for CPPD.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-01-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.