• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2017.tde-20072016-113108
Documento
Autor
Nome completo
Juliana Nogueira Coelho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2015
Orientador
Banca examinadora
Riberto, Marcelo (Presidente)
Chaves, Thais Cristina
Castro, Fabiana Faleiros Santana
Título em português
A funcionalidade dos indivíduos com lesão medular de etiologia não-traumática - uma proposta para o uso da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde
Palavras-chave em português
CIF
Core set da CIF
Deficiência
Incapacidade
Lesão medular
Paraparesia espástica
Questionários
Resumo em português
Objetivo: Construir e testar a aplicabilidade de um instrumento baseado no Core Set resumido da CIF para lesão medular em indivíduos com etiologia não-traumática. Métodos: Foi realizada uma revisão sistemática para identificarmos as escalas de avaliação funcional que tenham sido aplicadas em indivíduos com paraparesia espástica. Para o desenvolvimento do instrumento utilizamos as descrição das categorias selecionadas para o Core Set resumido de lesão medular traumática crônica e elaboramos perguntas de fácil compreensão e alternativas de respostas descritos com detalhes que satisfizessem os seus qualificadores para guiar a aplicação do instrumento e garantir a reprodutibilidade dos achados. Após esta fase realizamos a aplicação desse instrumento em 40 indivíduos com lesão medular não-traumática (mulheres: 62,5%, média de idade: 44 ± 16 anos). A prevalência de incapacidade em cada uma das categorias da CIF foi definida pela proporção de indivíduos com os qualificadores de 1 a 4. Resultados: Na revisão sistemática identificamos 10 instrumentos de avaliação funcional a usados para paraparesia espástica, dos quais somente a Escala de Osame e a SCIM-III podem ser consideradas específicas para a nossa amostra. Dentre estes instrumentos de avaliação a MIF apresentou maior número de categorias da CIF, a Escala de Osame e o Rankin apresentaram menores números de categorias da CIF e o DEFU-QV foi a escala que continha mais categorias exclusivas. Desenvolvemos um instrumento baseado no Core Set resumido da CIF para lesão medular traumática crônica, contendo 43 perguntas com subitens. O instrumento foi considerado bom e de fácil uso pelos avaliadores, levando em média 45 minutos de aplicação. Os dados foram correlacionados com a Escala de Disfunção Motora Osame (0 - 13 pontos), que foi dicotomizada em dois grupos leve (0 a 4 pontos) e grave (>= 5) para análise. A pontuação média na Escala de Osame foi 5,4 ± 2,2, a SCIM-III apresentou a pontuação média de 83,0 ± 13,0. Indivíduos do grupo grave apresentaram maior frequência de deficiências quando avaliados pelo Core Set de lesão medular, principalmente: funções sexuais, neuromusculoesqueléticas, defecação e dor. A medula espinhal foi a Estrutura do Corpo citada com maior frequência. Nas categorias de Atividades e Participação: todos os indivíduos apresentaram deficiência na utilização de transporte, bem como dificuldade para o uso da mão e do braço, andar, dirigir, deslocar-se, realizar rotina diária, trabalho e lazer. As principais barreiras identificadas referiram-se a condições de ambientes internos e externos, enquanto os principais facilitadores foram os produtos para uso pessoal na vida diária, seguido daqueles usados para mobilidade e transporte pessoal em ambientes interno e externo, família imediata e profissionais de saúde. Conclusão: O instrumento desenvolvido propõe uma forma de aplicar o Core Set de lesão medular crônica. É de fácil compreensão e aplicação pelos profissionais que o utilizaram e foi capaz de diferenciar os indivíduos mais gravemente incapacitados. Tem vantagem de identificar e ponderar o impacto dos Fatores Ambientais
Título em inglês
The functioning of individuals with spinal cord injury of non-traumatic etiology - a proposal for the use of the International Classification of Functioning, Disability and Health
Palavras-chave em inglês
Disability
ICF
ICF Core Set
Questionnaires
Spastic paraparesis
Spinal cord injury
Resumo em inglês
Objective: Building and test the applicability of an instrument based on the brief ICF Core Set for spinal cord injury in patients with non-traumatic etiology. Methods: A systematic review was performed to identify the functional assessment scales that have been applied in individuals with spastic paraparesis. For the development of this instrument, we used the description of the selected categories for the brief Core Set of chronic traumatic spinal cord injury and easy comprehension questions were elaborated along with choices for answers described with enough details in order to satisfy their qualifiers to guide the application of the instrument and ensure the reproducibility of the findings. After this phase we applied this instrument in 40 patients with non-traumatic spinal cord injury (women: 62.5%; mean age: 44 ± 16 years). The proportion of individuals defined the prevalence of disability in each ICF category with the qualifiers from 1 to 4. Results: The systematic review enabled us to identify 10 functional assessment instruments used for spastic paraparesis, of which only Osame Scale and SCIM-III may be considered specific to the sample used herein. Among these evaluation tools MIF presented a higher number of ICF categories, the Osame Scale and Rankin had lower numbers of ICF categories and DEFU-QOL was the scale which contained more exclusive categories. We have developed a tool based on the brief ICF Core Set for chronic traumatic spinal cord injury, containing 43 questions with sub-items. This instrument was considered good and easy to use by the evaluators, taking an average of 45 minutes of application. The data was correlated with Osame Motor Disability Scale (0 - 13 points), which was dichotomized into two groups: mild (0 to 4 points), and severe (>= 5) for analysis purposes. The average score in Osame Scale was 5.4 ± 2.2, and SCIM-III presented an average of 83.0 ± 13.0. Individuals from the severe group presented a greater frequency of disabilities when evaluated by the Core Set of spinal cord injury, mainly: sexual functions, neuromusculoskeletal, defecation and pain. The spinal cord was the Body Structure most frequently cited. In the categories of Activities and Participation, all of the individuals presented limitation to use transportation as well as the use of hand and arm, walking, driving, moving, carrying out daily routine tasks, work and leisure. The main barriers identified were related to the conditions of internal and external environments, while the main facilitators were the products for personal use in daily life, followed by those used for mobility and personal transport in internal and external environments, immediate family and health professionals. Conclusion: The developed instrument proposes a form to apply the Core Set of chronic spinal cord injury. It is easy to understand and be applied by professionals who used it. Furthermore, it was able to differentiate the individuals more severely disabled. It has the advantage to identify and ponder the impact of environmental factors as well
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-03-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.