• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2017.tde-27072016-154619
Documento
Autor
Nome completo
Gretel Rodríguez Rodríguez
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Silva, João Santana da (Presidente)
Bisson, Gabriela Silva
Lepique, Ana Paula
Título em português
A sinalização via receptor A2A contribui para suscetibilidade ao carcinoma mamário experimental
Palavras-chave em português
Câncer de mama
Células Th17 e neutrófilos
Receptor A2A
Resumo em português
O câncer de mama é um dos tumores malignos mais comuns e que afeta um grande número de mulheres da população mundial. O processo inflamatório gerado juntamente com o crescimento descontrolado das células tumorais promove um estresse metabólico no microambiente tumoral levando ao acúmulo de adenosina extracelular decorrente da hipóxia tecidual. A adenosina gerada e seus efeitos mediados via receptor A2A (A2AR) interfere em vários subtipos celulares. Neste trabalho, avaliamos o papel do receptor A2A na indução de uma resposta de células Th17 durante o carcinoma mamário experimental, visto que estas desempenham um importante papel no crescimento e na progressão do tumor de mama invasivo. Para isso, utilizamos o modelo de carcinoma mamário murino que desenvolve (4T-1) e o que não desenvolve metástase (67NR). Nossos resultados mostraram que o tumor mamário 4T-1 apresenta alta expressão do receptor A2A comparado com o tumor 67NR. A deficiência do receptor A2a preveniu o crescimento do tumor mamário 4T- 1 e de colônias de células tumorais em sítios secundários da doença, concomitante com a diminuição da resposta de perfil Th17 e do recrutamento de neutrófilos para o sitio primário. Ainda, que as células tumorais 4T-1 apresentaram uma alta expressão dos receptores de adenosina e das ectonucleotidases (CD73 e CD39), sugerindo que a via de sinalização de adenosina exerce um efeito direto nessas células. A administração de adenosina ou AMP (trifosfato de adenosina) em culturas de células tumorais 4T-1 induziu xvi um aumento da expressão de IL-6, CCL20 e CXCL1, mediadores importantes para o recrutamento de linfócitos T produtores de IL-17 e de neutrófilos. Além disso, durante o crescimento do tumor 4T-1, observamos uma alta expressão da enzima ciclooxigenase 2 (Cox-2) comparado com o tumor 67NR. No entanto, os animais deficientes geneticamente do receptor A2A apresentaram uma redução significativa da expressão de Cox-2 no microambiente tumoral comparados com os animais BALB/c. A inibição da enzima Cox-2 com indometacina ou celecoxicib (inibidor seletivo) em animais com tumor 4T-1 preveniu o crescimento do tumor primário e, consequentemente, resultou na redução da expressão de moléculas relacionadas como o perfil de resposta de células Th17 tais como IL-6, CCL20, IL-17A e Ror?t. Esses resultados indicam que o bloqueio da via de sinalização do receptor A2A interfere na indução de resposta de células Th17, abrindo novas perspectivas para o desenvolvimento de terapias alternativas para o controle de tumores invasivos
Título em inglês
The A2A receptor signaling pathway contributes to susceptibility to experimental mammary carcinoma
Palavras-chave em inglês
A2A Receptor
Breast cancer
Th17 cells and neutrophils
Resumo em inglês
Breast cancer is one of the most common and aggressive malignant tumors, affecting a large number of women in the worldwide population. The inflammatory process generated along with the uncontrolled growth of tumor cells promotes metabolic stress in the tumor microenvironment leading to the accumulation of extracellular adenosine due to the generation of tissue hypoxia. The generated adenosine and its effects mediated by A2A (A2AR) interfere in several cell subtypes. In this study, we evaluated the role of A2A receptor in the induction of a Th17 cell response in experimental breast carcinoma, given that these cells play an important role in invasive breast tumor growth and progression. For this, we employed the murine mammary metastatic (4T-1) and nonmetastatic carcinoma (67NR) model. Our results showed that there is high expression of adenosine A2A receptor in breast tumor 4T-1 compared to 67NR. The A2AR deficiency prevented the growth of metastatic breast tumor 4T-1 and tumor cell colonies in secondary disease sites, together with a decrease in Th17 response profile and in the neutrophils recruitment to the primary site. The tumor cells 4T-1 presented high expression of adenosine receptors and ectonucleotidases (CD73 and CD39), suggesting that the adenosine signaling pathway has a direct effect on these cells. Adenosine or AMP (adenosine triphosphate) administration in tumoral 4T-1 cell cultures induced an increase in IL-6, CCL20 and CXCL1 expression, important mediators in the recruitiment of IL-17 producing T lymphocytes and neutrophils. Besides that, during 4T-1 tumor growth we observed high expression of cyclooxygenase 2 (Cox-2) compared to 67RN tumor. However A2A deficient mice showed a significative reduction in Cox-2 expression in tumoral microenvironment compared to BALB/c mice. Cox-2 inhibition with indometacine or celecoxib (selective inhibitor) in mice with 4T-1 tumor prevented primary tumor growth and, consequently, resulted in reduction of the expression of molecules related to the Th17 profile, as IL-6, CCL20, IL-17A and Ror?t. These results indicate that the blockade of the A2A signaling pathway interfere on the induction of Th17 cells response, opening new perspectives for the development of alternative therapies to the control of invasive tumors
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-04-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.